Music Show: Royalty Hybrid Drums apresenta seus tambores híbridos

Music Show: Royalty Hybrid Drums apresenta seus tambores híbridos
junho 07 13:18 2019

A Royalty Hybrid Drums se soma ao grupo de fabricantes handmade brasileiros e pretende inovar com seu conceito de tambores híbridos para reverter o preconceito contra as baterias eletrônicas.

copia

Guilherme Pereira, fundador e diretor da empresa

A Royalty Hybrid Drums foi fundada por Guilherme Pereira, amante de música e baterista há cerca de 20 anos. “Com o passar dos anos morei em diversas cidades e países, principalmente em apartamentos, então, como a paixão pela bateria sempre foi enorme, tive que migrar da bateria acústica para a bateria eletrônica visando a prática do instrumento sem incomodar a vizinhança”, começou a contar.

“Os produtos disponíveis no mercado, além de caros, muitas vezes não têm um visual atraente. Como exemplo temos os pads pequenos, de borracha, barulhentos e que mais parecem brinquedos. Além do visual, esses tipos de pads não possuem um rebote próximo à experiência de tocar tambores acústicos convencionais, por isso desenvolvemos tambores que remetam a tambores convencionais, com ótimo rebote, sendo silenciosos quando utilizados como eletrônicos, dando ainda a possibilidade de utilizá-los como acústicos para ensaios, shows e gravações”, explicou o diretor e proprietário da Royalty Hybrid Drums.

Assim, o cliente, na realidade, está adquirindo praticamente duas baterias em uma. “Nenhuma marca no mercado oferece esse diferencial”, enfatizou. “Já faz cerca de cinco anos que estamos desenvolvendo nossos sistemas eletrônicos e aprimorando o acabamento acústico dos tambores. Após alcançar um nível extremamente profissional, registramos a empresa e oficialmente iniciamos a comercialização da nova fase no início de 2019, apesar de já termos vendido centenas de tambores desde 2017.”

Tambores híbridos

A empresa se destaca pela criação de tambores híbridos. São tambores que funcionam tanto como bateria eletrônica quanto como bateria acústica, daí o nome. Quando utilizados como eletrônicos, devem ser conectados a módulos de sons enviando sinal eletrônico e gerando o som que o baterista programar no módulo.

Os tambores da Royalty Hybrid Drums são compatíveis com praticamente qualquer marca disponível no mercado, como Roland, Yamaha e Alesis, entre outras.

Quando utilizado como bateria acústica, basta trocar a pele muda/mesh head por peles acústicas convencionais, podendo ser afinado normalmente como qualquer bateria acústica convencional.

Nessa linha estão disponíveis bumbos, caixas, tons e surdos, com variadas dimensões.

Os produtos são fabricados em Niterói/RJ pelo próprio fundador da empresa, em oficina própria, contando com todas as ferramentas e matéria-prima necessária para fabricar os tambores com alto padrão de qualidade. “Faço todo o processo desde o início, ou seja, furação de cascos, revestimento com mais de 15 opções de cores, instalação das ferragens, fabricação de sistema IMG copiaeletrônico, acabamento, instalação de peles mudas e instalação de borrachas atenuadoras de ruídos. Todos os nossos tambores são devidamente testados e aprovados antes do envio para os nossos clientes”, detalha Guilherme.

A empresa também oferece a possibilidade de customizar a cor e o tamanho dos tambores que o cliente deseje, bem como fornece sistemas eletrônicos de acordo com o sistema do módulo de som do cliente-parceiro.

Comercialização dos produtos

Para espalhar a voz sobre seus produtos, a Royalty Hybrid Drums está utilizando as redes sociais como Instagram, Facebook e YouTube, bem como o website oficial, com fotos e vídeos demonstrativos dos tambores sendo utilizados na prática, além de atendimento direto por WhatsApp. “Temos intenção de trazer endorsees para o nosso time em diversas região do País.”

Atualmente, é por meio do site, das redes sociais e de atendimento pelo WhatsApp que a empresa realiza vendas diretas, mas, atenção, Guilherme adiantou que “já estamos desenvolvendo canais com lojas físicas parceiras”.

“Sinceramente, hoje conseguimos atender todas as lacunas não atendidas até meses atrás, quando as maiores demandas eram: visual acústico, opções de cores e dimensões variadas, peles mudas na cor branca, sistema eletrônico estéreo e possibilidade de reverter o tambor entre eletrônico e acústico, sempre mantendo a portabilidade. Nossa intenção é expandir nossa linha de produtos para fabricação de pratos eletrônicos, também com visual e dimensão de pratos acústicos, mas mantendo um nível baixo de ruído”, revelou.

Ele também destacou que havia muito preconceito contra baterias eletrônicas até pouco tempo, “pois os sons dos módulos eram muito artificiais e os pads pareciam brinquedos, mas agora, com o avanço da tecnologia, os módulos e softwares samplers estão gerando sons reais de baterias gravados em estúdio. Em paralelo, nós, da Royalty Hybrid Drums, oferecemos baterias também reais atrelando visual e tocabilidade, portanto estamos aos poucos diminuindo tal preconceito”.

Kit Amarelo copiaPresença na Music Show Experience

A empresa estará participando pela primeira vez do setor Handmade, dentro da Music Show Experience. “Acho fantástico no sentido de dar abertura a empreendedores pequenos que não tinham espaço até pouco tempo, podendo trazer inovações e soluções bacanas para nossos músicos parceiros. Algo realmente inovador no Brasil, e espero que continue sempre dessa forma. Parabéns aos realizadores e idealizadores desse projeto importantíssimo para o nosso mercado e indústria”, Guilherme opinou.

Com essa participação, a Royalty Hybrid Drums espera principalmente demonstrar aos amigos, músicos e clientes suas soluções inovadoras e permitir que possam testá-las, tocá-las e tirar dúvidas sobre os tambores. “O mais importante para nós é a aproximação com nosso público e consumidor final. Paralelamente, expandir nosso networking e apresentar nossas inovações para lojistas e a indústria”, adicionou.

Na feira serão expostos vários tambores híbridos em diversos tamanhos (bumbos de 16” e 18”, caixas, tons e surdos de 10”, 12”, 13” e 14”) e diversas cores que poderão ser testados como bateria eletrônica em conjunto com o módulo de som Pearl Mimic Pro, e como bateria acústica com peles convencionais (Remo, Evans, Luen ou RMV).

“Nossa missão é reverter o preconceito contra as baterias eletrônicas e demonstrar na prática que é, sim, uma experiência muito prazerosa, com visual bacana, mantendo nível de ruído baixo e ainda oferecendo a possibilidade de utilizar como bateria acústica convencional. Estamos ansiosos e aguardando os amigos músicos em nosso estande. Será um prazer!”, finalizou.

Visite a Royalty Hybrid Drums no setor Handmade, dentro da Music Show Experience, de 19 a 22 de setembro no São Paulo Expo.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Comentários
view more articles

About Article Author

Redacao MM
Redacao MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles