Como projetar um sistema de som

Como projetar um sistema de som

por 18/06/2021

Como agregar valor a um projeto de sonorização? Este é um processo ou discussão que ocorre no início de qualquer projeto. Veja aqui algumas dicas que podem ajudar.

Às vezes, ao iniciar a fase de elaboração, o Integrador procura determinar o que o cliente precisa para executar o projeto e quais especificações adicionais ou rejeições são solicitadas pelo cliente. Mas a questão é, a taxa de conversão de orçamento em venda de todos os clientes capturados pelo Integrador, ou quanto deste ciclo é fechado? 

Quando surge uma demanda, o Integrador se depara com os desejos do cliente que, na maioria das vezes não tem ideia de custo. Então é preciso fazer uma entrevista com uma série de perguntas para o cliente das reais necessidades, para que possa ser criado uma solução que funcione, e não só isso, uma solução que tenha compatibilidade, escalabilidade, design, e o mais importante que atenda o budget do cliente. 

Cada projeto tem suas particularidades e abrange muitos elementos onde é preciso muita atenção em todos os detalhes, além de evitar erros futuros na instalação, a ideia é potencializar “valor agregado” e ganhar mais confiança do cliente. 

As principais informações que o Integrador precisa inicialmente para um projeto de sonorização com valor agregado: 

Entrevista com os usuários da solução, seja os próprios usuários, profissionais de Facilities e/ou profissionais de TI 

É tarefa do Integrador fazer perguntas como: 

Qual é a aplicação? (Ex. palestra, apresentação musical, música ambiente etc.) Quais são as necessidades de controle e gerenciamento? 

(Ex. terá um profissional habilitado, como por exemplo um técnico de som, para operar o sistema ou será necessário um sistema com inteligência artificial) 

Quantos microfones? Quantos canais de linha? Enfim, isso que estamos falando apenas de áudio por enquanto. 

– Planta baixa do local com corte longitudinal e transversal

Identificar com o cliente quais as áreas que serão sonorizadas. Muitas vezes o cliente destaca um auditório, para uso interno como apresentações e possíveis web conferência. Porém, o integrador identifica na planta um Foyer na entrada do auditório, uma recepção e mais duas salas de reuniões. Então, pode perguntar para o cliente se desejam sonorizar esses espaços, e oferecer uma solução central, já que a mesma Matriz de processamento do auditório pode distribuir e gerenciar múltiplos ambientes com fontes e controles independentes. Além, é claro, o auxílio da planta baixa para o desenvolvimento, infra estrutura do sistema, simulações de cobertura sonora e diagramas do projeto através de softwares. Isso vale para lugares que serão construídos, caso o espaço a ser feito estudo para sonorização já exista, é importante solicitar fotos do local com o cliente, e até mesmo uma visita técnica para análise. 

 

 

Pontos importantes na elaboração de um projeto de áudio

Após entender todas as necessidades do cliente e juntar todas as informações, é preciso desenvolver um projeto técnico que seja compatível com a tecnologia adotada em todo espaço, o design, a infra estrutura precisam andar em união no escopo. Além disso, antes da escolha do tipo caixa de som ideal, é preciso entender a acústica da sala, pois se o espaço não tiver um projeto acústico, é preciso entender o ambiente como um todo para uma escolha diferenciada de fonte e pressão. 

A escolha da fonte depende do nível de pressão sonora desejável atrelado ao conteúdo musical, e então atingir o melhor resultado de média aceitável com o máximo de homogeneidade na área de audiência destacada. Se a prioridade é a fala, é preciso muita atenção no índice de inteligibilidade STI. 

Um projeto de áudio precisa estar em união ao projeto acústico, elétrico e arquitetônico. 

Existem diferentes tipos de situações de espaços e aplicações nas instalações fixas, e é preciso muita atenção em cada uma delas. 

 

 

Quais ferramentas são importantes para o desenvolvimento

Para um estudo técnico prévio de um projeto, é preciso o domínio de alguns softwares extremamente importantes: 

Existe alguns softwares para fazer previsão sonora simples, como CISSCA, YS3, EASE FOCUS, EASE ADDRRES, L-ISA, NS1, JBL-LAC, MAPP-3D. Levam em consideração somente o som direto, para fins de análise de cobertura e SPL mínimo necessário. 

Para um cálculo levando em consideração a acústica do local, é necessário um software dedicado: (EASE, CATT, ODEON, COMSOL) 

– Se o Integrador for trabalhar com Acústica, além de uma base de engenharia, certificação e conhecimento técnico na área, é preciso conhecer o software EASE da companhia Alemã AFMG (Ahnert Feistel Media Group) O pacote do software fornece aos designers de sistema e consultores um conjunto inestimável de ferramentas para todos os aspectos da prática profissional, desde modelagem e simulação detalhada e realista da acústica do local e desempenho do sistema de som até apresentações informativas e envolventes para o cliente, bem como avaliação de dados profissionais e verificação. Outro software é o ODEON (Dinamarca) mais abrangente para acústica de ambientes. Simulações e medições acústicas interna de edifícios. Com o tratamento adequado, situações ao ar livre também podem ser estudadas. Dados um modelo 3D e materiais (propriedades da superfície), a acústica pode ser prevista, ilustrada e ouvida. O reforço de som é facilmente integrado nas previsões acústicas. ODEON usa o método de fonte de imagem combinado com um algoritmo de traçado de raio modificado. 

Mais algumas dicas

Planta baixa: Conhecimento em desenho técnico arquitetônico e afinidade com os softwares da Autodesk Autocad e Revit. 

Diagrama de bloco: Para desenhar os diagramas de ligação para o auxílio na execução do projeto é preciso ferramentas para esses desenhos, destaco o Concept Draw, Star Draw e Microsoft Visio. São softwares muito específicos e práticos. Mas é possível desenhar diagramas no próprio Autocad. 

Alinhamento de Sistema: Essa é a parte final do projeto, a entrega técnica, e para a certificação ter êxito é preciso ferramentas para a leitura dos resultados para possíveis correções e ajustes. Smaart, REW, Rita Analyser e CrossLite. 

Alguns fabricantes possuem seu próprio software direcionado para medições de seus produtos. 

Por isso, sugiro sempre a escolha de marcas que te dão ferramentas para o desenho técnico em seus projetos, com software proprietário, ou arquivos para se trabalhar com software de terceiros. 

 

 

Um Integrador precisa estar disposto a oferecer o melhor atendimento com o máximo de atenção para todos os clientes, e

garantir que a conversão de orçamento em venda seja concluída, principalmente a equipe de pré-vendas que desenvolve as primeiras entrevistas, é preciso conhecer tecnicamente os equipamentos e soluções. 

É comum, no mercado corporativo um certo tempo de conclusão do momento que surge a demanda até a instalação. A maioria dos projetos levam em média 2 a 6 meses para serem executados (alguns podem demorar anos para serem concluídos), pois acompanham o tempo total da obra do cliente. No mercado audiovisual corporativo, após o desenvolvimento técnico sob uma demanda, quem assume é o departamento de compras do cliente final, que por costume necessitam de 3 orçamentos para efetuarem a compra. Sim o preço está em jogo. 

 

 

Atualmente no Brasil, muitos fabricantes e importadores estão investido neste mercado, aumentando sua linha de produtos e soluções. 

Salas de reuniões, salas de aula, auditórios, estão se adaptando ao novo normal com novas tecnologias. E é preciso conhecer todas as etapas de um projeto para oferecer soluções técnicas eficientes. 

Assim como meu trabalho na Yamaha Musical do Brasil, oferecer apoio técnico e comercial para os profissionais, minha preocupação no direcionamento é para que o ciclo de venda seja concluído com êxito. Acredito que a música de fundo é muito mais do que apenas melodias agradáveis, ela deve conectar o espaço e a experiência humana de uma forma que seja verdadeiramente fascinante. 

*Autor: Vinicius Mulieri de Oliveira. Com larga experiência no mercado de áudio brasileiro, atualmente trabalha no departamento de vendas e marketing de áudio profissional para a Yamaha Musical do Brasil Ltda. Contato: vinicius.oliveira@music.yamaha.com / +55 (11) 97155-6295.