Rozini amplia fábrica para crescer 20%

Rozini amplia fábrica para crescer 20%
agosto 05 11:13 2013

A empresa mostra que vale a pena reforçar sua identidade 100% nacional e amplia sua área fabril, contrata mais funcionários, e adquire novo maquinário para crescer 20%

Com um identidade 100% nacional, a Rozini mostra que apostar na produção nacional é uma estratégia que dá certo. Com esse perfil também nos instrumentos que fabrica – violas, cavaquinhos, violões, banjos, bandolins e seu exclusivo instrumento de percussão, o Tanajura – a empresa não para de crescer; inclusive ampliando também a sua área física e estrutura. 

De acordo com o diretor-presidente da empresa, José Roberto Rozini, continuar a fabricar no Brasil é uma escolha que traz um importante diferencial competitivo. “É para atender a uma pequena, mas crescente demanda. O que mais ouvimos nas lojas, entre músicos e profissionais do setor é a decepção com a qualidade da maioria dos instrumentos importados, especialmente os da China. Um ciclo de consumidores, primeiramente empolgados com baixos preços, está se fechando. Estamos vivendo um novo tempo de consumidores ‘escaldados’ com esses ‘ching-lings’. Agora, movidos pela decepção, aceitam investir um pouco mais em busca de qualidade e garantia de um ano. Ambos predicados de nossos produtos”, explicou o executivo.

Rozini também destacou a importância da adoção dessa estratégia em um período recessivo do mercado: “Preferimos vender um violão de qualidade, que atenda às expectativas a um preço justo, do que dez medianos baratinhos. Com esse ‘um violão’, o fator de multiplicação é lento, mas sólido. Seu proprietário, satisfeito, irá indicar aos amigos. Os dez baratinhos irão fazer dez consumidores descontentes, que irão espalhar para um numero incalculável de pessoas sua insatisfação, através de fóruns e redes sociais”, disse.

Recentemente, a Rozini ampliou sua área fabril com um novo anexo de 1.200 m2, chegando a um total de 2.800m2, também adiquiriu novas máquinas e contratou 12 novos colaboradores – número que tende a crescer já que existem vagas a serem preenchidas. A empresa já possui em seu portfólio mais de 70 modelos de instrumentos, produzindo 150 peças por dia.

Leia também:  Music Group compra a inglesa Turbosound

Com a ampliação e a criação de uma nova linha de produtos em 2014, a Rozini pretende crescer 20% na produção e também em termos econômicos.”A Rozini pretende crescer em torno de 20% em 2013, o que já está próximo de ser atingido, tendo como referência o mesmo período do ano de 2012. Nos últimos sete meses, foram efetivados 12 novos funcionários ao quadro, num total de 72. Em 2014, com a perspectiva de uma nova linha de produtos, a estimativa é atingir mais 20% de crescimento, abrindo mais vagas para atender a esta demanda”, destacou o diretor.

Para a Expomusic, a marca irá lançar quatro novos modelos, entre violas, cavaquinho e violão. “É imensa a satisfação e orgulho em, não só resistir, mas ainda prosperar fabricando instrumentos de qualidade no Brasil”, conclui Rozini.

Rozini

Tel.: (11) 3931-3648
www.rozini.com.br

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles