O Discurso Uníssono

O Discurso Uníssono
junho 11 08:53 2008

Uma comunicação harmoniosa dentro da empresa colabora para a obtenção de diferencial competitivo no mercado

O tema deste artigo, o ‘discurso uníssono’, está relacionado à comunicação interna das empresas. Uníssono quer dizer som único ou igual e, no sentido deste texto, discurso uníssono se refere a uma comunicação harmoniosa, coerente e única.
Tenho observado, na maioria das empresas do nosso segmento, instrumentos musicais e áudio profissional, uma falta de clareza e de unicidade na comunicação para com os seus clientes. É comum um vendedor sugerir um determinado produto ou serviço, o gerente quando indagado oferecer outro produto e o diretor propor uma terceira opção totalmente destoante dessas duas. Percebe-se, assim, não haver uma coerência entre as propostas ou soluções apresentadas para o mesmo cliente.

Esse fato acontece tanto na hora da venda quanto na pós-venda (suporte). Existem discordâncias básicas que são conseqüência de falta de informação. Um exemplo é quando o vendedor informa um prazo de garantia de um produto e o gerente ou diretor informa outro. Há também discordâncias mais complexas que são ocasionadas pela falta de transparência e comunicação uniforme entre toda a equipe, como numa negociação em que o vendedor fornece um preço e o diretor, ao ser abordado, concede um desconto totalmente fora do padrão, ou seja, faz um verdadeiro milagre para este mesmo cliente. A conseqüência disso é que o cliente, além de ficar confuso, enxerga essa falta de sintonia como uma desorganização, levando-o, na maioria dos casos, à desistência da compra.

Alguns empresários dizem investir em treinamento para os seus funcionários. Será que eles também participam dos treinamentos? Não adianta um vendedor fazer um curso de vendas de uma semana, um mês ou um ano, se os seus ‘chefes’ não têm a menor idéia dos temas que estão sendo abordados em tal curso. E mais ainda — muitas vezes esses chefes não dão a menor chance de os ensinamentos serem aplicados na prática, já que não só os desconhecem como também discordam de sua eficácia.

Leia também:  A união faz a força

Dessa forma, creio que as empresas, em vez de perderem tempo com ações desconexas e descontínuas como as citadas acima, deveriam investir mais tempo e energia no sentido de unificar a sua comunicação, tratando desde assuntos primários como informação equivocada ou insuficiente, a tópicos mais sutis e complexos, como as bases de uma negociação para uma boa lucratividade da empresa.
Obter um discurso único, ou seja, permitir ao cliente perceber uma coerência nas mensagens que lhe são transmitidas é um dos grandes desafios das organizações atuais. Parece claro que nós, como seres humanos, expressemos as nossas mensagens de forma distinta, porém, é de suma importância que o conteúdo dessas mensagens seja o mesmo. As empresas que alcançam uma unidade na sua comunicação agregam um valor incalculável para os seus negócios.
A comunicação é a ‘cara’, a imagem da empresa e, portanto, necessita de cuidados especiais por parte de todos os seus colaboradores. O assunto é relevante para toda e qualquer organização, seja ela pequena ou grande, fabricante ou varejista, ou ainda de um segmento ou de outro.

Por fim, percebe-se que a busca por uma comunicação coerente, por um discurso uníssono não é, e jamais será, uma tarefa fácil para uma organização, e pode ser considerada por muitos como uma utopia. No entanto, observa-se que algumas empresas estão conscientes da importância de avançar nesse sentido e, assim, obter um grande diferencial e uma relevante vantagem competitiva frente às suas concorrentes e ao mercado como um todo.

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles