Fender abrirá novos distribuidores e importação direta para lojistas

Fender abrirá novos distribuidores e importação direta para lojistas

por 01/09/2020

Fender altera modelo de distribuição no Brasil

Conforme antecipado ontem pela Música & Mercado (LEIA), à partir de hoje, dia 1o de setembro, as marcas do grupo FMIC (Fender Musical Instruments Corporation) terão encerrado o contrato de distribuição exclusiva com a importadora Pride Music.

A Pride Music é uma das mais tradicionais e reconhecidas importadoras de produtos premium no País, responsável agora por marcas como Zildjian, Korg, Vox entre outras.

Música & Mercado conversou com interlocutores da Pride Music e da Fender que evitaram declarações sobre o tema, por parte do contrato de sigilo assinado entre as empresas.

O modelo comercial que vinha sendo trabalhado pela Pride Music, baseado na venda online e comissionamento para as lojas, deve se manter ativo até segunda ordem.

Multicanal: Distribuição dos produtos Fender

De acordo com fontes, que pediram por sigilo de seus nomes, a marca americana terá ao menos cinco empresas vendendo produtos tanto ao consumidor final quanto para o varejo, como no caso da Squier e demais produtos de categoria iniciante.

Fontes ouvidas pela Música & Mercado explicaram ainda que os produtos terão um parâmetro de preço a ser seguido entre as empresas revendedoras.

Rumores no setor dizem que a marca está buscando lojistas que atendam os critérios do Fender Musical Instruments Corporation para importar diretamente produtos de maior valor agregado.

A importadora Hayamax continuará a distribuir os acessórios da Fender.

Fender: aposta na redução de preços

Com a decisão de expandir seu sistema de distribuição e importação direta por parte de comerciantes, a marca aumentará sua competitividade, com a possível redução de preços ao consumidor final na ordem de ao menos 25%.

Para produtos como Squier, esta redução é fundamental para aumentar a competitividade e venda de produtos da empresa na competição junto as marcas brasileiras, produzidas também na Ásia.

As dúvidas do setor sobre a distribuição da Fender

Ao longo do mês de agosto, muitas dúvidas rodaram o mercado e devem ser respondidas em breve:

  • Quem serão os novos distribuidores e revendedores das marcas do grupo FMIC (Fender Musical Instruments Corporation) no Brasil?
  • Lojas internacionais como Guitar Center (EUA) poderão vender Fender diretamente ao Brasil?
  • Quais os preços sugeridos ao consumidor para os produtos da marca?
  • Como será o pós venda, assistência técnica e demais serviços relativos à venda?
  • A marca abrirá um escritório próprio no País para trabalhar a marca?
  • Como será a escolha dos lojistas que importarão a Fender diretamente?
  • Qual reação em cadeia isto poderá ocasionar?

 

Estas informações aqui publicadas estão sendo apuradas constantemente. Publicaremos mais detalhes em breve tão logo as informações oficiais circulem.


:: Leia também: