Avid registra receita de mais de US$ 185 milhões em 2011

Avid registra receita de mais de US$ 185 milhões em 2011

por 30/03/2012

 Empresa de mídia digital divulga o primeiro balanço trimestral e revela lucro líquido desde 2007

São Paulo, março de 2012 – A empresa de criação, gerenciamento e distribuição de mídia digital, Avid, divulga receita de US$ 185,3 milhões no último trimestre de 2011. No mesmo período de 2010 o valor foi de US$ 195 milhões.

O lucro líquido do sistema de legislação contábel americana, GAAP (Princípios contábeis geralmente aceitos), foi de US$1,2 milhões ou US$ 0,03 por ação, representando um crescimento se comparado à perda líquida GAAP de US$ 571.000 ou U$0,01 por ação no último trimestre de 2010. O lucro líquido dos três últimos meses de 2011 e a perda líquida de 2010 incluem amortização de ativos intangíveis, compensação baseada em ações, ganhos com a venda de ativos (apenas em 2010), reestruturação e outros encargos, e ajustes fiscais que totalizaram US$ 13,4 milhões e US$ 14,8 milhões, respectivamente.

“Nossos resultados foram motivadores e refletem nossos esforços contínuos para simplificar nossas operações e melhorar a execução em todos os países onde atuamos”, afirma Gary Greenfield, CEO da Avid. “No trimestre, tivemos lucro líquido GAAP positivo pela primeira vez desde 2007, fluxo de caixa positivo e a melhor margem de lucro percentual desde 2005. Além disso, iniciamos a reestruturação anunciada em outubro e esperamos colher os frutos dessa ação em 2012. Continuamos identificando e implementando mudanças em toda a empresa, para ajudar a aperfeiçoar nossa performance operacional e para permanecermos fortemente focados na maior rentabilidade enquanto trabalhamos no crescimento da receita”, completa.

 

Balanço anual

A receita do ano fiscal que terminou em 31 de dezembro de 2011 foi de US$ 677,9 milhões, enquanto o valor ficou em US$ 678.5 milhões no mesmo período de 2010. A perda líquida não-GAAP de 2011 foi de US$ 23,8 milhões, ou US$ 0,62 por ação. No ano anterior, esse item fechou em U$ 37 milhões, ou US$ 0,98 por ação.

A perda líquida GAAP de ambos os anos incluem US$ 34 milhões e US$ 46,2 milhões, respectivamente, de amortização de ativos intangíveis, compensação baseada em ações, reestruturação e outros encargos, ganho ou perda na venda de ativos, acordos legais, custos relacionados às aquisições e ajustes de impostos. Excluindo esses itens, o lucro líquido não-GAAP em 2011 foi de US$ 10,2 milhões, ou US$ 0,26 por ação. Em 2010, o lucro líquido não-GAAP foi de US$ 9,2 milhões, ou US$ 0,24 por ação.