Caballero Music apresenta atacado com nova visão

Caballero Music apresenta atacado com nova visão
janeiro 20 10:00 2016

A atacadista e distribuidora Caballero Music começou suas atividades em 2009 em Porto Alegre (RS), visando ter o melhor relacionamento com as pequenas lojas por meio de serviços diferenciados

Após 25 anos atuando no mercado de instrumentos musicais e áudio, com trabalhos em vendas, compras e gestão de negócios, e visualizando a grande deficiência de atacadistas do ramo, Dalton Guerra, proprietário, sentiu que o mercado necessitava de um recomeço no atacado com uma nova visão.

Dalton Guerra

Dalton Guerra

“A nova visão que eu tinha em mente consiste em distribuir os produtos em pequenas quantidades, sem quantidade mínima, e atender os lojistas com agilidade de entrega tendo em vista a antecipação do imposto da Substituição Tributária, já que os importadores não teriam como atender tão rapidamente, pois o lojista quer dividir os pedidos em mais vezes”, disse Dalton.

Hoje, a empresa Caballero Music está voltada a atender o pequeno lojista, aquele que necessita efetuar uma compra de diversas marcas sem a necessidade de desembolsar altos valores para poder alcançar um determinado desconto, a fim de conseguir concorrer com grandes empresas ou magazines.

Facilitando os pedidos

Como parte da estratégia, nos últimos seis anos a empresa focou em fazer com que o cliente começasse a se relacionar o máximo possível por meio da tecnologia disponível, trabalhando muito diretamente com o lojista através de redes sociais, e-mails, malas-diretas, contato telefônico, folders, catálogos impresso e virtual e pós-vendas.

A ajuda desses meios é percebida principalmente no momento de fazer os pedidos. “A maioria das empresas (importadoras e fábricas) ainda trabalhava muito com o corpo a corpo, usando a figura do representante. No início foi muito complicado, pela deficiência de algumas lojas com seus sistemas não atualizados, mas hoje 90% dos pedidos solicitados são direcionados diretamente aos nossos vendedores internos e não ao representante. Mesmo assim o representante segue recebendo sua comissão, tendo a responsabilidade principal de visitar o lojista e nos posicionar sobre sua situação e necessidades”, comentou.

Parte do showroom

Parte do showroom

Lojas e tributos

Atualmente a Caballero Music trabalha com uma carteira de 186 lojistas. Muitos deles estão no Rio Grande do Sul, mas a empresa também tem clientes em outros Estados, embora nesse caso estejam atravessando uma situação adversa em relação a preços dos produtos e envios.

Leia também:  Soundix assume distribuição de Sennheiser, IK Multimedia, Nord e PreSonus

“Nosso grande problema está relacionado à Substituição Tributária, pois quando compramos um produto de outro Estado pagamos a ST, e quando vamos mandar para outro Estado o lojista tem de pagar novamente esse imposto, bitributando o produto. Assim nosso preço não se torna tão atrativo ao lojista de fora do Estado. O que nos ajuda é o mix de produtos, pois trabalhamos com itens indispensáveis a qualquer loja”, explicou o proprietário.

Olho no preço

A empresa trabalha tanto com marcas reconhecidas como com outras menos populares, oferecendo possibilidades de compra segundo o bolso do cliente. Como tendência principal no momento da compra, Dalton destacou o preço em primeiro lugar. “O preço é o que as lojas olham primeiro, mas, para quem procura a distribuidora, em segundo plano vêm as marcas reconhecidas e a agilidade na entrega. Mesmo assim, tenho de reconhecer que as marcas alternativas abrem possibilidades de venda no momento da falta no mercado de marcas reconhecidas”, concluiu.

Comentários
view more articles

About Article Author

Redacao MM
Redacao MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles