Produção musical x isolamento pela pandemia

Produção musical x isolamento pela pandemia

por 17/07/2020

No mercado da música, a presença do artista em estúdio é essencial para que o processo da criação de sua obra seja natural e consiga conectar todos os elementos que o artista quer transmitir. Mas como está sendo a produção musical agora?

Em meio à pandemia do Covid-19, como os estúdios estão conseguindo seguir com as demandas e produzir as músicas sem a presença física desses artistas? O produtor musical e engenheiro de mixagem e masterização Pedro Peixoto conta um pouco sobre como, em um momento de crise no mercado cultural, conseguiu superar o distanciamento e seguir com as produções.

“Normalmente recebemos os artistas dentro do nosso estúdio, o Medisen Studios, e começamos pela pré-produção. Nesse processo levantamos definimos a estrutura da música, assim como o andamento e o melhor tom para o cantor(a). Então seguimos para a música guia, registrando isso dentro de um software de gravação de áudio. O próximo passo é gravar todos os instrumentos separadamente, recebendo os instrumentistas para gravar seus respectivos instrumentos. Posteriormente, vem a edição, mixagem e masterização, onde tudo é feito digitalmente, dentro do Pro Tools, software de áudio que usamos na produção”, conta Pedro Peixoto.

Sócio-fundador do Medisen Studios, em Belo Horizonte/MG, e com diversos cases em seu portfólio, entre eles a banda Lagum, a artista Elana Dara, Gimenez, Clara x Sofia, entre outros, a reinvenção do trabalho é um dos pilares para que o mercado se mantenha aquecido.

“Agora com o confinamento, foi preciso readaptar todo esse processo, e conseguimos otimizar a produção por incrível que pareça! A parte da pré-produção é feita remotamente, através de uma chamada de vídeo, na qual transmitimos o áudio em tempo real e alta definição para nossos clientes poderem acompanhar o processo da estruturação da música. Seguimos então para as gravações individualizadas, também transmitidas remotamente para o cliente. De certa forma perde-se o encanto de estar dentro de um estúdio e usufruir de um espaço criativo colaborando com outras pessoas ao vivo, mas, por outro lado, ganha-se tempo, economiza-se deslocamento e conseguimos aumentar nossa produtividade em alguns casos”, completa.

“Essa semana, fizemos no estúdio uma produção remota de Clara x Sofia, com nosso parceiro Lipe Carvalho, que assina a produção musical do projeto junto com o Medisen Studios. Já tínhamos uma produção em andamento de uma faixa inédita das meninas que estava quase finalizada, porém surgiram ideias novas nessa quarentena, e devido ao fato de não teremos mais prazos super apertados, foi possível dar espaço à novas ideias”, finaliza.

Além de trabalhar diretamente com os artistas, Peixoto faz cursos on-line e workshops sobre áudio, com mais de 400 alunos em todo o país.