Violões premium nas linhas J. White e Camerata, da PHX Instrumentos por 28/07/2021

As linhas J. White e Camerata, da PHX, oferecem diferentes modelos de violões anatômicos e clássicos. A empresa adianta que haverá novidades até o fim do ano.

Entre a ampla variedade de instrumentos disponíveis pela PHX Instrumentos, encontramos a J. White e a Camerata, que se destacam por oferecer violões diferenciados no mercado. 

A linha J. White é a única disponível no Brasil, patenteada pela PHX. Seus violões anatômicos possuem um corpo que se adapta perfeitamente ao braço do músico. A borda superior direita do tampo é levemente inclinada, facilitando o apoio do braço no instrumento, dando maior conforto durante o uso. A linha conta com violões de corda de aço e equalização b-band. 

Já a linha Camerata é composta por violões clássicos, com cordas de náilon. São instrumentos trabalhados minuciosamente para trazer um som singular de violões clássicos tradicionais. 

Embora ambas as linhas sejam produzidas na mesma fábrica, os públicos-alvo são bem distintos, justamente por possuírem encordoamentos diferentes e, assim, sonoridades diferenciadas.

“O objetivo principal da linha J. White é levar ao consumidor final violões de tampo sólido, com madeiras de qualidade e um excelente custo-benefício. O termo anatômico significa que a PHX possui uma patente de rebaixamento no tampo do violão, onde o braço do músico se acomoda com grande facilidade. Isso oferece ao músico maior conforto na hora de tocar seu instrumento”, explica Klaus Ximenes, gerente de Produtos.

“Já a linha Camerata é constituída por violões de náilon com tampo sólido. Rosewood, cedro, spruce e mahogany foram as madeiras escolhidas para constituir a linha. Além de serem madeiras com um belo visual, elas também reforçam a sonoridade do instrumento. Com combinações diferentes de madeira em cada modelo, conseguimos oferecer sonoridades diferenciadas. Outro detalhe importante são os tampos traseiros abaulados encontrados nos modelos 100 e 101”, detalhou Klaus.

Trabalho de posicionamento
Com a concorrência estrangeira presente no mercado local, posicionar essas linhas não é tarefa fácil, mas o trabalho da PHX nas redes sociais e junto com os endorsees ajuda muito.

Sobre o trabalho com os lojistas, Edilson Banzai, gerente comercial da PHX, conta: “Sempre fazemos algumas promoções com esses produtos, e também criamos conteúdos para enviar para os clientes usarem nas redes sociais ou em treinamento para os vendedores. Hoje ambas as linhas representam cerca de 30% das vendas da PHX”.

Novidades

Um dos modelos destacados na linha J- White é o AH-D400, um violão moderno com linhas clássicas de um verdadeiro folk. “Possui tampo sólido e oferece uma sonoridade incrível. Esse modelo é equipado com captação dupla (rastilho e contato), totalmente ajustáveis pelo botão blend”, contou Klaus.
Importante dizer que vêm novidades por aí, pois até o fim deste ano a PHX terá sua linha de guitarras totalmente reformulada, juntamente com os violões da linha intermediária. Ambas as linhas estarão com uma variedade muito maior de modelos e cores.
“Planejamos consolidar as duas linhas como violões de tampo sólido com grande sonoridade e excelente custo-benefício”, finalizou Edilson.