Mercado da música fará parte do Programa Emergencial de Suporte a Empregos

Mercado da música fará parte do Programa Emergencial de Suporte a Empregos

por 04/04/2020

Mercado da música também terá acesso ao empréstimo para folha de pagamento com taxa de 3,75%  ao ano com prazo de 36 meses para quitação no Programa Emergencial de Suporte a Empregos

Fabricantes, importadores, produtoras, ticketeiras e demais empresários do setor musical também terão acesso ao empréstimo para folha de pagamento com taxa de 3,75%  ao ano com prazo de 36 meses para quitação, todas as demais categorias profissionais se incluem neste programa.

O motivo é a sanção do Presidente da República Jair Bolsonaro para a medida provisória Nº 944, no dia 3 de abril de 2020, que permite crédito a pessoa jurídica com a finalidade de pagamento de folha salarial de seus empregados.

Governo Federal transferiu da União para o BNDES, trinta e quatro bilhões de reais), destinados à execução do Programa Emergencial de Suporte a Empregos.

O programa Programa Emergencial de Suporte a Empregos permite empresas com receita bruta superior a R$ 360 mil e inferior a R$10 milhões, calculadas no exercício de 2019.

  Leia a Medida Provisória

Para terem acesso às linhas de crédito do Programa Emergencial de Suporte a Empregos, as empresas deverão ter a sua folha de pagamento processada por bancos participantes. Em tese, todos os bancos mais conhecidos do mercado terão esta linha à disposição.

O programa já está em vigor. Resta agora esperar os bancos responderem às empresas para estas demandas.


Leia também:

 

[]
1 Step 1

Receba grátis as nossas notícias

Receba grátis (antes de todos) o que está acontecendo no mercado da música.

keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder