Music China planeja edição para outubro por 17/06/2020

Organizadores anunciaram que estão trabalhando para realizar a edição de 2020 da feira Music China. O encontro será de 28 a 31 de outubro em Shanghai.

O mundo deu um reviravoltas, todos sabemos disso. Cada coisa na vida das pessoas e das empresas mudou, e cada um dos setores relacionados com o entretenimento ao vivo e as aglomerações está mudando também.

Muitos eventos foram cancelados ou adiados no mundo todo. A metade do mundo está passando por um dos piores momentos do coronavírus, enquanto a outra metade está mostrando sinais de recuperação e reativação de atividades. Prova disso é a Music China que será realizada como normalmente é na China.

Depois de ter cancelado a edição na Alemanha, os organizadores da Messe Frankfurt decidiram levar a cabo o encontro que é realizado cada ano em outubro. Eles acham que é a feira terá um papel importante para reunir fabricantes, fornecedores, agentes, compradores e fãs da música, no meio da difícil situação que os negócios em diferentes setores estão atravessando em todo o mundo.

Os organizadores são otimistas sobre o show deste ano. Judy Cheung, vice-gerente geral da Messe Frankfurt HK, disse: “Esperamos ansiosamente pela edição de 2020 com uma perspectiva positiva, mas mesmo assim estamos monitorando a situação de perto e tomaremos medidas oportunas para nos adaptar a qualquer mudança neste cenário.”

Marcas internacionais mostram confiança na decisão

Sem dúvida está sendo um ano cheio de desafios e os organizadores identificaram o desejo das empresas em expandir e reativar seus negócios. No começo de junho, várias marcas internacionais confirmaram sua participação na Music China. Nomes como BAM, Casio, Kawai, PianoDisc, Saga, Samick, Schimmel, Seiko, Steinway, Taylor, Thomastik, Yamaha, Yanagisawa e mais.

Os fabricantes locais também mostraram seu apoio, como Ningbo Hailun Piano, Hebei Jinyin Musical Instruments, Hsinghai Piano, Parsons Music, Guangzhou Pearl River Piano e outros.

Kay Chen, representante da divisao de marketing da Yamaha Music & Electronics (China) Co Ltd, disse: “Para combatir os efeitos negativos que a pandemia trouxe, queremos usar a influência que a Music China tem na indústria como um canal de promoção. Expor na feira nos permitirá reforçar a nossa imagem de marca e demonstrar totalmente a nossa força.”

Neste momento, o mercado chinês também está sendo alvo das marcas internacionais. Espera-se que o segmento de instrumentos musicais na China atinja 7.059 milhões de dólares em 2020, sendo mais de 20% do lucro global.

A feira Prolight + Sound Shanghai de iluminação, áudio e outras tecnologias para o setor de entretenimento também será realizada em paralelo.

Interessante destacar que nem no comunicado oficial nem no site de ambas as feiras encontramos informações sobre medidas de segurança, higiene e saúde relacionadas ao coronavírus, então podemos concluir que os eventos serão realizados normalmente, do mesmo jeito que acontecem a cada ano.