Multisom é vendida para a Rede Schumann

Multisom é vendida para a Rede Schumann

por 30/05/2019

Mercado de instrumentos musicais questiona o direcionamento do grupo referente ao mercado de instrumentos musicais e áudio em seu portfólio

O mercado foi surpreendido nesta noite de 29 de maio com a notícia da aquisição das lojas Multisom para rede de móveis eletros Schumann, de Chapecó/SC.

A Multisom recebeu o comunicado da aquisição da Schumann por volta das 18h. Funcionários se mostraram surpresos positivamente e ainda não tiveram nenhuma instrução clara ou direcionamento até o fechamento desta matéria. “Acreditamos que isto venha em breve, com a reunião que teremos com os novos proprietários”, explica um funcionário da Multisom, em conversa com a Música & Mercado.

Leia também

A gaúcha Multisom, que atua com produtos de instrumentos musicais, som e eletrônicos, possui 80 lojas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, 800 empregados e faturou mais de R$ 400 milhões em 2018.

Com a aquisição, a empresa fundada e presidida por André Schumann passa a ter o dobro do número de lojas – 160 unidades – e 1.800 trabalhadores diretos. O valor da operação não foi revelado.

Instrumentos musicais e áudio

Interlocutores do mercado mostraram-se preocupados com a possibilidade da mudança de mix de produtos da empresa, diminuindo ou eliminando linhas de instrumentos musicais e áudio. A aposta, entretanto, é que com as 160 lojas pertencentes ao grupo a compra de produtos do mercado se amplie.

Kika Brandão, gerente comercial da Tecniforte, fábrica de cabos premium para instrumentos musicais, pontua: “A Multisom é uma das mais tradicionais redes de varejo nacionais a sua aquisição traz novos ares. Esperamos que energize e dê aquela sacudida necessária no mercado. Estamos na torcida!”.

Um representante comercial da região pontuou sobre a competição entre a Schumann e a rede Berlanda, também de Santa Catarina “Eles (Berlanda) atuam com violões de entrada, não devem ter nenhuma mudança no mix”.

Para um competidor da região, que pediu sigilo sobre sua identificação: “O mercado de instrumentos musicais esta cada vez mais na mão de pequenas empresas que, por questões tributárias, tem mais vantagem e repassam isso pro consumidor”.

Multisom

De Porto Alegre, a Multisom, fundada e presidida pelo catarinense Francisco Novelletto, vinha passando pelas dificuldades clássicas do varejo em transformação, comércio virtual, guerra de preço entre online e lojas físicas e as discussões públicas manter lojas em shopping centers devido aos alugueis caros mediante ao momento de crise.

De acordo com o site NSCTotal, entre as razões que motivaram a compra está, principalmente, o fato de a marca Multisom ser muito consolidada no Rio Grande do Sul e em boa parte de Santa Catarina e também pesou o fator geográfico, ou seja, as unidades da Multisom não se sobrepõem ao mercado da Schumann. São complementares – explicou André Schumann, fundador e presidente da rede.

Segundo André Schumann, existem muitas sinergias entre os dois negócios. A estimativa é de uma economia mensal de R$ 1,5 milhão. A empresa aposta na diluição dos custos de operação, logística, infraestrutura e performance.

O impacto da aquisição ainda fortalece a empresa para melhores condições de compra junto a fornecedores.

Schumann

Na foto, a partir da esquerda: Claudir Balbinot e Claudiomiro Chiela do setor administrativo da Schumann, Francisco Novelletto, André Schumann, o advogado Márcio Carpena e Leonardo Schumann, filho mais velho de André.

 

Comentários