Novas formas de produção, venda e interação com a música

Novas formas de produção, venda e interação com a música
maio 24 14:42 2016

Ou… O novo mundo da música!

Como aficionado por música desde que me conheço por gente, já testemunhei muitas ondas: o toca-fitas no carro, o walkman na cintura, ficar horas esperando a música tocar na rádio para gravar, pegar discos emprestados com diversos amigos para passar o final de semana gravando as músicas dos discos que eu não tinha e muito mais.

Estudava as fichas técnicas das capas dos discos de vinil e dos CDs, aprendia quais eram os bons produtores, arranjadores e músicos, comparava estilos, técnicas, levadas, o conjunto da obra, o detalhe do indivíduo, e depois tentava reproduzir no meu estúdio como produtor amador e como baterista.

Evolução digital

Captura de pantalla 2016-05-24 a las 12.09.24Hoje temos todo um novo modo de relacionamento com a música. Gostou do que ouviu na rua, no rádio ou dentro da loja? Aponta o celular com o Soundhound aberto que ele te diz quem canta, quem produziu e o autor da música. Quer para você? Então dali mesmo já marque no Spotify. Pronto. Agora pode ouvir onde e quando desejar.

O mesmo vale para gravar: hoje você tem tecnologia miniaturizada que lhe permite gravar com qualidade, desde que tenha competência técnica e sensibilidade para dominar os equipamentos e conduzir os artistas. Em casa!

Pegando o exemplo romantizado do filme Mesmo se Nada Der Certo — em que um produtor criativo saindo de um colapso decide gravar uma talentosa autora no meio da cidade, uma faixa por local —, vemos a sensibilidade do artista, a destreza do produtor e a voracidade do mercado consumidor. Sim, a outra ponta é cruel. Quer sempre novidade, é visual e auditiva, social e colaborativa. Compartilha e curte, ou não, com uma voracidade nunca antes percebida.

Leia também:  Ferragens Bauer retornam ao mercado

E é neste mundo que buscamos estar: usar o Vimeo para divulgar o seu produto, o Spotify para dar convergência e portabilidade, o Staffpad para permitir a execução e o registro das melodias.

Possibilidades de mercado

Captura de pantalla 2016-05-24 a las 12.09.33É estranho e, ao mesmo tempo, fascinante para mim perceber como a música e os músicos estão mais próximos dos seus fãs consumidores, seja nas plataformas digitais, seja nos shows e eventos organizados pelo mundo. Essa nova dinâmica permite que as novas bandas, que os novos talentos surjam e floresçam sem a obrigatoriedade de uma gravadora, de um selo, de uma chancela. E isso é lindo! Hoje todos podem, desde que tenham talento. E mais ainda: mesmo sendo um mercado integrado globalmente, a mesma tecnologia nos permite segmentar o nosso público em pequenos nichos, pequenos clusters onde temos mais chances de acertar. As redes sociais nos ajudam a dar o tiro certeiro. Sucesso mundial com um milhão de fãs? Por que não? Se ouvirem minha música e assistirem aos meus shows, estarei feliz. Você não?

Sensibilidade, talento e tecnologia aplicados na produção, oferta e relacionamento. Você está pronto para o novo mundo?

 

Comentários
view more articles

About Article Author

Alessandro Saade
Alessandro Saade

Baterista, administrador de empresa, pós-graduado em Marketing pela ESPM, mestre em Comunicação e Mercado pela Cásper Líbero e especialista em Empreendedorismo pela Babson School. Professor no Master de Empreendedorismo e Novos Negócios da BSP, é autor e colaborador em diversos livros.

View More Articles