Parceiros da música e dos músicos

MM
By MM julho 10, 2009 11:31

Parceiros da música e dos músicos

Related Articles

Parceiros da música e dos músicos
Com apenas oito anos de atuação, a NIG conquistou seu espaço no concorrido mercado musical investindo em tecnologia e, principalmente, em pessoas

Uma empresa nova precisa trabalhar muito para garantir sua permanência no mercado musical. Mais do que isso, precisa saber como trabalhar e onde investir. A Rouxinol fez sua parte e um pouco mais. Resolveu montar a NIG e começar tudo do zero, mas com o know-how necessário na bagagem. Esse fator foi fundamental para que a nova fábrica conseguisse aliar qualidade e desenvolvimento, principalmente entre as pessoas mais importantes: os músicos. É isso que atesta Maju, diretora-geral da NIG, na entrevista a seguir.

A NIG está no mercado há oito anos. Como a empresa conseguiu crescer em tão pouco tempo?
Com produtos de alta qualidade, trabalho muito próximo de músicos profissionais e investimento forte e bem direcionado da área de marketing e propaganda.

Como funciona o processo de fabricação entre as cordas NIG e as cordas Rouxinol?
A NIG e a Rouxinol são a mesma empresa, porém com linhas de produtos e maquinário completamente diferentes. Ao juntarmos 50 anos de experiência na produção de cordas para instrumentos musicais e tendo uma ampla rede de distribuição bastante solidificada, a NIG já nasceu com uma base sólida para ser trabalhada no mercado. É claro que o processo envolvido entre fabricar uma corda Rouxinol e uma NIG é completamente diferente e isso nos custou muito tempo e dinheiro. Mas a implementação dessa nova linha foi um sucesso.

O investimento em tecnologia é uma das principais bandeiras da empresa. Como é feito esse trabalho?
Tecnologia não é uma bandeira a ser levantada, mas uma necessidade para quem quer manter uma empresa ativa em um mundo globalizado, onde as informações fluem em uma velocidade enorme. Quando o mercado abriu, as empresas que não tinham inteligência e lastros para investir morreram. O investimento em tecnologia e pesquisa é uma constante, lembrando que sempre é feito em máquinas e homens capazes de tirar o melhor delas.

Hoje, a NIG possui grande variedade de cordas. Quais são os principais produtos vendidos pela NIG?
Temos uma linha completa, incluindo modelos e medidas exclusivas que ninguém mais fabrica em nosso mercado, como as cordas de violino, cordas flat, medidas para guitarra 9½ e 10½, entre tantos outros produtos. Para conhecer toda a linha é só acessar www.nigmusic.com.br

Como surgiu a NIG Music e qual é a razão de investir no setor de eletrônicos?
Queríamos expandir nossos horizontes para algo além do que estávamos acostumados a fazer na empresa. Resolvemos que era a hora de criar um diferencial no mercado e, como já estávamos preparados e capacitados para iniciar uma linha de eletrônicos, demos o start no projeto NIG Pedals.

Com o investimento no setor de eletrônicos, a empresa criou uma linha própria de pedais de butique, inédito no Brasil. Explique melhor o produto e quais os motivos que fizeram a NIG investir nele.
Em um momento em que a maioria corria para a China e comprava coisas baratas para girar rápido, sem preocupação com marca, resolvemos trilhar o caminho inverso. Para uma empresa de família como a nossa, que já está entrando em sua terceira geração, continuar forte no mercado por mais dez gerações seria necessário construir marcas sólidas. Este é um caminho mais longo para se atingir objetivos, mas também de longevidade muito maior.  
A NIG sempre caminhou na direção do refinamento. Os pedais de butique vieram confirmar a NIG como uma marca de ponta no mercado nacional e, apesar de ser uma decisão comercial difícil e corajosa vender produtos caros no Brasil, o mercado recebeu muito bem os nossos produtos.

Outro aspecto bem difundido na empresa é o investimento em endorsees. Quais os principais artistas que possuem parceria com a NIG e qual a importância de investir nesse segmento?
Apoiar e investir em quem produz e ensina música é investir na continuidade de nossos próprios negócios. Além disso, nossos músicos também são nossos consultores em todos os desenvolvimentos de produtos que fazemos. Uma empresa que faz produtos para músicos e não tem bom relacionamento com eles não pode ser séria! Diferentes carreiras e músicos têm diferentes relações com a empresa. Trabalhamos com cerca de 30 músicos, entre patrocínios e apoios oficiais. Quem cuida desse departamento é o guitarrista Sydnei Carvalho, responsável pelo nosso A&R e departamento de criação e marketing. Ele mantém íntima relação com a atividade musical, seus detalhes, peculiaridades, personagens e idiossincrasias, dentro e fora do País. Mas uma de nossas políticas é investir tanto em nomes com carreiras sedimentadas, como Juninho Afram, Roger Franco, Rafael Bittencourt, Frank Solari, o próprio Sydnei Carvalho, entre tantos outros, como também em músicos de futuro que ainda não saíram do anonimato. Crescer junto com carreiras de músicos faz sua marca crescer no mercado.

Quais os planos para o segundo semestre? Pode adiantar alguns lançamentos?
Nada além de continuar trabalhando muito sério. Novos pedais e cordas farão sua estreia da Expomusic. Aguardem!

MM
By MM julho 10, 2009 11:31
Write a comment

No Comments

No Comments Yet!

Let me tell You a sad story ! There are no comments yet, but You can be first one to comment this article.

Write a comment
View comments

Write a comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*