Retrospectiva do 75º aniversário da AKG: Fones de ouvido de estúdio que se tornaram ícones no mercado

Nos últimos 75 anos, AKG lançou milhares de produtos de áudio. No início, fabricava de tudo, desde sistemas de som de cinema, fotômetros, buzinas de carros, interfones, cápsulas de telefone e alto-falantes almofadados.

Por fim, a empresa reduziu seu foco para algumas categorias específicas e hoje é mais conhecida por seus microfones e fones de ouvido profissionais. Nesta última edição da série retrospectiva do 75º aniversário da AKG, analisaremos alguns dos fones de ouvido mais memoráveis ao longo dos anos.

AKG lançou seu primeiro fone de ouvido, o K120 DYN, em 1949. O K120 DYN apresentava um design over-ear; como as lâminas não estavam disponíveis, eles tinham diafragmas feitos de grânulos prensados de trolitul, um material plástico usado para fabricar selos. A produção de fones de ouvido era lenta nos primeiros dias, pois a fábrica tinha apenas uma máquina de enrolar e colar.

O sucesso do AKG K120 DYN, junto com seus primeiros microfones, abriu caminho para a empresa ir além dos transdutores de cinema para se concentrar em produtos para gravação de som, performance e transmissão.

Em 1959, AKG fez história com o lançamento do primeiro fone de ouvido over-ear aberto do mundo, o K50. Otimizado para monitoramento de som profissional, foi um best-seller instantâneo, e ainda hoje é possível encontrar unidades deste modelo em perfeito estado de funcionamento.

Na década de 1960, AKG havia estabelecido uma sólida reputação como fabricante de equipamentos de som de alta qualidade. Muitos de seus produtos foram usados nas Olimpíadas de Inverno de 1964 em Innsbruck, na Áustria, talvez mais notavelmente seu leve e robusto headset K58, derivado do K50. Mais tarde naquela década, apresentaram o fone de ouvido D60 “humanizado”, que exibia uma resposta de frequência que imitava as características da audição humana.

O K180, lançado em 1969, apresentava earcups de metal e um recurso exclusivo chamado SCS, para Som Subjetivo Controlado: os transdutores podiam ser reposicionados dentro dos ear cups para personalizar a resposta acústica. Funcionava ajustando um botão em cada fone de ouvido que podia ser girado para criar maior distância entre as orelhas e os drivers, que eram montados em um defletor de borracha.

Em 1974, elevaram suas experiencias com seu primeiro fone de ouvido sem fio, o Libero. Depois de explorar a transmissão de ultrassom, os engenheiros decidiram empregar luz infravermelha para transmitir o sinal de som porque era menos suscetível a interferência. A tecnologia futurista encontrou resistência entre os consumidores, e o modelo acabou sendo retirada do mercado. Passaria uma década antes de retornarem à tecnologia de fones de ouvido sem fio.

O ano de 1975 marcou o lançamento do seu icônico K240 um fone de ouvido de estúdio over-ear, semi-aberto, que apresentava uma nova tecnologia de diafragma que melhorou muito a resposta de graves e a imagem do som. O K240 se tornou um clássico instantâneo, adotado por artistas e estúdios em todos os lugares. O interesse nos fones de ouvido AKG K240 por muitos dos maiores artistas do mundo da música ficou evidenciado no videoclipe do hit de 1985 “We Are the World”. A música foi produzida por Quincy Jones, lendário produtor e conhecedor de fones de ouvido da AKG, vendeu mais de 20 milhões de cópias físicas. O K240 também aparece no vídeo do hit de Eddie Murphy “Party All the Time”, escrito e produzido pelo inovador de música multi-gênero Rick James.

Os K240s modernos e suas variações, o K240 MKII e o K240 Studio são soluções de monitoramento essenciais nos principais estúdios do mundo. Seus transdutores avançados de 30 mm com diafragma patenteado Varimotion oferecem uma ampla faixa dinâmica, maior sensibilidade e altos níveis de pressão sonora, enquanto seu design semi-aberto oferece graves sólidos e agudos extremamente nítidos.

Em 1978, a AKG lançou o K340, o primeiro fone de ouvido dinâmico/eletrostático do mundo, que empregava os dois tipos de driver em um único sistema.

Em 1989, a AKG introduziu o K 1000 “sistema de alto-falantes” para reprodução avançada binaural. Este novo modelo apresentava, um design de driver aberto e ajustável, foi um sucesso imediato entre os puristas de alta fidelidade e os profissionais de estúdio.

Outro modelo notável, mas de curta duração, da década de 1980 foi o K280 Parabolic, um fone de ouvido com vários drivers que concentrava as ondas de compressão em um ponto central nos fones de ouvido. De acordo com os engenheiros, o design parabólico deu ao K280 uma qualidade de “som surround” que transmitia com mais precisão a perspectiva de uma sala de concertos comparado á os fones de ouvido tradicionais.

A década de 1990 testemunhou uma onda de desenvolvimento de produtos na AKG, incluindo o retorno dos fones de ouvido infravermelho com os modelos “EARgonomic” K 444 IR e K 333 IR. Naquela época, a Forte instalou fones de ouvido AKG em seus headsets de realidade virtual.

Na década de 1990, a AKG lançou uma nova geração de fones de ouvido chamada K Series. Hoje, essa linha se expandiu para abranger uma variedade de estilos e modelos, desde o fone de ouvido fechado K72 de preço acessível até a clássica família K240 e seu principal fone de ouvido de referência K712 Pro.

A série K inclui seus mais novos fones de ouvido, o K361 e o K371 (disponíveis nas versões com fio e Bluetooth); o K371 (com fio e Bluetooth) é o primeiro fone de ouvido profissional sintonizado com nossa inovadora curva acústica de resposta de referência AKG. A curva de referência AKG é o resultado de um estudo de sete anos sobre as características que os humanos consideram mais desejáveis ao ouvir fones de ouvido. Este estudo foi independente de gênero e incluiu centenas de pessoas de todas as idades, origens culturais e preferências musicais. Quando foi concluído, uma curva de alvo acústico foi criada e usada como referência para aplicações profissionais exigentes.

Explore mais

Além dos fones de ouvido de estúdio, a AKG também fabrica uma variedade de fones de ouvido profissionais, fones de ouvido sem fio e fones de ouvido para uma variedade de aplicações, cada um oferecendo o som exclusivo da AKG. Seja você um músico profissional ou produtor, criador de conteúdo ou apenas um fã de som incrível, a AKG tem um modelo para você.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe seu comentário

Música & Mercado
Logo
Registrar Nova Conta
Shopping cart