O que está acontecendo na indústria de cabos?

O que está acontecendo na indústria de cabos?
setembro 30 08:25 2016

Cabos para áudio, para vídeo, para instrumentos, para iluminação. Cabos reforçados, com cobertura especial, com diferentes conectores. Qual é a situação deste segmento hoje?

Fabrizio Milan (no centro) e equipe

          Fabrizio Milan (no centro) e equipe

Entre as marcas de cabos presentes hoje no nosso mercado, encontramos a Tasker, uma empresa italiana com quase 40 anos de experiência que fabrica e distribui cabos de qualidade para o setor da eletrônica em geral, incluindo as áreas musical e de broadcast.

Na sua sede em Cusago, província de Milão, produz mais de mil tipos de cabos para diferentes aplicações. Mas pouco sabemos sobre esta indústria.

Fabrizio Milan, chairman e CEO da fabricante italiana, explica mais sobre este particular mercado e dá sua opinião sobre a situação atual.

Música & Mercado: Como você vê o mercado atual de cabos para instrumentos musicais e de áudio?

Fabrizio: O mercado da música profissional, junto com o de áudio, está em constante desenvolvimento e mudança. Enquanto seu padrão — que é o analógico — é constante e não apresenta nenhuma surpresa em particular, o digital está mudando incessantemente com a necessidade de transmitir sinais mais rápidos e exatos de forma superveloz. Contudo, para nos manter no ritmo dessa evolução, os fabricantes de acessórios estão um passo à frente em termos de tecnologia se comparados com as máquinas ou equipamentos que estão no mercado. Isso também está acontecendo no mundo dos cabos para alguns produtos, como o Cat. 7.

Música & Mercado: Existe alguma tendência para os cabos em ambos os segmentos em respeito às necessidades dos usuários?

Fabrizio: Os cabos compostos, que significam mais soluções presentes no mesmo cabo (tudo em um), têm sido os pedidos mais populares nos meses recentes. Esses produtos permitem utilizar um cabo só que tem dentro todas as combinações de que um cliente precisa em uma instalação particular — desde sinal de áudio digital a vídeo HD, passando por energia com cabos LAN e Captura de pantalla 2016-09-14 a las 15.28.50fibra óptica.

Leia também:  Encontro de Negócios: Tiaflex estreita contato com lojistas

Música & Mercado: Há algo novo em materiais? 

Fabrizio: A busca contínua de compostos cada vez mais valiosos nos leva a oferecer uma linha de produtos muito mais flexível, com melhor funcionamento, inclusive para aplicações mais específicas. Entre as novidades apresentadas recentemente nas feiras internacionais mais prestigiosas, encontramos cabos com PVC extremamente suave, LSZH (para aplicações em lugares públicos), PE (para aplicação ao ar livre e resistente à agua), PUR (para instalação em exteriores e resistente à agua) e blindados (para aplicações ao ar livre e à prova de roedores).

Captura de pantalla 2016-09-14 a las 15.29.06Música & Mercado: Que conselho daria para incrementar as vendas de cabos nas lojas?

Fabrizio: O meu conselho é nunca estar limitado a oferecer só o que pede o usuário final, mas estimular a venda de produtos para vários instrumentos. Temos no catálogo várias linhas para esse segmento, e aproximadamente a cada três meses lançamos mais modelos no mercado. Sei que não estamos numa época em que se podem ter grandes quantidades de cada produto no estoque, mas é bom ter disponível a mais ampla gama possível, precisamente para promover aquela venda que se tornou muito especializada.

Música & Mercado: Em iluminação, por exemplo, as companhias estão focando nos aparelhos wireless — e também encontramos microfones wireless. Em contraposição, qual é a vantagem de se usar cabo? 

Fabrizio: O fenômeno do wireless está cada vez mais na moda, mas os custos nem sempre são acessíveis e às vezes os resultados são imprevisíveis. O cabo continua sendo, em minha opinião, o meio mais seguro de transmitir qualquer sinal, especialmente no campo profissional, sem perda nenhuma e sem qualquer interferência, que atualmente são mais e mais frequentes. Não é Captura de pantalla 2016-09-14 a las 15.28.59coincidência que as fábricas produzam cada vez mais cabos com proteção.

Leia também:  Tiaflex conta sobre sua fabricação e novos produtos

Música & Mercado: Por que os cabos Tasker se destacam da concorrência?

Fabrizio: Os cabos Tasker se destacam entre os outros por vários motivos. Os principais são: produção 100% feita na Itália; experiência internacional por mais de 40 anos em design, pesquisa, desenvolvimento e produção; uso de matéria-prima de alta qualidade; disponibilidade imediata de 90% dos modelos em todo o catálogo; possibilidade de produções especiais e/ou personalização de qualquer tipo de cabo em um tempo supercurto, de 20 dias, no máximo; busca contínua de materiais especiais para usos cada vez mais variados. A Tasker é uma marca sinônimo de qualidade, profissionalismo e confiabilidade presente no mundo inteiro.

Captura de pantalla 2016-09-14 a las 15.29.11

 

Comentários
view more articles

About Article Author

Redacao MM
Redacao MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles