Entrevista: Engenheiro de áudio Fran Carbone

Engenheiro de áudio e especialista em Pro Tools, proprietário da produtora ATEMPO, Fran Carbone fala sobre carreira e trabalho

Música & Mercado: Qual a sua formação? Como entrou no mercado musical e audiovisual?

Fran Carbone: Bem, acho que comecei como a maioria das pessoas, sendo aquela criança que gostava de música, que dedicava a maior parte do seu tempo no seu instrumento principal, que no meu caso, é a guitarra, hoje eu já toco outros instrumentos, mas comecei com a guitarra e depois automaticamente passei a tocar violão também. 

Ainda garoto comecei a tocar em várias bandas e acompanhar artistas na noite de São Paulo. Tive ainda a oportunidade de fazer músicas próprias com a minha banda na época, e isso foi uma experiência muito importante e enriquecedora para mim. Entrar em um estúdio profissional, ser produzido, gravar meu próprio CD autoral junto com a minha banda, nossa, nem sei explicar essa sensação. O que vem na minha cabeça agora, é que foi um dos sonhos realizados na minha vida.  Na época, com 17 anos, fiquei curioso e deslumbrado em saber como toda aquela parafernalha funcionava. Eu era aquele moleque que perguntava coisas como: “Você sabe pra que serve todos esses botões?”, “Como que o microfone faz para o som vir na mesa?”, “E esse monte de coisas ali do lado pra que serve?”… Acho que o técnico ficou bem irritado comigo!

Com o apoio do meu pai, que sempre me apoiou na minha carreira musical, resolvi fazer faculdade de música, me formei em violão erudito pela Faculdade Alcântara Machado, a FAAM em São Paulo. Na faculdade me aperfeiçoei não só no instrumento, mas também na composição. Tive a honra de ter como diretor o maestro João Carlos Martins e com professores, músicos sensacionais que fico com medo de comentar em particular e me esquecer de alguém, mas digo que a faculdade foi um amadurecimento pessoal e profissional fantástico.

Acho que isso acontece em todas as áreas, não só na musical, no meu caso em particular, tocar praticamente todas as noites com a minha banda e com outras bandas, dar aulas de música e composição nos conservatórios e fazer faculdade ao mesmo tempo, foi transformador.

        Mas aquela experiência de gravar no estúdio, ainda estava dentro de mim. Minha namorada na época, hoje minha esposa e sócia na produtora de áudio Atempo, Bárbara Beatriz , comentou comigo que existia uma escola que ensinava a gravar e mexer nos equipamentos, e que o sonho dela era fazer essa escola, o IAV (Instituto de Áudio e Vídeo) e fomos juntos conhecer. Nessa época, eu tinha acabado de terminar a faculdade e ela ainda estava cursando a faculdade de comunicação social (rádio e TV), e por isso ela não se matriculou e eu acabei me matriculando nessa primeira visita mesmo e minha história no IAV começou. 

Quando me formei no IAV, o diretor, o Marcelo Claret, me convidou para fazer parte da equipe de monitores. Depois de 6 meses como monitor, passei para professor do curso de Pro Tools, depois coordenador do curso de Pro Tools e por 10 anos fiz parte do corpo docente do IAV. Foi uma experiência muito enriquecedora, não somente por conhecer, ensinar pessoas ou por ser coordenador de um curso importante e reconhecido no Brasil todo, mas também pelas relações pessoais e parcerias que levo até hoje. Um exemplo que me orgulho muito de chamar de amigo e parceiro musical, é o Jô Borges.

Paralelamente ao meu início no IAV, eu abri minha produtora de áudio ATEMPO, onde estou até hoje, trabalhando com pós-produção áudio visual,  publicidades, locuções, jingles, jingles políticos, trilhas sonoras e produções musicais.

Fran Carbone no ATEMPO

Quais os principais acontecimentos na sua carreira? Conte para nós.

Fran Carbone: Tenho muitos trabalhos feitos na ATEMPO que me orgulho muito, como a produção de áudio do curta metragem “Hambúrguer”, que foi indicado ao prêmio do 13º Film Festival de Los Angeles em 2020, ter composto o jingle mais tocado e relevante em Brasília nas últimas eleições federais, ter minhas trilhas sonoras tocando no SBT, ser por 4 anos a “voz” da prefeitura da cidade de Caieiras, na grande São Paulo são alguns exemplos.

        Mas, destaco 2 discos que participei no início da minha carreira profissional, como freelancer e engenheiro de áudio parceiro, na Lua Music (selo musical da produtora de áudio Lua Nova, do produtor Thomas Roth), o “Eu voltei” da Ângela Maria e “100 anos de Herivelto Martins”, que foram indicados para o Grammy Latino, como acontecimentos marcantes na minha carreira .

         Fiquei por volta de dois anos como freelancer e engenheiro de áudio parceiro, na Lua Music, gravando e mixando artistas renomados do Brasil como Ângela Maria, Cauby Peixoto, Zeca Baleiro, Dominguinhos entre outros. Lá me orgulho muito de ter trabalhado ao lado de grandes produtores musicais como o Tiago Marques Luiz e o Ronaldo Rayol. 

O disco “Eu voltei”, da Ângela Maria, foi um tributo ao Roberto Carlos e foi indicado ao Grammy Latino em 2012. Foi uma honra muito grande em saber que a minha participação, um cara jovem no mercado na parte de gravação e mixagem, chegou a um âmbito tão grande e importante no mercado musical latino americano. 

      Ainda em parceria com a Lua Music, gravei e mixei  o disco “100 anos de Herivelto Martins”, que foi indicado ao Grammy Latino de 2013 como melhor disco.

Fran Carbone: especialista em Pro Tools

De que forma o trabalho no IAV contribuiu na carreira?

Fran Carbone: Ah, o IAV foi um divisor de águas na minha carreira, com certeza! Antes do IAV, eu só tinha noção do palco e do ao vivo, minha percepção era de músico e quando comecei a trabalhar no IAV essa percepção se ampliou com a gravação, mixagem, produção e engenharia de áudio…isso tudo começou a fazer parte da minha vida profissional também e fez com que eu me encontrasse  profissionalmente. A música sempre foi e sempre será a parte primordial para mim e ampliar minha percepção no IAV, me incentivou a montar minha própria produtora de áudio e ter mais confiança nas minhas próprias produções. Eu era um músico que possuía muitos arranjos e composições autorais, e sempre imaginei como produzir o que estava nos meus cadernos de partituras.

Trabalhar no IAV por mais de 10 anos sem sombra de dúvida foi muito importante e me trouxe realizações não só profissionais mas pessoais também. Saber que algum aluno meu foi indicado para um prêmio ou ganhou um prêmio, me traz uma satisfação e um orgulho inexplicável.

Acredito muito que o conhecimento não deve ser guardado, ele deve ser expandido. Me orgulho muito de ter ensinado Pro Tools para quase mil alunos no Brasil todo. Com o passar dos primeiros anos no IAV, eu elaborei uma forma personalizada, um método de ensinar pro tools de uma forma que o aluno realmente entenda o caminho do programa e não somente decore botões e atalhos. Esse foi o meu diferencial como instrutor no IAV e continua sendo até hoje como consultor.

Eu hoje sou especialista no software Pro Tools e conheço todos os caminhos dentro dele. Trago isso não somente para minhas aulas, mas também para as parcerias. Eu tenho um jeito inovador de trabalhar com o Pro Tools que agrada meus parceiros, então sempre que aparece algo relacionado com Pro Tools fico muito honrado que eles lembrem de mim e me convidem para participar de seus projetos.

 

Como está seu trabalho hoje? 

Fran Carbone: Hoje continuo com a minha produtora ATEMPO realizando trabalhos publicitários, pós produção, trilha sonora e produção musical. Realizo consultorias online no Brasil e fora dele também. Continuo ensinando, mas hoje, meu curso de Pro Tools está nas plataformas digitais, mas eu mantenho o diferencial de ser um curso totalmente baseado na prática profissional que eu tive e com um método que realmente ensina a pensar a proposta do software.

Tenho realizado muitos trabalhos com pós produção de áudio, até porque estamos em um momento de pandemia que infelizmente prejudicou muito o mercado da produção musical. Por conta disso, hoje em 2022, o meu campo maior de atuação tem sido a pós produção de áudio na parte de filmes e dublagens e áudio publicitário em geral. 

Gosto muito de conversar sobre nossa área, tanto com ex-alunos, parceiros e amigos, por isso tenho meu canal do Youtube, onde compartilho o meu conhecimento sobre áudio, música e Pro Tools. Minha ideia nunca foi virar um Youtuber, mas sim bater um papo e trocar conhecimento. 

Nesses 20 anos de profissão, tenho muito orgulho de ter feito muitas parcerias e ter participado de muitos projetos, e principalmente ter trabalhado em conjunto até hoje com grandes profissionais. Cada um deles com o seu método que incrementa o método do outro. Eu por exemplo, tenho um jeito inovador de trabalhar com o Pro Tools que agrada, então sempre que aparece algo relacionado com Pro Tools fico muito honrado que meus parceiros lembrem de mim. Isso faz com que hoje eu me orgulhe muito do que construí até aqui, tenho minhas redes de amizades e parcerias, e isso me motiva a continuar pensando e trabalhando para expandir meus projetos profissionais e de ensino, mas principalmente traz uma satisfação pessoal e profissional que mostra que estou no caminho certo.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe seu Comentário

Música & Mercado
Logo
Registrar Nova Conta
[arm_social_login]
Redefinir Senha
Comparar itens
  • Compare Guitarras (0)
Comparar