Fender compra a Presonus: O que isto significa para o mercado da música?

Fender compra a Presonus: O que isto significa para o mercado da música?

por 02/11/2021

A aquisição da Presonus pela Fender criará uma das empresas mais poderosas de equipamentos para criação musical

A Fender compra a PreSonus Audio Electronics Inc, uma das grandes empresas de software e equipamentos de áudio profissional, incluindo sua estação de trabalho de áudio digital Studio One (DAW), várias interfaces de áudio e a linha de monitores Eris, mixers StudioLive, interfaces de áudio Quantum entre outras.

Esta foi a notícia mais bombástica para este final de ano. 

“Estamos entusiasmados em dar as boas-vindas a todos da equipe PreSonus para a família FMIC e entusiasmados com as oportunidades de crescimento futuro disponíveis para ambas as empresas”, disse Andy Mooney, CEO da Fender Musical Instruments Corp. “Nossas equipes compartilham a mesma paixão pela música, o mesmo compromisso com a inovação e o mesmo desejo de inspirar e equipar as gerações atuais e futuras de artistas ”

Mas afinal? O que a compra da Presonus pela Fender significa para a indústria da música? E para os músicos?

É evidente que a Fender, assim como outras marcas de instrumentos musicais, em especial a linha de cordas, tem sua capacidade de crescimento limitada, considerando que a compra de um instrumento, está associado ao estudo musical. 

Ciente disto, nos últimos anos, a Fender vem investindo na educação do instrumento com o Fender Play, site dedicado ao estudo do instrumento. Entretanto, isto não bastou. 

A única forma real de crescimento é a aquisição de novas categorias de produtos, e a área de software e equipamentos voltados ao mercado de áudio, home ou profissional é uma das áreas que mais crescem no setor. 

Desta forma, neste dia 1o de novembro, a Fender Musical Instruments Corporation (FMIC), fabricante norte americana de instrumentos musicais, anunciou assinatura de um acordo definitivo de fusão com a PreSonus Audio Electronics, Inc. 

Embora a PreSonus sempre tenha sido um produtor de hardware de qualidade consistente, é sua divisão de desenvolvimento de software que criou mais modas na indústria, desde a introdução do Studio One, no final de 2009. 

A aquisição da Presonus é uma expansão importante para a Fender, o Studio One base é uma comunidade dinâmica e em constante crescimento, o que oferece a plataforma perfeita para o desenvolvimento de novos instrumentos virtuais e ferramentas de processamento de áudio, bem como periféricos de hardware. 

Studio One base

Studio One base, da Presonus: sucesso na indústria

A extensa história da Fender fornece todos os dados de mercado necessários para transformar esta fusão com a PreSonus em uma plataforma de lançamento para novos desenvolvimentos no futuro.

Não fosse pelo sucesso esmagador do sistema de software Studio One DAW, parece improvável que uma aquisição dessa natureza teria ocorrido. A mudança é certamente uma perspectiva excitante para os usuários do Studio One, já que haverá desenvolvimentos interessantes no horizonte, mas esta também pode ser a primeira de muitas aquisições para a Fender, à medida que continua a diversificar no mundo de software de produção musical e soluções DSP . 

 Jim Odom, fundador / CSO PreSonus mencionou no press release oficial: “Depois de mais de 25 anos, a PreSonus sente que encontrou o parceiro certo para nos apoiar enquanto continuamos nosso crescimento”. “Estamos ansiosos para mostrar à nossa comunidade musical atual e futura o que esta oportunidade significa para eles.”

“A visão combinada da PreSonus e da Fender, a maneira como vemos o futuro da criação musical e o alinhamento fundamental dos objetivos tornaram esta ideia empolgante desde a primeira conversa”, disse Jim Boitnott, CEO da PreSonus. 

Presonus no Brasil

No Brasil, a Presonus já passou por diversos distribuidores. Mas, ao final, o Paraguai sempre foi também considerado pela empresa a ‘porta para o Brasil’, fazendo com que a distribuição da marca Presonus tivesse pouca estabilidade considerada pelas compradores no País, no que tange a garantia e segurança.

Isto, obviamente, impactava e impacta nas vendas corporativas e governamentais, além de deixar consumidores sem garantia devida em muitos casos. A marca atualmente é distribuída pela C.Borges, loja localizada em Manaus.

O modelo comercial da Presonus no País não foi anunciado. Tão logo tenhamos notícias, será publicado na Música & Mercado.

 


Leia também: