Varejo espera fechar novembro com alta de 3% nas vendas

Varejo espera fechar novembro com alta de 3% nas vendas
novembro 29 16:06 2011

De acordo com o Índice Antecedente de Vendas, a expectativa é que o volume de vendas aponte alta de 3,2% em dezembro e 5% em janeiro de 2012

 O IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas), estudo realizado todos os meses pelo IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo) com seus associados, aponta alta de 3% em novembro, em relação ao mesmo período do ano passado.

O volume de vendas também deve crescer 3,2% em dezembro e 5% em janeiro de 2012, em comparação com os mesmos meses de 2010 e 2011, respectivamente. Os associados apontaram, novamente, uma desaceleração da atividade econômica e, por consequência, da atividade varejista, resultado da instabilidade na conjuntura econômica internacional, que segue como incógnita.

Assim como as sondagens anteriores e os resultados da PMC (Pesquisa Mensal do Comércio), o segmento de bens não-duráveis continua apontando crescimentos tímidos e até mesmo números negativos.

Os associados projetam uma queda de 1,7% em novembro e um crescimento de 1,6% em dezembro e 2,9% em janeiro, sempre em comparação com os mesmos meses dos anos anteriores. Vale ressaltar que, historicamente, este setor tem o maior peso nas medições do IBGE e contribui com cerca de 40% no índice da PMC.

O segmento de bens semiduráveis, como vestuário, calçados, livrarias e artigos esportivos, [onde se encaixa instrumentos musicais] estima crescimento entre 2,1% e 6,1% entre novembro deste ano e janeiro de 2012.

Já o varejo de bens duráveis, como móveis, eletrodomésticos e material de construção, mantém perspectivas bem positivas que os demais segmentos, com taxa de crescimento entre 7,5% e 10,3% até janeiro.

As indefinições sobre as medidas de resgate das economias dos países da zona do Euro, afetados pela crise da dívida pública, seguem sendo a tônica do noticiário internacional e, por consequência, afetam fortemente as decisões dos agentes econômicos. Apesar da aprovação do plano de resgate europeu, a perspectiva de curto e médio prazos continua de estagnação da economia europeia.

Comentários
Leia também:  Cort Guitars apresenta guitarra machado Gene Simmons
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles