30 de abril: Dia Internacional do jazz

30 de abril: Dia Internacional do jazz

por 30/04/2012

Criado pela Unesco, este é o primeiro ano em que será comemorado. Entre as celebrações,  shows pelo mundo oficializarão a data

Agência das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, Unesco, aceitou uma solicitação de ninguém menos que o pianista Herbie Hancock (foto), também embaixador da insituição, para criar o Dia Internacional do Jazz. A data escolhida foi 30 de abril e as celebrações vêm ocorrendo desde a última sexta-feira (27/04) com shows ao redor do mundo.

Hoje (30/04), por exemplo, o próprio Hancock fará um show na praça Congo Square em Nova Orleans, nos Estados Unidados, cidade considerada berço do estilo musical.

A diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, divulgou nota oficial sobre a importância do jazz e por que celebrá-lo. Leia o que ela disse, abaixo, na íntegra:

“Martin Luther King Jr. disse certa vez que ‘jazz expressa a vida’. Este é o espírito do primeiro Dia Internacional do Jazz. O jazz tem desafiado quase todas as tentativas de definição. O crítico musical John Fordham pode ter chegado mais perto quando descreveu a música de Miles Davis como ‘o som da batida do coração, da respiração ofegante, do sorriso súbito’.

Jazz é música de criatividade sem limites. Composição de mistura e improvisação, o formal e o informal, que se renova cada vez que é tocado. Nascido nos Estados Unidos, o jazz é de propriedade do mundo. Enraizado nas tradições africanas e desenhado nas formas europeias, recebeu novos formatos em culturas de todo o mundo. O jazz aproveita ao máximo a diversidade do mundo, atravessando facilmente as fronteiras e aproximando as pessoas.

 O jazz tem sido uma força para a transformação social positiva ao longo de sua história, e permanece assim até hoje. É por isso que a Unesco criou o Dia Internacional do Jazz. Desde suas raízes na escravidão, esse gênero musical tem levantado uma voz apaixonada contra todas as formas de opressão. Ele fala uma linguagem de liberdade que é significativo para todas as culturas. Os mesmos objetivos que orientam a UNESCO em seus esforços para construir pontes de diálogo e entendimento entre todas as culturas e sociedades. Trabalhamos com os governos e as sociedades e também com artistas, incluindo Herbie Hancock, embaixador da boa vontade da Unesco. Tirar o máximo da diversidade cultural é uma tarefa que todos nós compartilhamos.

É por isso que este primeiro Dia Internacional do Jazz será comemorado com shows em todo o mundo, de Muscat até Moscou, Yerevan até Havana, Paris e Nova York até Nova Orleans. Cada um desses concertos vai mostrar o poder do jazz para aumentar a dignidade humana, respeito e paz. É o momento de compartilhar as maravilhas que vêm do som da batida do coração, da respiração ofegante, do sorriso súbito. Jazz conecta pessoas, culturas e o mundo. Esta é a nossa mensagem”.

Comentários

Mais textos sobre News

Leia mais textos sobre News e afins

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Your data will be safe!Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person.