Melhores fones de ouvido de estúdio internacionais de 2021 por 10/05/2021

Muitas opções estão disponíveis para quem procura um bom par de fones de ouvido para usar em estúdio. Atenção produtores e músicos, mostramos aqui alguns modelos com cabo disponíveis no mercado internacional para você analisar e escolher.

Os fones de ouvido são provavelmente um dos itens mais usados no estúdio. Eles são uma ferramenta essencial para avaliar a imagem estéreo, os graves e os detalhes finos em uma mixagem. Como os monitores de estúdio, escolher o par certo de fones de ouvido de estúdio é importante, mas é uma escolha muito pessoal.

Para ajudá-lo na sua escolha, elaboramos este guia com os melhores fones de ouvido de estúdio internacionais disponíveis atualmente.

1. Focal Listen Professional Studio Headphones

Os melhores fones de ouvido de estúdio para todas as necessidades de produção musical

 

 

Preço: USD 299 | Tipo: Closed-back, over-ear | Resposta de frequência: 5Hz – 22kHz | Impedância: 32 Ω | Tipo de driver: Mylar/Titânio, 40mm | Conexão: com cabo

Positivo:

  • Ajuste forte e confortável
  • Reprodução de som sólida em volume baixo
  • Visual distinto

Negativo:

  • Aro de silicone atrai suor

Os Focal Listen Professional são exatamente o que diz na embalagem: ideais para audição e tarefas profissionais. Isso os coloca firmemente no topo de sua classe na categoria de multiuso. No geral, o ajuste é confortável, mas não muito apertado como para fazer que os longos períodos na poltrona de mixagem sejam insuportáveis.

Na verdade, longe disso, o tempo mais longo que os usamos foi em torno de três horas, e os principais problemas foram dores nas costas e cansaço nos olhos. Embora muitos engenheiros e especialistas em áudio possam preferir designs com a parte traseira aberta devido à sua falta de fadiga, os Listen Professional fechados têm um desempenho admirável a esse respeito.

Descobrimos que a resposta desses fones de ouvido é perfeitamente equilibrada, com graves notavelmente neutros e vigorosos com bastante extensão, médios completos e claros e agudos brilhantes e suaves. Completo com um lindo case rígido, não achamos que haja um melhor fone de ouvido de estúdio completo nesta faixa de preço.

2. Sennheiser HD-206 Studio Headphones

Os melhores fones de ouvido de estúdio para fazer música por menos

 

 

Preço: USD 59 | Tipo: Closed-back, over-ear | Resposta de frequência: 21Hz – 18kHz | Impedância: 24 Ω | Tipo de driver: Dinâmico, fechado | Conexão: com cabo

Positivo:

  • Resposta balanceada
  • Ótimo para tracking
  • Durável, mas leve

Negativo:

  • O cabo é um pouco longo

Se você está procurando um par de fones de ouvido baratos para o uso diário em estúdio, deve dar uma olhada no Sennheiser HD-206. Com o respeitado nome Sennheiser no aro na cabeça, os HD-206 extremamente resistentes e duráveis são confortáveis de usar por longos períodos.

Surpreendentemente preciso para o preço, o HD-206 mais do que favoravelmente faz jus aos seus pares muito mais caros. A resposta de graves em particular é rica e nítida, com muitos detalhes nos médios e agudos também.

As almofadas hipoalergênicas são mais do que adequadas para bloquear ruídos estranhos, seja no estúdio ou em trânsito, e a esse preço, você não deve duvidar em tê-los dentro da bolsa do laptop. Compre um par antes que a Sennheiser perceba como eles são bons e aumente o preço.

3. Audio-Technica ATH-R70x

Os melhores fones de ouvido de estúdio quando você precisa de fones de ouvido de referência abertos

 

 

Preço: USD 349 | Tipo: Open-back, over-ear | Resposta de frequência: 5Hz – 40kHz | Impedância: 470 Ω | Tipo de driver: Resina composta de carbono, 45mm | Conexão: com cabo

Positivo:

  • Boa separação estéreo
  • Design exclusivo de aro
  • Grande clareza e detalhe

Negativo:

  • Nada

Designs abertos como no ATH-R70x tendem a ser preferidos para sessões de mixagem longas, pois geralmente são mais leves e menos cansativos do que os fones de ouvido fechados, o que é uma boa notícia, pois este modelo foi especialmente desenvolvido como um fone de ouvido de referência para mixagem.

A este preço e mais, utilizamos modelos com um “ar” mais aparente, mas não consideramos isso uma deficiência; se houver alguma coisa, significa que é menos provável que você termine com uma mixagem entediante. No outro extremo, a resposta não é menos suave em toda a extensão de que você precisa, sem o menor sinal de boom ou falsa gordura.

Subindo, os médios baixos continuam sem rugas, sem cortes econômicos (uma voz que muitas vezes é usada para mascarar uma resposta desigual) para que você possa realmente ouvir o que está acontecendo, para melhor ou para pior. Para nós, tudo gira em torno de médio e baixo-médio, e com o R70x todo o suco chega sem complicações; tudo aparece claramente delineado e ordenado, a menos que a fonte seja outra.

É um modelo de alta impedância, portanto, você precisará de um amplificador de fone de ouvido adequado para conectá-los para obter os melhores resultados.

4. Sony MDR-7506 Studio Headphones

Continua liderando as listas depois de 35 anos

 

 

Preço: USD 99 | Tipo: Closed-back, over-ear | Resposta de frequência: 10Hz – 20kHz | Impedância: 63 Ω | Tipo de driver: neodímio, 40mm | Conexão: com cabo

Positivo:

  • Fones de ouvido 4x4
  • Confortável para uso mais longo
  • Ótimo som

Negativo:

  • O longo cabo em espiral é bastante pesado

A série MDR da Sony existe há anos e tem uma forte história de estúdio, confirmada por décadas de uso diário nas indústrias de gravação e transmissão em todo o mundo. A encarnação atual, o MDR-7506, é uma combinação brilhante de conforto, praticidade e valor.

Extremamente confortável para usar por longos períodos de tempo, eles são projetados para expor o que está errado em uma gravação ao invés do que é certo. A par com outros fones de ouvido que custam o dobro, o som é forte e claro em todo o espectro (com um aumento moderado nos agudos), enquanto ainda consegue não ser muito plano.

Portanto, no geral, o fato de que esses fones de ouvido “4x4” estão disponíveis por menos de cem dólares é algo que não pode ser ignorado.

5. Beyerdynamic DT1770 PRO

Os melhores fones de estúdio para mixar frequências low-end

 

 

Preço: USD 599 | Tipo: Closed-back, over-ear | Resposta de frequência: 5Hz – 40kHz | Impedância: 250 Ω | Tipo de driver: neodímio Tesla dinâmico, 45mm | Conexão: com cabo

Positivo:

  • Excelente qualidade de som
  • Boa construção
  • Ótimos detalhes low-end

Negativo:

  • Não é barato

A Beyerdynamic é um peso-pesado de áudio, responsável pela onipresente gama de fones de ouvido DT 100 que estavam por toda parte nas décadas de 1980 e 1990 e ainda estão disponíveis hoje. Sua linha atual é enorme, mas projetada especificamente para mixagem, os DT 1770 são extremamente bem balanceados em todo o espectro audível.

Os médios não têm mudança de fase audível, permitindo clareza essencial para uso profissional. O palco sonoro projetado em sua cabeça é tão agradável quanto revelador. Eles fornecem uma visão muito detalhada do seu áudio, da esquerda para a direita, da frente para trás e até mesmo nos cantos.

Por ser um design de alta impedância, você precisará acioná-los com força, mas desde as caudas de reverberação discretas escondidas atrás de uma faixa média movimentada até pequenas distorções e clipes, eles reproduzem tudo que sua cadeia de sinal é capaz de fornecer. A restauração, mixagem e tracking de áudio se beneficiam muito da qualidade oferecida pelos DT 1770.

6. Pioneer HRM-7 Studio Headphones

Os melhores fones de estúdio para longas sessões de mixagem

 

 

Preço: USD $239 | Tipo: Closed-back, over-ear | Resposta de frequência: 5Hz – 40kHz | Impedância: 45 Ω | Tipo de driver: dinâmico, 40mm | Conexão: com cabo

Positivo:

  • Confortáveis
  • Leves
  • Gama dinâmica sem distorções

Negativo:

  • Não apto para uso em cabine 

Os fones de ouvido podem ser uma boa maneira de avaliar os graves quando os monitores disponíveis não vão muito longe e os HRM-7 não decepcionam nesse aspecto. Não há publicidade, apenas uma imagem clara do que está acontecendo. Os campos médio-baixo e médio são cruciais para a carne real em qualquer mixagem, e pode ser fácil fazer uma bagunça aqui sem um monitoramento decente.

Os HRM-7 apresentam detalhes nesta faixa com precisão; sem esculpir ou empurrar para a frente, que muitas vezes são os efeitos colaterais dos designs bass-hyped ou bass light (respectivamente). A parte superior arejada, ou seja, 15 kHz em diante, está presente e correta para que você possa controlar a ‘cintilação' sem hesitação. A faixa de agudos médios/agudos iniciais (5kHz) é um pouco super-representada para o nosso gosto, fazendo com que mixemos esta região muito para trás.

7. Mackie MP-240

In-ears de alto rendimento deslumbrante

 

 

Preço: USD 199 | Tipo: In-ear | Resposta de frequência: 20Hz – 20kHz | Impedância: 32 Ω | Tipo de driver: Design de driver híbrido – driver dinâmico LF, MF/HF armature driver | Conexão: com cabo

Positivo:

  • Estojo rígido
  • Muitas opções de equipamento
  • Design de driver híbrido

Negativo:

  • Nada

O MP-240 usa um driver dinâmico para os graves e um driver de armadura balanceada para os médios e altos (Mackie chama isso de design híbrido duplo), e embora este modelo não seja substancialmente mais caro do que o MP-220, sentimos que está muito acima sonoramente. Primeiro, a faixa média é mais definida, mas no geral parece menos proeminente, o que deve ser menos cansativo.

É na extremidade aguda que eles realmente vencem, com altas frequências claras, mas suaves, proporcionando uma excelente articulação. Na verdade, voltar para o MP-220 serve apenas para esclarecer o quão melhor o MP-240 soa.

*Fonte/Autor: Dave Clews. Parte deste artigo foi publicado originalmente em MusicRadar

 

MP Series - Getting the Best Sound and Fit