Saúde: Como extrair os melhores resultados dentro das suas experiências

Saúde: Como extrair os melhores resultados dentro das suas experiências

por 04/08/2020

Vítima ou protagonista? Veja por que é importante contarmos as histórias certas sobre a nossa história para poder projetar nosso futuro.

Para você que não leu o primeiro artigo, “Os e efeitos da pandemia nos profissionais do mercado da música”, acesse esse link. Essa é uma base importante para os demais assuntos.

Nesse texto falaremos sobre a importância de contarmos as histórias certas sobre a nossa história. Isso mesmo… Pode parecer confuso mas podemos escolher contar histórias de dor ou de fortalecimento sobre o nosso passado. Conforme gráfico:

 

hist

 

Para melhor ilustrar vamos exemplificar

Imagine um adulto que sofreu com diversos problemas no passado, perdeu seu pai quando era muito novo e naturalmente teve que amadurecer muito cedo, abrindo mão de sua infância sendo exposto a muita responsabilidade. Enquanto seus amigos viviam lindas histórias ao lado de seus pais, ele sofria todos os dias com os efeitos da falta e saudade. Hoje ele é uma pessoa que justifica sua carência e profunda necessidade de afirmação por não ter tido um pai na sua infância.

Agora por outro lado, um jovem perdeu seu pai na mesma idade e com isso teve que assumir responsabilidades que não condizia com a sua idade. Ele usou essas experiências para se fortalecer e hoje mesmo com pouca idade é uma pessoa muito mais madura e preparada.

O que mudou nessa história? O passado é o mesmo, entretanto uma pessoa contou uma história de tristeza sobre os fatos passados, e a outra uma história de fortalecimento e vitória. Um escolheu o caminho de vítima do passado e o outro de vencedor das adversidades, tornando o primeiro uma pessoa triste e dependente e o segundo uma pessoa forte e vitoriosa.

Mas o que isso tem a ver a conosco, profissionais da música?

Pense que fomos formados (isso mesmo, colocados em uma forma) em toda nossa infância para atuar em um tipo de sistema, onde frequentávamos uma escola que tínhamos horário para entrar, para ir ao banheiro, comer, sair… só uma única pessoa falava e todos tinham que respeitar. Enquanto aprendíamos raiz quadrada, não aprendíamos sobre gerenciamento de emoções, gerenciamento financeiro, empreendedorismo e etc… Nosso sistema de ensino fazia sentido quando foi criado, mas atualmente deixa muitas dúvidas. E agora, na fase adulta decidimos ser músicos ou atuarmos no mercado musical, o qual exige uma postura completamente diferente.

O músico não teve instruções sobre como gerenciar sua vida e carreira, sempre fez tudo conforme achava que devia fazer. Agora durante a pandemia se cobra por não ter se preparado melhor antes. Nesse momento fica claro que começa a contar uma história de dor do passado, quando poderia aceitar o fato de ter escolhido um caminho que exigia dele habilidades ainda não desenvolvidas, e por mais que não esteja vivendo o resultado desejado, tomou consciência disso para que não volte a se repetir no futuro e conseguiu ser um vencedor até o momento atual, enfrentando todas as adversidades de uma carreira repleta de preconceito e dificuldade, e ainda assim, conseguiu criar sua família e construir suas habilidades.

E os profissionais do mercado musical (b2b)? Por mais que em partes não sofrem todos os pontos acima mencionados, lidam com músicos a todo momento. Se não conhecem suas habilidades e inabilidades, como construir um relacionamento duradouro com seu público, um produto certo e/ou uma loja que atenda suas necessidades?

Funcionamento e programação inicial do cérebro de maneira simplificada

O nosso cérebro acredita nas histórias que a gente conta, não só do passado como antes mencionado, mas nas projeções de futuro. Experimente acordar atrasado e profetizar um dia péssimo, “hoje o dia vai ser horrível”… provavelmente você derrubará o café, chutará a quina da porta, perderá o ônibus e por aí vai. Quem nunca passou por algo assim? Ao fazer isso você acaba de programar seu cérebro para diversas coisas negativas. O oposto também é verdadeiro, ao acordar diga para si mesmo e deseje um dia de sucesso, que seu cérebro acreditará. Sabe porquê? Ele não distingue o que é realidade ou ilusão, portanto é capaz de acreditar naquilo que você conta. É em cima disso que meditação trabalha, onde você projeta através de pensamentos e sugestões uma tela mental e o seu corpo é capaz de sentir todas as sensações. Esse também é um dos princípios científicos da fé (deixando de lado qualquer ponto de vista religioso), onde a pessoa acredita tão profundamente em algo que acaba programando sua mente subconsciente para alcançar tais resultados.

Conte as histórias certas sobre o seu passado. Você não tem o poder de muda-lo, mas pode encontrar um significado diferente que te faça ter uma atitude melhor no presente, sem que isso te impeça de conquistar seus objetivos no futuro.

Nós somos expostos diariamente a diversas situações as quais não fomos preparados em nossa formação. E mesmo assim, fazemos tudo com muita garra e conseguimos progredir. Não se esqueça dessas pequenas vitórias diárias e não se deixe levar pelo possível sentimento de culpa por não ter feito algo no passado e reflita…. Será que você tinha maturidade, sabedoria e conhecimento naquele momento para ter feito diferente? Caso a resposta seja não, não se puna por isso. Use essa experiência a seu favor como incentivo e aprendizado para que nunca mais se repita.

Essa é uma das primeiras e principais etapas da reprogramação mental, em breve disponibilizarei outros conteúdos que possibilitarão desenvolver as habilidade e conhecimentos para realizar essa programação e alcançar os melhores resultados. Mas antes disso, precisamos nos aprofundar mais em entender os motivos que nos levam a tomar determinadas ações. Falaremos sobre as CRENÇAS, verdades individuais que de maneira subconsciente são determinantes em todas as etapas e decisões da nossa vida.

Estamos juntos nessa jornada de desenvolvimento pessoal e profissional e mesmo sem te conhecer, acredito que você é capaz de alcançar os melhores resultados dentro dos recursos que você tem.

 

*Autor: Tiago Rausini, especialista em desenvolvimento humano e análise comportamental, com certificações internacionais nas áreas de Coaching e PNL. Formado em marketing com especialização em inteligência de mercado orientada a resultados, e desenvolvimento de produtos, marcas e serviços. Gerente comercial e marketing da Luen, atuando em outras importantes empresas no segmento musical nos últimos 12 anos. Fundador e treinador do instituto Kocsi. Instagram: @kocsi.oficial / E-mail: [email protected]