Ibox quer fortalecer marca

Ibox quer fortalecer marca

by 07/02/2007

A fabricante de suportes para instrumentos, com sede de mil metros quadrados e 29 funcionários, localizada em Bauru, interior de SP, vem buscando diferenciar-se no mercado com um posicionamento focado no fortalecimento da marca. “Queremos inovar aplicando novos conceitos em nossos produtos e serviços a cada dia. Buscamos a satisfação de nossos clientes e parceiros a cada nova ação”, comenta Adriano Moretti, diretor geral da Ibox. Em 2007, a empresa vem com fome e quer aumentar sua fatia de participação no segmento de acessórios.

 

Música & Mercado: A Ibox tem buscado fortalecer seu espaço na mídia de várias formas. Qual o objetivo dessa estratégia e que outras ações de marketing a empresa pretende implantar em 2007?

Adriano Moretti  O objetivo central é o reconhecimento da marca, a inclusão do nome na cabeça dos lojistas e dos consumidores. Trabalhamos o fortalecimento constante da marca Ibox com o respaldo da tradição e da qualidade de nossos produtos e serviços. Estamos também estudando e elaborando um projeto de marketing para 2007 que visa aproximar bandas, músicos, estudantes, veteranos e iniciantes do universo da música.

 

A empresa também vem ampliando o número de representantes no Brasil. Quais Estados ainda precisam de atenção?

Hoje temos 12 representantes e pretendemos chegar a 20. Assim, conseguiremos oferecer um suporte melhor ao lojista de cada Estado.

Os Estados de maior carência para nós são Acre, Amazonas, Amapá e Roraima. Nos outros, a Ibox vem ampliando seus negócios.

 

Como foi 2006 e qual é a sua estimativa para este ano?

No ano passado a empresa cresceu em torno de 8%, por conta dos investimentos em mídia, logística e estratégias comerciais. Posso dizer que o balanço foi positivo em virtude do crescimento na área de atuação de nossa empresa. Os aspectos positivos foram, principalmente, o aumento no quadro de clientes, a maior interação com o consumidor final (via site e Expomusic) e o fortalecimento da marca. Por outro lado, houve uma diminuição do poder de compra do consumidor, além de ter sido um ano atípico, com Copa do Mundo – que aumenta o endividamento do cliente – e eleições. Para 2007, a estimativa é de um crescimento em torno de 10%.

 

Que novidades a Ibox terá para 2007?

Uma delas é a entrada da empresa no mercado internacional de suportes e acessórios para instrumentos musicais. Contratamos o especialista em comércio exterior Thiago Brandão, que vai gerenciar esse novo setor da empresa com o direcionamento adequado às necessidades do mercado externo. Os objetivos são o crescimento da marca e a melhoria constante de seus serviços e produtos. Será um trabalho integrado com o Planejamento de Marketing da empresa.

 

A Ibox vai exportar, então?

Estamos em negociação com alguns países do Mercosul e temos projetos para a América do Norte e Europa, ainda em definição.

 

A empresa vem investindo também no endorsement, com nomes como Edu Ardanuy, entre outros. Já é possível perceber o retorno

dessa estratégia?

Sem dúvida, este investimento se reflete diretamente no fortalecimento e reconhecimento da marca no mercado. Esse trabalho será intensificado em 2007, com novas parcerias e ações conjuntas de marketing. Nosso objetivo é aquecer o mercado e gerar cada vez mais credibilidade em nossos produtos e serviços.

 

Como você avalia a concorrência no setor hoje?

Avalio de forma positiva, porque ela nos leva a querer trabalhar cada vez melhor sem nos acomodar, buscando a superação a cada dia. Manter a qualidade, honrar nossa tradição e nos aproximar cada vez mais dos clientes, com uma comunicação inteligente e eficaz, faz parte do nosso dia-a-dia.

É com esse conjunto de elementos que procuramos nos diferenciar no mercado.

O segmento de suportes é extremamente competitivo e com uma grande variação no aspecto da qualidade dos produtos, o que cria uma diferença no preço final de cada item. O consumidor final muitas vezes não busca qualidade, mas sim preço e, por isso, estamos investindo no fortalecimento da marca. Assim, quando o consumidor quiser comprar suportes, ele buscará pelo nome Ibox.

 

Os Top 5 da Ibox

1) SGB – Suporte Portátil para Guitarra, Baixo e Cavaquinho

2) SGV – Suporte Portátil para Violão

3) AGS – Suporte com Sistema de Travamento Automático para Instrumentos de Corda

4) PMX – Suporte em ‘X’ para um Teclado

5) SM.MAX – Pedestal Girafa para dois Microfones