Expomusic: Lançamento da Hit Sound e seus cajons!

Expomusic: Lançamento da Hit Sound e seus cajons!

por 26/09/2016

A empresa nasceu recentemente, há quase nove meses, na necessidade de criar um cajon com uma condição diferente de recursos e tocabilidade. Conheça a Hit Sound aqui!

Rivaldo Junior

Rivaldo Junior

Os proprietários da Hit Sound nunca foram fabricantes e nunca tiveram experiência na fabricação de cajons até começar este projeto, atuando anteriormente em um ramo de atividade totalmente diferente, relacionado com jogos, lazer e diversão.

O cajon apareceu na história porque Rivaldo Junior, sócio-proprietário da Hit Sound, toca desde os 12 anos de idade “então a gente tem uma intimidade já com a música”, disse.

O cajon nasceu dessa necessidade e ideia pois ele queria juntar o som do cajon peruano com o som do cajon flamenco ”e a gente conseguiu!”.

Um hobby que acabou virando uma atividade comercial

Em menos de um ano a Hit Sound já realizou sua primeira participação na Expomusic, uma coisa que poucas empresas conseguiram na história. “Temos poucos clientes mas agora, com a presença aqui, vamos fazer essa captação de representantes e clientes”, comentou.

Em uma breve entrevista realizada durante a feira, Rivaldo Junior conta mais sobre a nova empresa.

Sistema de esteira móvel

Sistema de esteira móvel

Música & Mercado: O que diferencia seus cajons?

Rivaldo: A sonoridade e o sistema de esteira que usamos. Na maioria dos cajons a esteira é fixa na parte de cima, por isso você não consegue alterar o som dessa esteira e você nunca vai conseguir o som do cajon peruano, porque esse cajon não tem esteira; é um som só de pele e caixa.

Nós temos um sistema de esteira móvel pois você pode tirar a esteira para ter o som do cajon peruano mas se quiser um som mais grave, vai pegar o abafador e pressionar contra a esteira. Se quiser um som flamenco vai soltar mais a esteira. Tudo é feito internamente desde a parte detrás, não precisa retirar a pele. No Brasil ninguém faz isso!

M&M: Vocês têm diferentes modelos ou todos incorporam a mesma tecnologia?

Rivaldo: Sim, todos incorporam o mesmo sistema de esteira. Só que cada um tem sua própria característica de profundidade e sonoridade, mais graves, mais médios ou mais agudos. Então cada cajon que estamos expondo tem um som diferente, vai depender só do gosto do músico.

M&M: Onde fica sua fábrica?

Rivaldo: Em Caieiras, São Paulo.

M&M: Que tipo de madeiras usam?

Rivaldo: A chapa frontal, que é a pele do cajon, a gente pediu para desenvolver especialmente. É uma chapa de compensado desenvolvida só para nós. A parte da caixa do cajon é um MDS fornecido pela empresa Arauco do Chile. É um material de alta densidade que proporciona sonoridade, pois quanto maior a densidade melhor a sonoridade.

O novo cajon eletrônico

O novo cajon eletrônico

M&M: Qual o modelo mais recente que estão apresentando?

Rivaldo: O cajon eletrônico, modelo Special Cajon Electronic, que tem 15 presets de som. Cada um deles com cuatro tonalidades, quatro instrumentos diferentes de som (apito, cuíca, pandeiro, tamborim, bombo, prato, caixa, até uma infinidade de 60 sons diferentes). É o nosso principal lançamento aqui!

M&M: Desde que vocês começaram com a empresa aconteceram muitas coisas no País, como tudo isso influenciou suas atividades?

Rivaldo: Na verdade a gente está aqui devido à crise porque se não fosse por ela não teríamos tempo para ter desenvolvido tudo isto, então aproveitamos e acabamos agregando ao nosso ramo de atividades uma coisa totalmente diferente. Inicialmente foi por uma necessidade e acabamos lançando essa linha de cajons. Quando você tem tempo, você cria!

Veja mais em www.hitsounds.com.br