GE fornece os projetores para iluminação do Maracanã

GE fornece os projetores para iluminação do Maracanã

por 22/01/2013

396 equipamentos estão previstos para iluminar o estádio para a Copa do Mundo e Olimpíadas, de acordo com o contrato fechado entre o Governo do RJ e o Consórcio Maracanã Rio 2014

O Estádio Jornalista Mário Filho, mais conhecido como Maracanã, considerado um dos maiores e mais tradicionais templos do futebol mundial, teve seu sistema  de iluminação definido para a final da Copa do Mundo FIFA de 2014, e outras seis partidas do campeonato, além da abertura, competições e encerramento das Olimpíadas de 2016.

O contrato foi fechado entre o Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Empresa de Obras Públicas (EMOP); o Consórcio Maracanã Rio 2014, formado pelas construtoras Norberto Odebrecht e Andrade Gutierrez; e a GE Iluminação, fornecedora do sistema, prevê a  instalação de  396 projetores EF2000 da GE (foto), focados no campo do novo Maracanã, atualmente em fase avançada de reconstrução e inauguração prevista para fevereiro de 2013.

“A escolha da solução apresentada pela GE Iluminação levou em consideração a melhoria da qualidade da luz neste que será o maior estádio brasileiro, palco da final da Copa do Mundo. A reconhecida eficiência de todo o portfólio soma-se à garantia necessária para assegurar a perfeita iluminação durante as partidas, aumentando a visibilidade em todos os cantos do campo”, afirma Carlos Zaeyen, representante do Consórcio Maracanã Rio 2014.

Maior nitidez

Cada um dos 396 projetores está equipado com fontes de luz  de multi-vapor metálico com potência de 2.000 watts, aprimorando a visibilidade do espetáculo dentro e fora de campo. Os sistemas escolhidos atendem aos requisitos da FIFA para oferecer uma visualização mais nítida do campo para jogadores e torcedores – tanto os que estão nas arquibancadas como os que assistem ao vivo pela TV em qualquer lugar do mundo.

Os projetores EF2000 foram desenvolvidos para iluminar amplas áreas externas como instalações esportivas, circuitos de corrida, estacionamentos, espaços recreativos, fachadas, portos, aeroportos e recintos cobertos com pé direito alto, como ginásios e halls para shows.  Estes são os mesmos sistemas utilizados na Riverbank Arena, onde foram disputadas as partidas de hóquei dos Jogos Olímpicos e de futebol de cinco e de sete dos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, além de outros estádios na Europa, Estados Unidos e América Latina.  

Comentários