School of Rock promove aulas à distância por 01/04/2020

A School of Rock está lançando um programa de ensino à distância em todo o mundo, para aproveitar e se adaptar à quarentena.

Como muitos setores, as instituições educativas também foram afetadas pela pandemia do Coronavírus e o pedido de isolamento social fez com que as pessoas, logicamente, não assistam à aulas presenciais para estudar.

Um método que as escolas encontraram para solucionar a situação é a adoção de aulas à distância. Falando sobre o mercado da música, a School of Rock também está seguindo esse caminho.

A maior rede de escolas de música do mundo lançou o programa School of Rock à Distância. Trata-se de um sistema de aulas on-line desenvolvido em parceria com a Zoom, em países afetados pela COVID-19, como Brasil e Estados Unidos.

“Nós prezamos muito pela segurança e saúde dos nossos alunos e queríamos muito encontrar uma forma de não deixar o show parar. Há alguns meses nós já vínhamos implementando nosso aplicativo, o School of Rock Method, que complementa as aulas e ensaios na escola em um modelo de gamificação do ensino. Com a pandemia do Coronavírus, além de contarmos com o app, estamos também oferecendo aulas on-line com nossos professores e a experiência de tocar em uma banda virtual. Ficamos felizes de continuar ensinando música e estarmos em contato com a nossa comunidade em um momento como esse”, conta Paulo Portela, CEO da Master Franqueadora da School of Rock no Brasil.

Paulo explicou que a adesão dos alunos ao ensino à distância está sendo muito boa e que o método da rede é baseado em temporadas de quatro a seis meses que combinam aulas práticas e ensaios que culminam em um show. “Nesta situação de pandemia, as escolas da School of Rock no Brasil cancelaram os shows e ensaios, mas continuam a oferecer as aulas on-line. A banda virtual é outra experiência na qual apostamos para unir os nossos alunos em um projeto colaborativo remoto. Escolhemos três músicas para que todos ensaiem, cada aluno mandará uma gravação de sua ‘parte’ instrumental e o resultado será um vídeo clipe coletivo que será publicado nas redes sociais da escola.”