Loja Reference fecha sua sede em Santo André, SP

Loja Reference fecha sua sede em Santo André, SP

por 10/06/2015

A loja Reference encerrou suas operações em Santo André, SP, e agora passa a comercializar apenas na capital paulista

Reflexos da situação econômica não param de ecoar em todos os segmentos de mercado no Brasil e o comércio é um dos que sofrem de maneira praticamente imediata esses reflexos: o consumidor para de comprar. Somada a esta realidade, o varejo físico passa por uma crise de identidade jamais vista, ajudando a piorar ainda mais o cenário.

No setor de instrumentos musicais não é diferente e algumas lojas no Brasil estão fechando suas portas. Desde junho, por exemplo, a Reference Music Center – considerada um exemplo  frente a concorrentes e fornecedores – não tem mais um de seus pontos de venda, ficando apenas com o da Teodoro Sampaio, em São Paulo, SP. A sede, fundada em 2000, em Santo André, cidade vizinha à capital, teve suas operações encerradas.

Uma ocorrência dolorida para seu fundador e diretor, Mauricio Antunes, mas madura, como precisa ser qualquer ação de um gestor que anseie pela perenidade de sua empresa. “O mercado está sofrendo com o desequilíbrio entre a demanda e a oferta e é importante enxergar o próprio tamanho, ser realista e cuidar dos custos”, disse o empresário. Recentemente, ele divulgou um comunicado para explicar a sua decisão:

“A Reference Music comunica o fechamento da loja de Santo André. Esta decisão segue o planejamento estratégico da empresa que visa a reestruturação e alinhamento com o mercado consumidor. Por ser local de início das atividades, há de fato um sentimento especial pela região do ABC paulista, porém, mudanças fazem parte do processo dinâmico dos negócios.

O segmento de instrumentos musicais tem atravessado intensas modificações nos últimos anos. É prudente que a Reference trabalhe posicionamento e anseios dentro da realidade de mercado. Obter o reconhecimento de qualidade perante stakeholders e ser lucrativa permanecem determinantes para continuidade e missão da Reference.”

Em uma conversa exclusiva, Antunes revelou que o peso emocional foi grande, contudo houve mais de um empurrão para a sua decisão: o primeiro por conta da exploração imobiliária que está ocorrendo no centro de Sto. André, com alugueis sendo reajustados a valores irreais, e, segundo, porque o perfil da Reference não estar mais de acordo com  o da concorrência da região, que, além de terem atitudes desleais (bastante conhecidas do mercado), apostam em mix de entrada, diferentemente da Reference.

O executivo ainda contou que não descarta a volta à região, “mas não no mesmo lugar”, e que lá será a base financeira da loja, com um escritório. “A próxima etapa será fortalecer a Reference na internet e buscar a redução de prazos de pagamento. As operações devem ser saudáveis, senão o mercado continuará a desaquecer”, concluiu.

A loja Reference, na capital paulista, continuará funcionando normalmente.