Samsung compra Harman: mudanças no mercado de áudio?

Samsung compra Harman: mudanças no mercado de áudio?

por

Empresa Coreana Samsung anuncia oficialmente a compra da Harman

A Samsung Electronics e a Harman International anunciaram na manhã desta segunda feira, dia 14 de novembro de 2016, um acordo definitivo para aquisição da Harman pela Samsung Electronics. O valor da negociação foi na base dos oito bilhões de dólares.

Além dos conhecidos sistemas de áudio profissional como JBL, DBX, AKG, Digitech, Lexicon, Soundcraft e a marca de equipamentos de iluminação profissional Martin, a Harman é uma das principais fornecedoras globais de sistemas informatizados de áudio e entretenimento para veículos. De acordo com informações da empresa,  65% do seu faturamento provêem do mercado automotivo e mais de 30 milhões de automóveis estão equipados com sistemas de áudio e entretenimento produzidos pela Harman.

A aquisição da Harman pela gigante coreana impacta sensivelmente a transferência de tecnologia de ambas empresas. Além de, ao adquirir a Harman, a coreana ganha uma plataforma de expansão de sua tecnologia e market share no mercado  automotivo, objeto de desejo da Samsung.

Para os produtos relacionados ao áudio a Harman também terá como benefício a transferência tecnologia entre a engenharia da Samsung e os produtos da linha consumer (produtos para consumidores finais, como fones de ouvido, caixas bluetooth), para as marcas Harman Kardon, Mark Levinson, AKG, Lexicon, Infinity e Revel.

Leia também:

O que muda no mercado de áudio com a aquisição da Harman pela Samsung?

Num curto espaço de tempo, nada será afetado. Especialistas apostam que haverá maior sinergia com a Samsung Electro-Mechanics, braço da coreana que produz componentes integrados de alta tecnologia e dispositivos mecânicos que usam a energia invisível, além da Samsung SDS que trabalha com tecnologia da informação e comunicação, o que poderia contribuir para projetos que atuem na transferência de arquivos de áudio.

A operação global da Harman será como uma empresa pertencente ao grupo da Samsung permanecerão independentes e liderada pelo CEO Dinesh Paliwal e suas lideranças em cada País, como o executivo Rodrigo Kniest, Presidente da Harman do Brasil.

 

Harman comemora cinco anos no Brasil

 

 

Comentários