NAMM 2020: Gibson apresenta modelos do Slash e viaja para 1970 por 19/01/2020

Os visitantes no NAMM Show podem encontrar os mais recentes modelos de guitarra que a Gibson tem para este ano, desde as linhas do Slash até os modelos inspirados a década de 1970.

Entre a oferta de guitarras signature que a Gibson está mostrando no NAMM Show estão os modelos do Slash (Guns ‘N’ Roses), Tony Iommi (Black Sabath) e Adam Jones (Tool). A empresa está apresentando também os modelos Flying V e Explorer que vêm com um estilo de 1970, em versões renovadas com braço fino e escalas de pau-rosa. O captador é Burstbucker em homenagem aos anos 1970, com instalação de cabo feita à mão. Ao mesmo tempo, uma nova Les Paul Tribute chega à Modern Collection, com captadores Humbucker e P-90.

Por outro lado, o Gibson Custom Shop preparou para este ano o lançamento de uma série de guitarras históricas: 1963 e 1964 Firebird V, 1964 SG Standard, 1965 Non-Reverse Firebird V, 1965 Mahogany Flying V, 1967 Mahogany Flying V, 1963 SG Special with Lightning Bar e Modern Les Paul Special Double Cut.

Além disso, ao longo deste ano, serão lançados três modelos Les Paul Standard 1960 em comemoração ao 60º aniversário da edição original, com os modelos V1, V2 e V3.

Quanto à colaboração com artistas, o guitarrista dos Guns ‘N’ Roses e colaborador de longa data da Gibson, Slash, trabalhou em conjunto com a marca para a criação da nova série Slash Colllection. A linha possui quatro guitarras Les Paul Standard, com tampo em bordo AAA, corpo em mogno sólido e braço em forma de C. O captador é Gibson original, versão SlashBucker com instalação de cabos à mão. Cada uma tem detalhes específicos de acabamento.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários