Josefina Campos lidera a fabricação de captadores na Fender por 09/09/2020

Você sabia que a fábrica da Fender conta com uma grande equipe de mulheres? Uma delas é Josefina Campos que encabeça atualmente o segmento de fabricación de captadores na empresa.

A Fender tem na sua equipe muitas mulheres que trabalham na manufatura de captadores, montagem dos braços, polimento e outras áreas de manufatura/produção.

Também há mulheres que fazem parte da equipe de amplificadores tanto na fábrica em Corona, California, quanto na fábrica em Ensenada, México.

Por muito tempo Abigail Ybarra foi a embaixadora e representante das mulheres na montagem dos captadores na fábrica da Fender (ela trabalhou na empresa por mais de 50 anos), mas esse posto hoje é ocupado por Josefina Campos.

Josefina foi aprendiz de Abigail e é super reconhecida por seus captadores, inclusive ano passado foi lançado um conjunto de captadores Custom Shop com seu nome.

Quer saber mais? Veja uma pequena entrevista com a Josefina a seguir.

Josefina Campos e Abigail Ybarra

Josefina Campos e Abigail Ybarra

M&M: Como você começou nesta indústria? 

Josefina: Comecei a trabalhar na Fender no departamento de lixamento em 1991. Sou muito apaixonada pelo processo artístico que envolve a fabricação de captadores. No que diz respeito ao mercado musical, sou muito grata pela apreciação que é dada ao meu trabalho.

M&M:  Há quanto tempo você trabalha na Fender no total? Sempre fazendo pickups?

Josefina: Trabalho na Fender há pouco mais de 29 anos. No entanto, não comecei a fazer pickups até cerca de 2004, quando comecei a trabalhar com minha mentora Abigail Ybarra.

M&M: Por que pickups?

Josefina: Decidi seguir a carreira de fazer pickups porque acreditava que era um trabalho excepcional e mágico.

M&M: Já pensou em abrir sua própria loja customizada de captadores?

Josefina: Não pensei sobre isso, pois estou muito contente com meu trabalho e posição atual na Fender.

M&M: É difícil ser mulher trabalhando nesse segmento, coisa que normalmente é feita por homens?

Josefina: Em minha experiência pessoal, não tive dificuldade em trabalhar neste segmento, pois todos os meus colegas de trabalho me apoiam muito. Gosto de pensar que somos uma família e que nosso local de trabalho é nossa segunda casa.

M&M: O que você pode nos dizer do pickup set com seu nome?

Josefina: O set específico é o Josefina Red Hot NK/BRG tele, mas cada pickup que faço é datado e assinado à mão. As curvas do Josefina Red Hot tele são as mais altas de qualquer pickup, daí a parte “Red Hot” no seu nome. É muito popular por sua alta resistência no braço e na ponte. É um set do qual estou muito orgulhosa, mas para mim, todos as meus captadores são especiais.

Modelo Josefina Tomatillo bobinado à mão 

Os captadores Tomatillo são feitos usando ímãs de Alnico 2, simulando o que um captador Alnico 5 antigo dos anos 1950 soaria agora. Eles usam fio magnético Formvar, ímãs biselados de Alnico 2 e fio de tecido, além de serem mergulhados em goma laca. A resistência DC do set é: Bridge 6.27, Middle 6.0, Neck 6.0.