Em tempos de crise, como aproximar (ainda mais) sua marca dos consumidores

Em tempos de crise, como aproximar (ainda mais) sua marca dos consumidores

por 07/07/2020

Especialista aponta seis dicas que não devem ser deixadas de lado pelas empresas, principalmente durante as crises, para ficar cada vez mais próxima de seus clientes.

As crises fazem parte da história da maioria das empresas e apesar dos seus pontos negativos, fazem muitas marcas repensarem seu modelo de negócio, evoluírem e se reinventarem.

A crise causada pela pandemia do novo coronavírus, por exemplo, mostra a necessidade de as marcas saberem se comunicar e se adaptarem às mudanças. Afinal, quando o cenário se transforma e passamos a viver em uma nova realidade, é preciso agregar valor, ter empatia e desviar-se do oportunismo.

Para auxiliar nesse processo, compartilho dicas valiosas de como as empresas podem se manter cada vez mais próximas de seus consumidores finais:

1. Posicione-se

Fingir que nada está acontecendo é a pior alternativa a seguir. Defina e mostre aos clientes qual será o posicionamento da marca neste momento.

2. Esteja presente e invista em relacionamento

Mostre empatia e faça dos canais de comunicação uma fonte de diálogo. Convide as pessoas para uma conversa, mostre que a marca está interessada na opinião delas. Se possível, pense em ações que envolvam a participação dos consumidores.

3. Forneça conteúdo relevante

Neste momento em que todos estão em casa, entenda qual tipo de conteúdo sua marca pode oferecer para contribuir positivamente para seus consumidores. Por exemplo: uma marca de material escolar pode propor atividades para que os pais façam com seus filhos.

4. Mostre humanidade

Estamos vendo o lado mais vulnerável das pessoas: trabalhando em seus quartos, com suas famílias e pets. Expor o lado humano da empresa gerará empatia. Invista em conteúdo mostrando pessoas/ funcionários reais e como eles estão fazendo sua parte para conter a pandemia.

 Ísis Vasques

Ísis Vasques

5. Seja uma fonte de verdade e de impacto positivo

Mostre o que está sendo feito pela empresa e os aspectos positivos. Compartilhe mensagens de positividade e empatia.

6- Comunique-se

Se for necessária alguma atitude que possa impactar o consumidor, seja claro e exponha as razões pelas quais a medida será tomada. Apresente também, quais são os planos e alternativas possíveis para minimizar o desconforto e deixe sempre um canal de comunicação aberto.

Autora: Ísis Vasques é publicitária, comunicadora e diretora executiva da Agência Ecco.