PHX reestrutura sua equipe e adiciona nova marca ao catálogo por 01/03/2021

A PHX começou o ano com grandes planos. A empresa passa por uma renovação significativa na sua equipe e lança a marca Samba Music de instrumentos de percussão.

A PHX Instrumentos nasceu em 1984, ao longo dos anos foi mudando e se reestruturando. Nos últimos dois anos iniciou a reestruturação interna. Formou um novo time de marketing e também com uma nova equipe de colaboradores, tais como experientes luthieres para reforçar o controle de qualidade dos instrumentos.

Além disso, uma grande mudança foi na gestão comercial, com o novo Gerente Comercial Edilson Banzai, profissional reconhecido no mercado da música, que atua há quase 20 anos e carrega na bagagem experiências valiosas de grandes empresas. Foram 11 anos na Equipo, cinco na Musical Express e três na Izzo.

“A nossa estratégia comercial se baseia em uma série de ações com o objetivo de aumentar e conquistar novos clientes, e trabalhar melhor o nosso mix de produtos”, comentou Banzai.

Outra grande novidade é a liderança na produção de instrumentos de percussão nas mãos de Eduardo Espasande, mais conhecido como Cubano — músico, produtor e professor de percussão que gravou e tocou com diversos artistas, como Jota Quest, Eduardo Costa, Banda Beijo, Gil Melandia, Marília Mendonça e outros. Cubano também idealizou a criação da nova marca da PHX, chamada Samba Music, com instrumentos elaborados para grandes profissionais.

 “A PHX, além da vontade de mudar e melhorar, tinha um potencial produtivo na fábrica, nos maquinários e uma gama de produtos de alta qualidade. Está consolidada no mercado e o maior desafio foi entrar em uma empresa em processo de evolução. O meu perfil de músico e um olhar totalmente voltado para esses profissionais me fizeram ver que tínhamos de disponibilizar instrumentos de preços mais acessíveis. O músico deve ter acesso a produtos de qualidade, respeitando-se a sonoridade, o acabamento e os detalhes de cada instrumento. O que mais me motivou a entrar na empresa foi ver que desde a produção até a diretoria tem uma equipe que trabalha unida como um só time. Vendo isso, consigo colocar as ideias em prática para melhorar cada instrumento de percussão da Samba. As melhorias que a empresa está propondo vão fazer com que a nova marca tenha um crescimento exponencial”, detalhou Cubano.

Com essas contratações, a PHX decidiu inovar com uma gestão mais focada no cliente e em suas necessidades, trazendo mudanças na identidade da marca, uma nova concepção de produtos, estratégias e posicionamento no mercado. 

A empresa está investindo também no setor de compras internacionais, melhorias no mix de produtos e nos instrumentos de linha. Klaus Ximenes, gerente de produtos, fará a gestão dos produtos importados, além do desenvolvimento de novos equipamentos. Ele atua no mercado da música desde 2003, com passagem por grandes empresas, como Tagima e Izzo Musical. 

“O potencial da PHX é incrível. As expectativas em relação à empresa são enormes. A reestruturação indica um amadurecimento e uma preparação para os novos desafios que estão por vir. Com relação aos produtos, a marca já possui uma identidade e tem seu nome fixado no mercado musical. Acredito que a empresa esteja se reformulando com a finalidade de se aprimorar e crescer cada vez mais. A PHX está se reestruturando para crescer. Crescer sempre”, concluiu Klaus.

“Somos uma empresa que sonha grande, apaixonados pelo que fazemos. Nosso objetivo é impulsionar o setor musical trazendo produtos de alta qualidade e com preço acessível. Acreditamos que podemos juntos inspirar novos talentos,” explicou Luciana Chen, diretora da PHX.

Nova marca de percussão: Samba Music

O samba se originou dos artigos de batuque trazidos pelos africanos. Aos poucos incorporou elementos de outros tipos de música, principalmente no cenário do Rio de Janeiro do século XIX, até chegar à forma mais conhecida do gênero, atualmente.

A empresa uniu a essência africana com a expertise carioca e criou a Samba Music. Aproveitando sua capacidade produtiva, a nova marca chega com qualidade e acabamento primoroso, trazendo inovação sem perder a essência e a ancestralidade.

De acordo com Luciana, “A PHX sempre teve vocação para a fabricação. Começamos produzindo no Brasil e estamos até hoje. A diferença é a energia que está sendo colocada nesse projeto. Percussão é um instrumento de respeito. Com essa premissa, vamos oferecer o melhor que um músico pode comprar”.

“A PHX Instrumentos resgata as origens. Estamos focando nossas energias na nova linha de percussão. Nesse projeto de melhoria, envolvemos muitos profissionais, tudo desenvolvido a quatro mãos. Pensamos em cada detalhe, valorizando as necessidades do consumidor final e conectados às inovações”, adicionou.

A ideia por trás da iniciativa é trazer para o time percussionistas profissionais e renomados no meio musical para fazer parte da estratégia da marca. A Samba Music já conta com sete artistas que abraçaram a nova proposta e estão colaborando para que ela seja reconhecida, principalmente entre os percussionistas e também pelo público em geral. São eles: Maninho, Fábio Miudinho, Gutto Messias, Mafram do Maracanã, Anderson Bernardi, Grupo Soul Black e Leandro Santos.

Características 

Os instrumentos da Samba Music contam com diferentes recursos que marcam seu diferencial. O primeiro deles é o revestimento com lâmina de alto brilho, uma exclusividade da marca no mercado. Esse acabamento é inspirado no Carnaval do Brasil e a PHX conseguiu trazer o colorido e o brilho intenso das fantasias e alegorias das escolas de samba para os instrumentos.

A segunda característica é o uso de alumínio texturizado. Os instrumentos da marca contam com alumínio texturizado, que produz um brilho diferenciado, principalmente quando iluminado, ideal para ser utilizado nos palcos por percussionistas profissionais.

Outro recurso a destacar é o revestimento com lâmina amadeirada. Inspirado na cultura africana e na sua forte relação com a natureza, a Samba Music traz este acabamento refinado com textura de madeira nas cores preto, branco e natural, para integrar a linha de instrumentos revestidos.