Música para quem vive de música – Volume 2

Música para quem vive de música – Volume 2

por 08/07/2020

Continuamos apresentando grandes discos e filmes para sua cultura musical. Hoje temos Sex Pistols, Donald Fagen e Kraftwerk.

Sex Pistols, Never Mind The Bollocks, Here’s The Sex Pistols, 1979 

Lançado no ano do Jubileu de Prata da Rainha Elizabeth II e com um single que desdenhava do hino nacional da Inglaterra, foi o disco que salvou o rock and roll do tédio e dos excessos do final dos anos 70. Gravação tosca, mas com uma agressividade e um timbre de guitarra inigualáveis.

 

sex pistols

 

Donald Fagen, The Nightfly, 1981 

Uma das primeiras produções a utilizar um gravador digital, no caso uma máquina de 32 canais desenvolvida pela 3M, a mesma fabricante das fitas cassete e demais milhares de produtos. Disco muito utilizado nos anos 90 para testar e calibrar os sistemas de sonorização utilizados nos grandes shows. Obra-prima sonora do fundador do Steely Dan, provavelmente uma das gravações mais perfeitas da história.

 

donald fagen

 

Kraftwerk, Computer World, 1981 – Se Trans Europe Express, outra pérola do Kraftwerk, influenciou o movimento Rap / Hip Hop no final dos anos 70, este disco deu origem ao movimento Techno e todas as suas derivações. Sons sintéticos exclusivos da banda que projetava os seus próprios sintetizadores e baterias eletrônicas. It’s more fun to compute!

 

kraftwerk

 

*Autor: Alexandre Algranti, veterano do mercado latinoamericano de eletroacústica e colecionador de discos. Contato: [email protected]