Conheça a Siodoni Luthieria e seu trabalho com os instrumentos de corda

Conheça a Siodoni Luthieria e seu trabalho com os instrumentos de corda

por 09/08/2021

Localizada no município de Serrana/SP, a Siodoni Luthieria foi fundada em 2015 pelos amigos Flávio Siodoni e Mateus Manduca e oferece ao público serviços de manutenção, reparo, customização e construção de instrumentos musicais de cordas (guitarras, contrabaixos, cigar boxes, shovel guitars e outros).

Todos os serviços são realizados com muita dedicação e carinho. Além disso, a Siodoni Luthieria preza pela sustentabilidade, empregando em suas fabricações madeiras cuidadosamente selecionadas provenientes de demolição ou de móveis antigos. Tudo é feito de maneira artesanal na própria oficina da dupla.

Para conhecer melhor a empresa e os serviços por ela disponibilizados, conversamos com o Flávio e o Mateus. Eles nos contaram um pouco sobre o surgimento da empresa, madeiras brasileiras que gostam de utilizar, novidades que serão lançadas ainda este ano e muito mais.

Guiparra

Você poderia nos contar sobre o surgimento da Siodoni Luthieria? 

Flávio: A Siodoni surgiu oficialmente em 2015, após a fabricação da nossa primeira cigar box, a Creuza. Antes disso eu atendia somente regulagens e manutenções, mas sem me “formalizar” como luthier. Entretanto, começaram a aparecer mais projetos, daí eu tive a ideia de convidar o Mateus para se juntar à Siodoni. Começamos a atender amigos próximos, amigos de amigos e a coisa foi tomando forma e crescendo a cada ano.

Atualmente quais são os serviços oferecidos pela empresa? 

Mateus: Atualmente oferecemos serviços de manutenção, regulagem, restauração e pintura. Também fabricamos instrumentos sob encomenda.

Além do apuro técnico e da qualidade da matéria-prima empregada, existe algum segredo para se fazer um instrumento musical de qualidade? 

Mateus: Muita paciência, pois quando se trabalha com instrumentos handmade, que é nosso caso, nem sempre as coisas saem como o planejado, então é preciso ter calma pra contornar certos “contratempos”, por assim dizer. Mas também é muito importante estar envolvido emocionalmente com o projeto, isso é fundamental para que você consiga entregar o seu melhor, sempre.

Muitos instrumentos que levam a assinatura da empresa utilizam madeiras brasileiras em sua composição. Vocês poderiam nos contar com quais delas vocês mais gostam de trabalhar? 

Mateus: Desde que esteja estável, eu não me importo de usar nenhuma, mas eu posso destacar algumas que eu tenho preferência: imbuia e roxinho para escala; freijó e cedro para braço e marupá para o corpo.

Dentre as madeiras utilizadas por vocês, o emprego do freijó na confecção de alguns braços me chamou a atenção, já que geralmente ele é mais utilizado na construção de corpos. Existiu algum motivo específico para essa opção? Ele fica bem estável quando utilizado para esse fim? 

Mateus: O freijó é uma madeira fantástica para esse fim. Desde que o corte esteja favorável (radial), não vemos impedimento. Além disso, é uma madeira que, depois de envernizada, fica com um brilho dourado que gostamos bastante. Ela é fácil de ser esculpida, o que é muito interessante quando se pensa em fazer o shape de um braço “na unha” como a gente faz aqui.

Quais foram os projetos que vocês mais gostaram de fazer até agora? 

Flávio: Sempre o próximo projeto é o mais legal. É difícil escolher, todos são projetos únicos, e quando construímos, fazemos como se fossem para nós. Mas dos projetos que já fizemos, os que mais gostei de fazer foram a guitarra de 08 cordas, a TeLesPaul, o baixo Musicmaster e a Ravenna.

Já passamos da metade de 2021. Alguma novidade no horizonte ainda para este ano? 

Flávio: Para 2021 devemos entregar nosso primeiro modelo autoral, a Ravenna. Esse modelo foi projetado em conjunto com o Tostoi e deve ficar pronto já nos próximos meses. Teremos também alguns instrumentos à pronta entrega ainda esse ano. Serão uma Telecaster com escala fanned, uma Jazzmaster feita somente com madeiras brasileiras e um baixo Jazzmaster de escala curta. E se der tempo, mais uma guitarra de 08 cordas.

Maiores informações no site, Facebook, Instagram e YouTube da Siodoni Luthieria.

*Autor: Álvaro Silva (ahfsilva@gmail.com). Fotos: José Renato Slompo

8 cordas

TeLesPaul