Teste da guitarra Tagima TG530

Teste da guitarra Tagima TG530

por 26/12/2019

Música & Mercado testou e selecionou as melhores guitarras de até R$1000 disponíveis no mercado. Vamos falar um pouco da Tagima TG530 e convidamos vocês para colocarem as suas avaliações abaixo. Participe!

Instrumentos de dessa faixa de preço de R$1000 são considerados de entrada, ou seja, indicados para quem está iniciando os estudos e (ainda) não precisa de algo semi-pro ou profissional. Logo, nosso critério de avaliação (de 1 a 5 estrelas) é baseado no que consideramos ideal em um instrumento desse porte.

A série de entrada da Tagima, a Woodstock, apresenta configuração tradicional com captadores single coil, ponte tremolo, chave de 5 posições, 3 knobs (volume, tone 1 e tone 2) e tarraxas blindadas com o logo gravado da própria marca. Possui corpo da guitarra feito em basswood e o braço em maple.

A TG530 é uma boa guitarra, mas que poderia, ao meu ver, ter um pouco mais de refino no acabamento. Quer um exemplo? Vamos lá: os trastes do braço estavam com rebarbas, o que causa certo incomodo ao tocar, entre outros pequenos aspectos. No mais, a guitarra possui tarraxas blindadas e ponte tremolo com boa estabilidade. Isto é para se levar em consideração.

Este slideshow necessita de JavaScript.

No quesito sonoridade, o captador do braço soou um pouco opaco e sem brilho e isso influencia diretamente no timbre, mas temos que entender que muitos iniciantes também não adquirem um amplificador que demonstre toda a sonoridade do produto. Mesmo assim, no contexto geral, a Tagima TG530 continua sendo uma boa compra.

O preço de mercado da Tagima TG530 encontra-se em torno de R$680 (dez/2019), podendo variar de acordo com a região e sua carga tributária.

Leia também:

Avaliação do editor para a guitarra Tagima TG530
[rwp_box id=”0″]


Avaliação do Leitor

[rwp_box id=”2″]