8 dicas para melhorar seus resultados no Instagram

8 dicas para melhorar seus resultados no Instagram

por 30/08/2021

Você sabe como funciona o algoritmo da plataforma? Conhecendo-o é possível usá-lo a seu favor e alavancar a sua atuação na rede.

Comprado pelo Facebook em 2012, o Instagram é hoje uma das principais redes sociais do mundo. Por mais que seja uma rede intuitiva para o usuário, a conversa é outra quando se passa do lazer para o negócio – seja você uma empresa, social media ou digital influencer. Como alcançar mais pessoas e aumentar o reconhecimento de sua marca na rede? Para isso é necessário entender como funcionam os algoritmos do Instagram. 

Para André Patrocinio, cofundador e CEO da Etus, startup que oferece uma plataforma completa para a gestão de redes sociais e marketing digital, “antes, o Instagram organizava como os posts iam aparecer em seu feed apenas pela data. Os usuários ficavam sem ver, em média, 70% do conteúdo dos perfis que seguiam. Em 2016 eles mudaram bastante como fazem essa ‘seleção’, adotando critérios variados, como número de curtidas; interações; frequência de interação entre os perfis; horário em que foi publicado o conteúdo; comentários; constância; frequência de uso; tempo online na plataforma; localização etc.” 

Pensando nisso, a Etus, que faz parte do Grupo Locaweb, elaborou oito dicas para melhorar os seus resultados no Instagram: 

1 – Publique vídeos e use bem as prévias 

A plataforma potencializa conteúdos em vídeo postados no IGTV e agora, com mais destaque ainda, no Reels, competindo com o TikTok. O próprio chefe do Instagram, Adam Mosseri, falou que a rede não é mais apenas um app de compartilhamento de fotos. E outro passo importante é usar bem as prévias dos vídeos, que ficam disponíveis no feed do Instagram. Em especial os do IGTV, que costumam ser mais longos. Essa prévia deve mostrar sobre o que é o vídeo, a sua relevância e instigar o seu público a assistir esse conteúdo completo. Outro fato importante que você precisa saber: atualmente, a quantidade de pessoas que consomem vídeos na internet é de 86%. 

2 – Crie conteúdos relevantes 

Não importa se em vídeo ou foto, o conteúdo deve ser relevante. E não existe um padrão para isso. Você deve conhecer o seu público, entender o que vai interessar a sua audiência, quais as suas dores e o que esse conteúdo vai mudar na vida desse seguidor. Há diferentes formas de gerar interesse no público e conquistar sua atenção: pelo formato do conteúdo, que pode ser mais informativo ou de entretenimento, ou pelo objetivo, u seja, qual o propósito daquele material: ensinar sobre algo, apresentar uma solução, mostrar dicas, um passo a passo. São várias as possibilidades. 

3 – Estimule a interação 

Não apenas produzir conteúdo, as pessoas querem também interagir no Instagram. Promova enquetes e crie publicações que incentivem o compartilhamento ou marcações. Seja ativo e, mais do que somente estimular, esteja pronto para a conversa, ou seja, quando interagirem com seu perfil, responda. Marcas que não estão online, mais do que perder oportunidades, transmitem desinteresse ou falta de cuidado, o que pode comprometer e muito a percepção que o público criará a respeito do seu negócio. 

4 – Use o formato carrossel 

Esse formato cresceu muito, gerando o dobro de exposição no feed e fazendo com que o algoritmo da plataforma entenda que esse conteúdo possui mais interação. Porém é preciso cuidado com o exagero ou com falsas expectativas, prometendo algo na primeira foto que não será entregue nas restantes. Ele pode funcionar muito também para transmitir um conteúdo mais longo, que não caberia numa só imagem, e, de forma criativa, gerar uma experiência mais envolvente com os seguidores. 

5 – Comente publicações de outros perfis 

Tente criar relacionamento com outras marcas e autoridades. Com comentários interessantes você gera mais visibilidade ao seu perfil, mas é importante selecionar quais perfis podem contribuir para a sua estratégia e não ‘forçar a barra’ na busca por uma interação. E mais: defina qual o tom de voz da sua marca. Ela se expressará por meio dessas interações, com isso, é importante que traduza exatamente o perfil que você acredita que ela tem. Por exemplo: se é uma marca jovem, a linguagem deve ser mais leve e divertida. Por outro lado, se o negócio tiver um público mais maduro como alvo, a abordagem pode ser mais direta, mas também sem evitar excesso de formalidade, afinal, as redes sociais permitem uma humanização e isso é justamente o que aproxima as marcas das pessoas. 

6 – Publique quando os seus usuários estiverem ativos 

Avalie as suas métricas e busque compartilhar conteúdo quando o seu público estiver mais ativo. Com isso você aumenta a sua relevância e engajamento. Conhecer o perfil dos seus seguidores vai permitir que você tenha mais participação deles e, ao saber em que dia e horário suas publicações funcionam melhor, suas ações funcionarão com maior efetividade. 

7 – Use os stories 

Com a ferramenta, você pode mostrar mais o dia a dia da empresa, apresentando dicas rápidas e conteúdo – sempre – relevante. E ir além: fazer enquetes, provocar perguntas, fazer vídeos de bastidores da sua rotina, enfim, interagir e criar novas formas de promover seu produto ou serviço. Um detalhe importante: os stories têm duração de 24h, ou seja, em 1 dia, após a publicação, ele desaparece. É uma ótima solução para ações temporais específicas. 

8 – Humanize-se 

Pessoas gostam de interagir com pessoas e criar relacionamentos. De um perfil de humor, produtos de papelaria a uma marca de pneu, os usuários querem criar relacionamentos e não serem tratados como um número. Use isso a favor de sua marca. Isso também te ajuda a pensar em como definir conteúdos: fale mais sobre ideias e soluções, converse, não foque apenas em promover e “vender” seu produto. Isso espanta o público, portanto, insira a venda num contexto de diálogo que deixe o seguidor mais à vontade. Na hora certa, ele mesmo vai querer comprar, evite “empurrar” isso.