Solez Strings comemora 20 anos de fortalecimento no mercado por 03/08/2020

A Solez Strings começou como importadora, mas hoje se destaca na fabricação brasileira de cordas. Conheça como a empresa está trabalhando para continuar crescendo.

A história da Solez começou há 20 anos, em maio de 2000, em Belo Horizonte (MG), a partir de uma empresa importadora de acessórios e de instrumentos musicais.

Na época o foco era a fabricação de palhetas Ferez e a importação das cordas Solez, fabricadas nos Estados Unidos. Mas uma nova fase começou em 2003, com a incorporação de Tarcísio Moura, atualmente sócio-diretor. Foi aí que a fábrica mudou para Araxá (MG), importou todo o maquinário para a fabricação de cordas, com matéria-prima fornecida por empresas dos EUA, e a Solez começou sua própria fabricação de cordas no Brasil.

solez 20 anosNesses 20 anos de história, sempre buscamos a melhoria contínua para atender melhor nossos clientes e consumidores. Nossa empresa sempre trabalhou em parceria com os varejistas do ramo, de forma que ambas as partes pudessem crescer e ganhar. Com os consumidores, praticamos um contato direto e somos muito atentos a críticas e sugestões. Estivemos sempre próximos de músicos, no formato de endorsees, o que favoreceu uma leitura melhor de nosso posicionamento e de qual direção tomar com nossos produtos”, conta Tarcísio Cunha de Moura.

Assim, a Solez lançou o DLP, proteção especial em cordas primas, que favorece sua durabilidade. Foi depois desse avanço que a empresa cresceu e se solidificou no mercado.

“Acredito que nossa evolução se deva à capacidade de encarar as críticas como um desafio a ser transposto. Nosso engajamento com a qualidade do produto é total, então temos crescido e nos fortalecido”, comentou.

M&M: O que significa este 20º aniversário para a Solez?

Tarcísio: Este aniversário é um marco. Ele prova nossa capacidade de participar com sucesso no mercado, prova que fomos capazes de evoluir e nos aprimorar, com melhor atendimento prestado aos nossos consumidores. Significa um trabalho realizado com sucesso.

M&M: Lembro que em 2018 fizemos uma entrevista e vocês estavam se preparando para exportar para a América Latina. Isso aconteceu? 

Tarcísio: Iniciamos timidamente alguns relacionamentos com clientes de alguns países. Nosso crescimento no mercado doméstico nos impulsionou para outra direção. Mas a ampliação dessa base de clientes externos está em nossos planos. Estivemos presentes no Chile, na Argentina e em Hong Kong. Fizemos algumas vendas diretas, mas pretendemos negociar com dealers locais, para acelerar nosso avanço nesses mercados.

M&M: Nesses 20 anos, que coisas mudaram em você, como diretor da empresa? 

Tarcísio: Tenho tentado entender e absorver todas a mudanças ocorridas no nosso mercado, que foram muitas. Temos parcerias sólidas com muitos clientes, que em parte migraram para a venda no sistema virtual. Junto com eles avançamos nessa modalidade. Utilizamos as redes sociais como instrumento de marketing com certa desenvoltura, mas ainda temos muito que aprender e melhorar. Temos sedimentado bastante a marca no mercado por meio de trabalho duro.

M&M: Falando sobre o aniversário, que ações a empresa desenvolverá para a comemoração?

Tarcísio: Lançamos uma campanha de aniversário em que sortearemos 20 brindes para nossos consumidores. Serão quatro as diferentes fases dessa campanha. A primeira já foi lançada, com sorteio de um violão folk Art Lutherie com case + um kit Solez para um ano de consumo e quatro kits independentes, também para um ano de uso. Essa fase durará até final de julho. A partir daí iniciaremos uma campanha exatamente igual, em que será sorteada uma guitarra Telecaster da SJ Guitar and Basses, do luthier Pablo Smijalnic, de Goiânia, que é bastante respeitado por sua exigência técnica e maestria na produção. Em seguida a esses dois meses, faremos o mesmo com um contrabaixo, também da SJ Guitar and Basses. Em dezembro teremos a última fase da campanha, que será anunciada mais próximo à ocasião. A mecânica para participar é muito simples e não exige que o concorrente compre nossos produtos. Basta que ele tenha utilizado a Solez alguma vez e nos conte sua melhor experiência conosco. É uma campanha que visa realmente premiar nossos consumidores por nos acompanharem durante esses 20 anos.

M&M: Conte sobre as linhas de cordas disponíveis atualmente.

Tarcísio: Hoje dispomos de três linhas distintas de produtos: Solez, Groove e Monterey. A Solez é nossa linha premium, que busca atender a todas as necessidades dos músicos, como timbre, durabilidade, tocabilidade e resistência. A Groove é nossa linha intermediária, que se destaca pelo ótimo timbre e boa durabilidade, mantendo uma excelente relação custo-benefício. A Monterey é nossa linha destinada aos estudantes e amadores, com uma proposta de qualidade adequada à sua aplicação.

M&M: Continuam fazendo acessórios?

Tarcísio: Durante algum tempo fabricamos e importamos alguns acessórios, como palhetas, capotrastes, afinadores e correias. Hoje temos produtos fabricados no Brasil, como correias, e nossa linha de limpadores, que tem se destacado bastante! Ainda comercializamos alguns produtos importados como estratégia de mix.

M&M: E a fábrica, como está funcionando? 

Tarcísio: Estamos crescendo bastante e aumentando nossa capacidade produtiva. Hoje temos mais processos em nossas mãos, o que nos possibilita um controle de qualidade melhor e mais focado. Já ampliamos nosso espaço fabril e também a variedade de produtos e matérias-primas produzidas internamente.

M&M: Como a Solez está trabalhando durante a pandemia? 

Tarcísio: Como somos indústria, estivemos pouco tempo parados. Estamos trabalhando a todo vapor e aproveitamos este tempo de ritmo menor nos negócios para nos organizar mais e para melhorias nos produtos. Em breve muito aprimoramento será percebido por nossos clientes e consumidores. Além disso, temos buscado apoiar várias lives como alternativa para os músicos, que foram fortemente atingidos pela pandemia. Usamos este canal para ter contato próximo com nossos consumidores. Temos conseguido uma ótima interação. Estamos organizando ainda mais lives!

M&M: Em que a Solez está trabalhando atualmente? 

Tarcísio: Estamos trabalhando na qualidade intrínseca de nosso produto a partir da melhoria de nossos processos de fabricação. Conseguimos introduzir inovações importantes, que aumentarão a qualidade e a percepção dela pelos nossos consumidores. Também estamos fortalecendo laços e desenvolvendo parcerias, para ficar mais independentes de fornecedores externos. Nosso plano para o futuro é a expansão de nossos produtos para a América Latina e outros mercados internacionais. Temos plena confiança no sucesso de mais essa jornada!

M&M: O que você acha que vai acontecer pós-pandemia?

Tarcísio: Acredito que muita coisa vai mudar, mas ainda haverá boa parte do mercado aguardando o retorno à normalidade. Acho que a forma de adquirir os produtos será fortemente afetada pelo que aconteceu. A internet cresceu ainda mais e se tornará o canal mais importante de vários segmentos, inclusive o nosso, muito em breve. A música também utilizará mais esse canal para se propagar, e os músicos devem se preparar e se organizar para isso, criando mais chances de se fortalecer neste novo cenário. Tomara que as mudanças possam ser todas positivas e que todos nós possamos contribuir nessa direção.

Mais informações no site, no Facebook e no Instagram da Solez.