JAM Pedals lança pedal Seagull, dedicado ao efeito Echoes de David Gilmour

Inspirado no som Echoes da lenda do Pink Floyd, o pedal de efeito de som de gaivota apresenta um segundo modo para tons de wah vintage.

A JAM Pedals apresentou o Seagull, uma versão de linha padrão simplificada de seu pedal multi-efeitos Pink Flow, dedicado a alcançar o efeito distinto de som de gaivota de David Gilmour.

Encontrado particularmente em Echoes do Pink Floyd – assim como Is There Anybody Out There? de 1979 – o efeito sonoro de gaivota único de Gilmour foi originalmente criado quando um roadie plugou um pedal wah incorretamente, e é conhecido por seu caráter estridente e inchado.

É esse efeito exato que o pedal, apropriadamente chamado, Seagull busca. Nascida da crescente demanda dos fãs por uma unidade Seagull autônoma, a unidade recria o mesmo som encontrado no Pink Flow, embora apresentando controles e funcionalidades aprimorados.

A nova versão para 2022 é chamada de pedal “dois em um” e visa oferecer tons wah vintage e vocal, juntamente com o efeito Echoes de Gilmour.

O layout de controle é maravilhosamente simples: existem dois interruptores: C, para selecionar entre os modos gaivota e wah e S, para alternar entre três faixas de sweep e dois botões de controle.

L é responsável por ditar o nível de saída, enquanto F é encarregado de ajustar a frequência. Há também um único pedal, que pode ser pressionado momentaneamente para acionamentos temporários. Os controles são os mesmos para ambos os modos.

No entanto, de acordo com a JAM Pedals, existem algumas regras que você precisa seguir para aproveitar todo o potencial do Seagull. Captadores passivos são obrigatórios e não deve haver pedais de bypass com buffer entre a guitarra elétrica e o pedal.

Ao operar o Seagull, a JAM Pedals aconselha você a maximizar o volume da sua guitarra e usar o controle de saída do pedal para ajustar o tom ao seu gosto. O tom, por sua vez, é manipulado através do potenciômetro de tom, com diferentes captadores prometendo diferentes tons fundamentais.

Como um bom bônus, o Seagull está disponível em um trio de obras de arte de edição limitada, que podem ser encontradas a seguir.

*Por Matt Owen, editor de notícias e escritor da Guitar World, Guitarist e Total Guitar. Ele tem mestrado em guitarra, bacharelado em história e passou os últimos 16 anos tocando de tudo, desde blues e jazz até indie e pop. Quando não combina sua paixão por escrever e música durante seu trabalho diário, Matt grava para várias bandas e compositores do Reino Unido como músico de sessão.

Publicado originalmente na Guitar World.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe seu comentário

Música & Mercado
Logo
Registrar Nova Conta
Shopping cart