Gsouza Gabinetes lança o GS-Compact BOX Iso Cabinet

Gsouza Gabinetes lança o GS-Compact BOX Iso Cabinet

por 06/11/2019

Com produção artesanal, os produtos da Gsouza Gabinetes e Acessórios estão sendo pedidos em todo o Brasil. Qual a mais recente novidade da empresa? O GS-Compact BOX Iso Cabinet.

Gabriel Souza

Gabriel Souza, proprietário da empresa, é marceneiro de profissão e músico por paixão. Foi assim que decidiu unir ambas as artes e começou a fazer seus primeiros projetos para uso pessoal. Desde então, amigos músicos locais passaram a encomendar ou customizar seus gabinetes e o negócio começou a crescer.

A Gsouza Gabinetes e Acessórios funciona desde outubro de 2014 em Tubarão, Santa Catarina, mas com encomendas provenientes de todos os estados do Brasil.

A empresa fabrica gabinetes feitos à mão (caixas de som) para guitarra, baixo, teclado e amplificadores. “Temos hoje a nossa linha GS-Classic Series, que tem um design exclusivo Gsouza, moderno com um toque vintage, dando personalidade à marca”, conta Gabriel, que se encarrega da produção integral de cada produto.

Também existem outras séries, como a Compact Series, a Modern Series e a Wood Series, sendo esta última toda amadeirada com acabamento envernizado.

“Como trabalhamos sob encomenda, damos ao cliente diversas opções, sem limitar sua escolha aos nossos modelos predefinidos, podendo ele optar pelo gabinete/modelo de sua preferência”, explica. “Também oferecemos a opção de gabinetes com falantes ou sem falantes, já que alguns clientes já possuem esse componente ou optam por fazer a importação direta.”

Hoje a Gsouza conta com distribuidores parceiros para poder oferecer aos clientes grandes marcas de falantes renomadas no mundo da música, como as importadas Celestion, Eminence e Jensen e a nacional Nordik.

Cabe destacar que os gabinetes são produzidos praticamente com matéria-prima nacional, fomentando o mercado interno e garantindo, assim, disponibilidade nas reposições, exceto quando se trata de componentes específicos, como os falantes e alguns acessórios que não possuem similares nacionais, necessitando da busca pelos importados.

Além dos modelos predefinidos, a empresa trabalha muito com customizações, em que o cliente pode definir tudo de acordo com suas necessidades, tais como acabamentos, dimensões, restaurações, entre outros, e até modelos baseados em marcas consagradas. “Não produzimos réplicas, mas, sim, nossas próprias versões do modelo de que o cliente gosta. Outro tipo de customização que oferecemos é a opção de mudar projetos, por exemplo, o cliente possui um amplificador versão combo e deseja separá-lo em head (cabeçote) + gabinete ou vice-versa”, detalha.

Wood Series (Pinus)

Os consumidores

Falando sobre o mundo dos produtos handmade, Gabriel comenta: “Pelo fato de ser um produto handmade (feito à mão), isso já é um fator importante no meio musical, fazendo com que nosso trabalho seja uma tendência para os amantes da música. Acredito que esta é uma área com uma amplitude enorme e grandes desafios, além das grandes marcas consagradas mundialmente no segmento de amplificadores, que inspiraram e ainda inspiram muitas pessoas. O setor musical handmade brasileiro vem surgindo como um exemplo de qualidade para os apaixonados por música, no qual procuram por produtos de extrema qualidade e confiança. Isso mostra que somos capazes de produzir equipamentos em nível de qualidade mundial e até superiores àqueles que sempre nos inspiraram!”

Gabriel destaca que “a Gsouza é uma pequena empresa pensando longe, mas com o pé no chão, sempre trabalhando da melhor forma possível para satisfazer a todos!”.

Para mostrar seus produtos ao público e continuar aumentando a visibilidade de marca, a empresa participou este ano da Music Show Experience. “Falando como consumidor, sempre tive vontade de visitar uma feira desse nível, mas nunca pude ir, e na primeira oportunidade que surgiu, estava lá, como expositor, mostrando ao coração do Brasil que a Gsouza Gabinetes existe! Uma feira onde tudo se ganha: amigos, clientes e muita experiência. Tivemos a honra de poder apresentar nossa marca para aqueles que ainda não conheciam a Gsouza e cultivar o fortalecimento da marca! Uma exposição que só nos faz crescer”, diz.

Na feira, a Gsouza apresentou sua linha Wood Series, composta por gabinetes amadeirados com acabamento envernizado e junção cauda de andorinha — como é conhecida no Brasil —, uma técnica japonesa com precisão milimetricamente calculada. Também estava em exposição a linha Classic Series, com design exclusivo para a marca Gsouza.

Novo: GS-Compact BOX Iso Cabinet

Mas o destaque, criado especialmente para a apresentação na feira, foi o gabinete GS-Compact BOX Iso Cabinet. “Um projeto espetacular que chamou muito a atenção de visitantes e curiosos, desenvolvido em especial para aqueles que moram em apartamento e gostam de fazer suas próprias gravações”, contou Gabriel.

Trata-se de um gabinete 112 compacto com uma caixa/tampa acústica com tratamento acústico interno. Ela proporciona uma redução sonora externa de 70% a 80%, conforme a potência do amplificador, sendo que em amplificadores de baixa potência — 15 W ou menos — a redução pode passar de 90%. Ele dispõe de dois suportes removíveis flexíveis para microfone com conexões XLRs (balanceadas) para ligar na interface de áudio ou mixer e conexões P-10 para a entrada do amplificador no gabinete 112. Como é um gabinete com duas partes individuais (caixa/tampa), também pode ser usado para apresentações ao vivo sem precisar levar as duas partes — o usuário pode levar somente o gabinete 112, em que ele já dispõe de dois suportes flexíveis para poder microfonar seu gabinete sem necessidade de usar um pedestal externo. Além de toda a sua funcionalidade, ele também dispõe de dois compartimentos internos para guardar acessórios, como as hastes flexíveis e microfones de uso pessoal.

Gsouza expôs na feira Music Show 2019. Acesse o site e descubra mais www.gsouzagabinetes.com

Instagram: @gsouzagabinetes
Facebook: facebook.com/gsouzagabinetes
Whatsapp: Clique para acessar o WhatsApp

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários