D’Angelico Guitars adquire Supro USA e Pigtronix por 03/07/2020

A marca de amplificadores Supro e de pedais Pigtronix agora pertence ao fabricante de guitarras D’Angelico.

A D’Angelico Guitars e a Supro colaboram em ações de marketing há anos, trabalhando para anunciar suas marcas como um bom par de guitarras e amplificadores. Agora surgiu a oportunidade de D’Angelico adquirir a Supro e eles não hesitaram na decisão.

Juntamente com a Supro, a empresa também adquiriu a Pigtronix, que pertencia à Absara Audio, com base em Long Island, Nova York.

“Todas as três empresas têm sua base de operações em Nova York, o que amplia a harmonia que essas marcas já compartilham”, disse o diretor de operações da D’Angelico, Jimmy Lovinggood. “Os últimos meses foram um período extremamente desafiador para empresas de todo o país e do mundo, especialmente na cidade de Nova York. Iniciamos essa aquisição muitos meses antes do Covid-19 e, embora este seja um período difícil para todos os setores, acreditamos realmente nessas marcas e decidimos avançar com total confiança”.

A Supro foi originalmente fundada em Chicago na década de 1930, produzindo amplificadores que foram usados ​​em alguns dos melhores discos de rock de todos os tempos. A marca foi relançada em 2013 e alcançou um estado popular na indústria da música. A Pigtronix está crescendo em popularidade entre as empresas de pedais boutique.

“A aquisição da Supro e da Pigtronix por D´Angelico cria um trio”, diz Dave Koltai, ex-co-proprietário da Supro e da Pigtronix. “É um ajuste perfeito, e estou muito satisfeito por poder continuar produzindo novos equipamentos para músicos de todo o mundo”. Koltai continuará a trabalhar como CTO e continuará a projetar e desenvolver os amplificadores Supro amps e os pedais Pigtronix, juntamente com o vice-presidente executivo de desenvolvimento de produtos da D’Angelico, Ryan Kershaw.

Embora a aquisição já tenha sido concluída, as marcas entrarão em uma fase de transição, desenvolvendo uma nova estrutura para a empresa e um plano de produto revisado para 2021. “Não poderíamos estar mais animados com o que está por vir”, diz Brenden Cohen, CEO. “Esta é a empresa que eu estava imaginando.”