1ª Feira Internacional da Música do Sul

1ª Feira Internacional da Música do Sul

por 22/06/2016

A primeira edição da FIMS será realizada de 22 a 25 de junho em Curitiba e tem como objetivo fomentar negócios no cenário musical no Sul do país

13335539_1064230823651176_5944797321553616022_nA FIMS ocupará o Portão Cultural de Curitiba com uma programação intensa de palestras, debates, rodadas de negócios, circuito de shows noturnos e showcases de bandas do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, e estima a presença de mais de mil pessoas. O espaço possibilita encontros e oportunidades para diferentes agentes da cadeia produtiva e criativa da música, como empresários e produtores, profissionais de destaque, formadores de opinião e os próprios artistas da região.

Dentre os diversos temas abordados pela feira, se destacam algumas mesas de debate como o ensino de música nas escolas e seu benefício para o país, uma mesa sobre streaming musical e direitos digitais, e um debate sobre o “instituto” nacional da música (análogo a ANCINE) recentemente aprovado pelo Ministério da Cultura.

Para participar do evento, é necessário credenciamento pelo site fims.com.br.

PALESTRAS

A FIMS também receberá uma série de palestras com convidados nacionais e internacionais. Benjamin Ruth – representante do Lancaster Music Festival (Inglaterra) – falará sobre festivais musicais de baixo orçamento com atrações internacionais. Já Alfredo Caxaj – da Sunfest (Canadá) -, por exemplo, traz uma palestra sobre como produtores internacionais veem a presença crescente da música brasileira em festivais ao redor do mundo.

Completando a programação de peso da feira, ainda estão confirmadas no evento algumas participações como do Zé Ricardo – curador do palco Sunset do Rock in Rio,  Ana Garcia – idealizadora do festival No Ar Coquetel Molotov, Paula Rivera – representante do Ministério da Cultura da Argentina e membro fundadora da MMF LATAM,  e Antonio Gutierrez – produtor cultural e diretor da Rec-Beat Produções, bem como representantes do Ministério da Cultura, secretarias de cultura estaduais e municipais da região e demais órgãos públicos.

“Nos últimos cinco anos a produção musical de Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre tem crescido intensamente. A FIMS irá estimular ainda mais investimentos nacionais e estrangeiros nesta região, fazendo que o sul seja reconhecido como fonte de artistas e também oportunidades para atingir um forte público consumidor de música, shows e festivais”, conta Téo Ruiz, idealizador e produtor da FIMS.

O projeto possui incentivo da Fundação Cultural de Curitiba e do Banco do Brasil.

Veja a programação completa no site do evento.