Synesio Batista da Costa: Eventos na época da Expomusic são problemas para o mercado?

Synesio Batista da Costa: Eventos na época da Expomusic são problemas para o mercado?
abril 14 11:16 2014

Synésio Batista da Costa: Eventos na época da Expomusic são problemas para o mercado?

Estes dias fiz um texto que deu bastante repercussão no mercado. A maior parte das pessoas (graças a Deus) entenderam a mensagem corretamente. Outras entenderam ERRONEAMENTE como algo pessoal ao Presidente da Abemusica; outras não entenderam nada. Nada.

Importante frisar que cobrar a Abemúsica por resultados e transparência não pode ser visto como ‘pecado’. Tampouco levar para o lado pessoal. É justamente o lado profissional que estou cobrando. Qual o problema disto se quero uma associação melhor? Principalmente quando o mercado não apresenta bons resultados. Não aguenta? Bebe leite.
Continuando ainda nesta linha de raciocínio, estes dias, ouvi, por exemplo, que dois eventos que ocorrem em paralelo com a Expomusic são os responsáveis pelo insucesso da feira.

“A culpa da Expomusic não ter sido boa é do evento X/Y, por isto o lojista não vai”, me explicaram.

Seria como dizer que “a banana come o macaco” ou que “o rabo abana o cachorro.”

Os eventos paralelos ou anteriores à Expomusic são sucesso por que são bem produzidos, competentes, envolventes e tiveram carisma.

Afirmar a frase acima (a frase da ‘culpa’), é assumir que a administração de uma feira com mais de 130 expositores, marcas internacionais famosíssimas, empresas milionárias, artistas renomados etc não teve capacidade e apelo para conquistar lojistas.

Ninguém percebeu que faltou gestão e investimento?
Pelo amor de Deus, para tudo! É  um absurdo.

Repito:

Abemúsica: queremos Expomusic

A Expomusic é a principal feira do mercado da música e deve continuar existindo. A par da situação econômica, o sucesso da feira também depende da gestão do mercado a longo prazo, além da economia, obviamente.

Leia também:  Expomusic muda para atrair lojistas

É o dinheiro, tempo, esforço de todos que durante um ano inteiro se preparam para lançar produtos na feira. No entanto, já estamos vivenciando diversas empresas lançando suas novidades fora da feira.

Sou só eu acho isto? Não, mais de 72 compartilhamentos deste texto no Facebook  e mais de 210 Curtidas mostram que a atitude de Synésio perante à Abemúsica necessita de mudanças.

O que mais irá acontecer?

Em tempo, a Francal é uma excelente empresa de organização de feiras, mercados e eventos. Basta ver, por exemplo, o recente trabalho que fizeram com os representantes atuantes no mercado calçadista (clique aqui), oferecendo-se para pagar as despesas e estadia dos principais lojistas daquele setor.

E para o mercado musical, sobra o quê, além da boa vontade dos nossos profissionais de vendas?

Poderia ela, Francal, ser inspiração, caso a NAMM ou a Musikmesse não sirvam para a Abemúsica?

De quem é a culpa?

Não há culpa, há uma falta de coragem e responsabilidade. Já chegamos a um nível de maturidade de mercado que exige uma resposta setorial séria e dinâmica.

Sr. Synésio Batista da Costa faz um bom trabalho para a Abrinq (Associação dos Fabricantes de Brinquedo) e para os outros vinte cargos que possui, não poderia, efetivamente, fazer o mesmo para o mercado da música que está há 30 anos no comando da associação?

—–

2) É mais fácil colocarem panos quentes e não cobrarem transparência, planos de ação, investimentos,  eleição às claras e uma alternância no poder da Abemúsica do que enfrentar a realidade. As pessoas se convencem com pouco. Dê uma desculpa tola, um discurso bem articulado para alguns cairem feito patinhos… pior… ano após ano…

Leia também:  Review: bateria Odery Café Kit

É por defender este tipo de mentalidade e desculpas tacanhas é que o mercado da música perde feio para qualquer outro.

Ploft! Morri!

 

Links interessantes de Synésio Batista da Costa

Outros links do Curriculum do Synésio Batista da Costa se auto intitulando Diretor da NAMM:

Comentários
view more articles

About Article Author

Daniel A Neves
Daniel A Neves

Publisher da Música & Mercado, publicação especializada em negócios no setor musical. Quer saber? Amo o mercado!

View More Articles