Palm Expo 2009

Palm Expo 2009
julho 10 12:52 2009

Palm Expo 2009
Confira por que a feira se fortaleceu e ganhou novos participantes

Depois da entrada da China como fornecedor mundial de marcas conhecidas e outras nem tanto do setor de áudio, iluminação e instrumentos musicais, pouco se pode falar sobre o problema associado à origem do produto. Há dez anos, um item vindo da Ásia era considerado fora de padrão e indicado somente para mercados emergentes. Mas os asiáticos (China, Taiwan, Indonésia) aprendem rápido, mais rápido do que muitos que ainda têm preconceitos.

As feiras nessa região também têm tomado forma, seja a Music China, realizada anualmente no mês de outubro, em Xangai, e capitaneada pelo grupo alemão Messefrankfurt ou pela Palm Expo, que acontece em maio, na capital Pequim, para a qual a revista Música & Mercado foi convidada.

Primeira impressão
A 18a edição da Palm Expo está consideravelmente melhor em estrutura e divisão dos pavilhões. “Este ano, preferimos separar o pavilhão de áudio e iluminação dos instrumentos musicais”, explica Juri Tan, gerente-geral da exposição. De fato, comparando com os anos anteriores, esse detalhe fez a diferença.

Ao atingir a maioridade, a coordenação da feira fez um esforço para torná-la mais forte. Em ano de crise mundial não se brinca e esse recado foi dado claramente pela organização, por meio da parceria com a Secretaria de Cultura de Pequim, que cedeu o Centro Nacional Agrícola de Exposição para a montagem dos pavilhões de instrumentos.


Jantar

Segundo Kaury Zhang,diretora de mídia da Palm Expo, este ano a feira teve 1,100 expositores em uma área de  85 mil metros, 20% a mais que no ano anterior. Só para se ter idéia, foram 180 mil pessoas por hora no estabelecimento. “O público visitante também estava mais profissional."

Leia também:  InfoComm University apresenta cursos no Brasil 

Mesmo com uma diferença notável e para melhor, a feira deixou a desejar no controle do som. Imagine todos os estandes tocando ao mesmo tempo. A solução encontrada por alguns foi a utilização de fones canceladores de som na tentativa de reduzir o estresse causado pelas horas e horas vendo as novidades.

Basicamente, os produtos lançados na NAMM e Musikmesse foram apresentados pelas grandes empresas mundiais. Poucas exceções das grandes marcas, como a Behringer, que trouxe dois novos modelos do amplificador produzido para concorrer com marcas já estabelecidas. Um dos modelos, de acordo com o gerente de vendas Ian faz o timbre perfeito do Slash, dos Guns & Roses, e muito mais.

A Meinl estava na feira com uma grande parede de pratos de bateria e percussão, assim como a Tycoon Percussion. Desconhecida por muitos, a Reaper apresentou pedais de efeito muito simpáticos com um acabamento imitando amplificadores.

A Palm Expo atende principalmente o mercado local. É uma feira aberta ao público, o que pode irritar compradores habituados com a exclusividade das demais feiras internacionais. Mas vale dizer que com chinês não se brinca e é evidente que o governo local apoia a feira e pretende investir na sua internacionalização. O crescimento de 20% no número de expositores mostra também a disposição e sinaliza que em 2010 mais novidades virão. Entretanto, o mercado interno chinês não pode ser deixado de lado e a Palm Expo sabe disso. Qual será o futuro da feira? Eles sabem.

Palm Expõe e a crise financeira mundial
Embora a crise financeira ter deixado o mercado estressado e em alerta, os últimos acontecimentos não interferiram diretamente na feira. O pacote de ajuda financeira do governo chinês ajudou o setor – um estímulo 586 bilhões. “A grande demanda da indústria despertou a paixão de expositores e profissionais. Apesar de achar que a influencia da crise no mercado não terminará em breve, estamos confiantes para a Palm de 2010”, finaliza Kaury Zhang.

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles