Someco: Além das expectativas

Someco: Além das expectativas
novembro 11 08:00 2005

No Brasil desde 97, a Someco, uma das mais tradicionais empresas de áudio profissional da Argentina, encerrou o primeiro semestre do ano com aumento de 25% nas vendas, uma meta que estava desenhada para ser alcançada nos 12 meses de 2005 e não em apenas um semestre. Detentora das marcas B-52 e SKP, a performance positiva da Someco teve dois pontos de alavancagem, destaca German Pezzoto, diretor comercial da empresa. “O primeiro fator é que a Someco transferiu 100% da produção para a Ásia – o que reduziu nossos custos e elevou nossa competitividade – e a forte apreciação do real ante o dólar, tornando as importações menos onerosas, financeiramente falando, e com maior penetração junto ao mercado interno”, afirma. A Someco é hoje uma multinacional argentina com os pés fincados em toda a América Latina, através de filiais no Chile, Uruguai, Brasil e Miami, nos Estados Unidos.
 
A unidade americana da Someco é responsável pelo atendimento de todos os mercados latinos onde a empresa não tem filiais. Não obstante esse grande desafio imposto à filial de Miami, os dois principais mercados da Someco estão concentrados na América do Sul, mais especificamente entre a Argentina e o Brasil. “Não é só no futebol que a Argentina e Brasil rivalizam posições”, diz Pezzoto em tom de brincadeira, “na Someco, as melhores performances das vendas sempre ficam entre a matriz de Buenos Aires e a filial brasileira, que fica em São Paulo (SP)”, relata. Perfil brasileiro Dentre as peculiaridades de cada mercado trabalhado pela Someco, o mercado brasileiro destaca-se pelo perfil de clientes voltado aos setores semiprofissional e profissional de áudio.


“O que é simplesmente impressionante no Brasil é o mercado voltado para o segmento evangélico”, afirma Pezzoto. “O potencial é enorme e embora não tenhamos acesso direto a eles, estamos recebendo uma demanda fortíssima através da rede de lojistas e revendedores”, diz. Segundo o diretor comercial da Someco, esse é um nicho de mercado que deve assumir gradualmente uma parcela significativa dos negócios da empresa, cuja orientação estratégica neste segundo semestre está calcada na renovação de produtos e nova linha de som automotivo. “Cada filial conta com um grupo de engenheiros que estuda as peculiaridades de seu mercado consumidor e busca desenvolver soluções e produtos que atendam esses consumidores. Buscamos adaptar seus produtos com a cara e o jeito de cada mercado, sendo que 100% dos produtos são hoje produzidos na Ásia, seguindo uma tendência internacional que visa baixo custo e alta competitividade”, avalia Pezzoto.

Leia também:  Via de mão dupla

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles