Coronavírus: feiras canceladas e adiadas no mundo todo por 27/03/2020

Diferentes feiras e eventos do setor cancelaram ou adiaram sua edição de 2020 devido à situação mundial causada pela covid-19

Não é de surpreender que, seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério de Saúde dos governos locais, diferentes promotores e organizadores no mundo tenham decidido mudar as datas de suas feiras e eventos.

Exemplo disso foi a Messe Frankfurt, que primeiro tinha optado por adiar a edição deste ano de abril para maio, mas logo anunciou o cancelamento total das suas feiras Musikmesse e Prolight + Sound de 2020, além de outros eventos relacionados em Frankfurt. Ambas serão realizadas em 2021. Ainda não sabemos as datas certas da Musikmesse, mas aparentemente a Prolight + Sound será de 13 a 16 de abril.

Os mesmos organizadores decidiram adiar também a feira Prolight + Sound Guangzhou 2020, que seria realizada alguns meses antes, de 19 a 22 de fevereiro, para dar apoio ao governo chinês e tentar controlar o surto de coronavírus no país asiático. As novas datas ainda não foram anunciadas.

No México, o panorama não é diferente. A reconhecida feira sound:check Xpo adiou sua edição deste ano, planejada originalmente para acontecer em abril, para o segundo semestre. “Seguindo as indicações da Organização Mundial da Saúde e as sugestões do governo do nosso país, a sound:check Xpo foi adiada para o segundo semestre de 2020”, indica o comunicado oficial. “Para o comitê organizador da sound:check Xpo, não foi uma decisao fácil, mas a saúde e a segurança dos assistentes do evento são prioridade, e em breve daremos a conhecer as novas datas para sua realização.”

No Brasil, a mesma decisão foi anunciada pelos organizadores da TecnoMultimedia InfoComm Brasil, que, originalmente prevista para 14 a 16 de abril de 2020, foi remarcada para 20 a 22 de outubro (de terça a quinta-feira) no Transamerica Expo, em São Paulo.

“Embora entendamos que isso possa causar transtornos, colocamos a saúde e a segurança de nossos expositores e participantes como a principal preocupação”, disse Max Jaramillo, diretor administrativo da TecnoMultimedia InfoComm Latinoamérica.

Seguindo o conselho do governo brasileiro sobre o cancelamento e o adiamento de grandes encontros, outros eventos regionais também cancelaram ou remarcaram sua realização.

Isso vai além dos eventos, pois lojas, distribuidoras e fabricantes também tiveram de parar suas ações físicas, adaptando atividades por meio de home office e todo tipo de suporte on-line em diferentes países do mundo.

A feira Music Show, anunciada para 24 a 27 de setembro, continua sua planificação original, pois tudo indica que a situação do mercado reiniciará todas as atividades para antes dessa data. Os espaços de exposição continuam a serem vendidos e a programação de conferências, seminários e workshops está correndo normalmente. “A preparação para a Music Show está sendo realizada normalmente,” disse Daniel Neves, um dos organizadores do evento. “Ainda não vemos necessidade nenhum de cancelar ou adiar o evento, pois confiamos em que a situação vai se normalizar antes do previsto.”

Vida on-line

Perante esse cenário, vários fabricantes começaram a disponibilizar conteúdo on-line para continuar treinando e capacitando seus clientes e seguidores. A Shure do Brasil e seus especialistas, por exemplo, criaram cursos e aulas virtuais para seguir pelo Facebook.

As empresas de iluminação Avolites e SGM também estão oferecendo vídeos e aulas on-line, e cada vez há mais propostas para que usuários não fiquem parados e possam reunir mais conhecimento nos setores de iluminação e áudio.

Pelo lado da música, os fabricantes e distribuidores de instrumentos estão criando ações para movimentar o mercado de forma virtual. Como? Com shows ou lives dos seus endorsees, e até promoções para obter desconto nas compras on-line.

A Hohner está pedindo a todos os seus usuários que postem uma foto com seus instrumentos ou um pequeno vídeo tocando com a hashtag #unitedinsound no Instagram para unir o mundo por meio da música. Além disso, artistas da marca de todo o mundo farão livestreams grátis, tocando ou dando dicas de seus instrumentos Hohner.

A Gibson encoraja todo mundo a fazer atuações on-line, entrevistas ou bate-papos com o programa #HomeMadeMusic para unir os amantes da música e dar suporte à comunidade musical. As sessões formarão um programa com conteúdo original de artistas que usam instrumentos Gibson e Epiphone e estarão disponíveis no canal  Gibson TV, dando apoio ao fundo Covid-19 Relief Fund da MusiCares (The Recording Academy).

A marca de ukuleles Kala fechou temporariamente sua matriz na Califórnia, mas ofereceu um desconto de 20% para compras on-line durante o mês de abril.

Falando sobre o Brasil, a WMS convoca seus usuários e clientes a postar um vídeo tocando um trecho da sua música favorita, marcando @vaterbrasil, @kyserbrasil, @augustinebrasil, @cleartonebrasil ou @taylorguitarsbrasil e a loja em que comprou nas redes sociais, sem importar a marca que a pessoa use.

A Make Music, junto com a NAMM e a Anafima, está pedindo a todos os músicos e compositores para fazer um movimento musical on-line a fim de homenagear os profissionais da saúde que todos os dias assistem os infectados no Brasil e no mundo todo, com a hashtag #musicaparamedicos, no dia 21 de cada mês.

É o jeito, amigos. Pelo menos até a metade do ano teremos de ser ainda mais criativos e apoiar o nosso mercado com ações desse tipo, aproveitar o tempo e o conhecimento para espalhar otimismo e energia positiva para todos os cantos do mundo!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.