Luzes Robe BMFL tocaram com Metallica nos EUA

Os Metallica fizeram dois shows no Chase Center de San Francisco em dezembro, comemorando 40 anos de história. A iluminação contou com mais de 150 BMFL WashBeam da Robe.

O designer de iluminação Rob Koenig colaborou de perto com o designer de produção Dan Braun, cuja arquitetura visual impressionante – com 45 superfícies de vídeo grandes, multicamadas e sobrepostas – deu o tom visual para esta retrospectiva ao vivo única. Enquanto as telas foram fundamentais para mostrar a reprodução de vídeo, entrevistas, obras de arte e outros materiais de arquivo das últimas quatro décadas, a iluminação destacou tanto os Metallica quanto seu público, unindo e energizando um vínculo incrível que os mantém no topo do seu jogo desde o década de 1980.

Precisando da solução de iluminação mais dinâmica e flexível possível para esses shows, Rob e Dan escolheram 148 movings Robe BMFL WashBeam para serem o coração da montagem de iluminação, além de mais 16 x BMFL WashBeam rodando em quatro sistemas RoboSpot.

Além das 19 barras de LED móveis, esses BMFL foram as únicas luzes no equipamento a partir dos quais a equipe de design criou 36 músicas com aparência e tratamentos únicos e impressionantes.

O primeiro show começou com “Hit the Lights” e Rob fez exatamente isso… aproveitando a oportunidade de empurrar os limites criativos do teatro, drama e emoção para 16 músicas naquela noite, seguidas por outras 16 – uma mistura de clássicos, blockbusters e raridades – para o segundo concerto.

Vinte e quatro BMFL WashBeam se espalharam pelo palco, envolvendo uma das elipses menores que suportavam o monólito de vídeo em forma cilíndrica central, com mais 48 em uma das elipses maiores que também foi dividida por elementos de PA.

Na platéia, três níveis estrategicamente colocados de BMFL WashBeam adicionaram profundidade e dimensão, um lote de 24 no nível do piso, mais 24 aparelhos no nível do saguão, com o terceiro e mais alto conjunto de 24 BMFL voado sobre o público em posições ideais para bater sobre o palco, uma construção em forma de diamante de 44 pés no centro do espaço.

“Sendo um marco de 40 anos, essa vibe foi abraçada na iluminação, mas sempre mantendo as complexidades e características vitais dos Metallica”, explicou. Rob, Dan e o diretor de vídeo ao vivo Gene McAuliffe colaboraram de perto na criação de uma estética quase metafísica.

As músicas foram entregues cronologicamente da mais antiga na primeira noite e na ordem inversa na segunda, o que ofereceu mais oportunidades para a espontaneidade.

O BMFL WashBeam tem sido uma “âncora” dos Metallica por alguns anos, depois que Rob inicialmente se apaixonou por ele na turnê de reunião “Not In This Lifetime” dos Guns ‘n’ Roses em 2016. Ele disse: “Ainda é minha melhor opção hoje por sua alta potência e grande versatilidade”.

O equipamento de iluminação foi fornecido pela Premier Global Productions de Nashville, Tennessee. Os chefes da equipe de iluminação no local eram Anthony Kordyjaka e Jason Lanning e a equipe de vídeo era da PRG. Os dois departamentos visuais também se uniram e gerenciaram em conjunto todo o cabeamento e outras infraestruturas básicas.

Fotos de Ralph Larmann

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe seu Comentário

Música & Mercado
Logo
Registrar Nova Conta
[arm_social_login]
Redefinir Senha
Comparar itens
  • Compare Guitarras (0)
Comparar