Núcleo Musical: empresa quer ampliar a linha de acessórios

Núcleo Musical: empresa quer ampliar a linha de acessórios
agosto 14 08:02 2017

Com pouco mais de um ano no mercado, a Núcleo Musical foi criada para atender o mercado de acessórios e partes de instrumentos musicais

Nucleo Musical

Marco Vignoli

A empresa localizada em Guarulhos, São Paulo, tem Marco Vignoli como diretor, mas conhecido na indústria por ser também o diretor da Tagima. Ele conta: “Quando decidi criar a empresa, foi pensando em trazer minha experiência de mais de 23 anos no mercado da música. Aproveitando nosso relacionamento com os lojistas, temos como principal objetivo nāo ser a ‘maior’ empresa de acessórios, e sim a ‘melhor’, buscando a excelência com um atendimento rápido e eficaz, sem rupturas no fornecimento e, principalmente, com transparencia, buscando trazer produtos de primeira necessidade”.

Iniciando as atividades no dia 1º de março de 2016, a empresa está  focada em acessórios, bags, correias, encordoamentos e até terá novidades em breve, adicionando amplificadores e pedais. Conta com uma marca própria, a Custom Sound, e o direito de uso da marca Tagima Acessórios, incorporando recentemente os encordoamentos Áquila, uma marca italiana da qual são distribuidores no Brasil.

A Núcleo já está trabalhando com cerca de 200 lojas. “É muito trabalho, mas os resultados estão sendo fantásticos. Nossa evoluçāo está bem acima do nosso planejamento. Estamos bem centrados e seguros na direçāo em que estamos caminhando, sem euforia, mas com muito planejamento”, comentou Marco.

Além de Vignoli, a empresa conta com uma equipe capacitada de quatro pessoas: Marcelo Moreira, que começou a empresa com Marco; Edson Lopes, amigo de Marco de longa data; Poliana Paltrinieri, responsável pelas áreas financeira e administrativa; e, por fim, os braços direito e esquerdo de Vignolu, Fábio Alexandre, que cuida de toda a importação e planejamento.

Leia também:  3ª edição do Tagima Day em Niterói

Relacionamento Núcleo-Tagima

Atuando nas duas empresas, e com a existência de um estreito relacionamento entre elas, Vignoli tenta não entrar em conflito no trabalho que desenvolve em ambas. “Atuo com muita transparência com o presidente da Tagima/Nagano, Ney Nakamura. Nāo tenho dúvida de que somos parceiros de sucesso e meu relacionamento com o Ney sempre foi muito claro. Ele foi e está sendo um dos que mais me apoiaram e me incentivaram. A Núcleo Musical é e será ainda mais um complemento da Tagima. Temos uma estrutura muito sólida e bem montada. Com certeza estamos caminhando lado a lado”, disse.

Assim, Marco adiantou muitos planos para 2017. Pelo lado da Tagima/Nagano, os lançamentos já começaram — a Tagima com a guitarra nova do Juninho Afram, a JA3, e a Nagano com a nova linha Nagano Tech de baterias eletrônicas. Já a Núcleo Musical tem vários projetos em andamento, principalmente planejamento de compras e programaçāo de produtos para atender a demanda. “Estamos finalizando o acordo com a Tagima para distribuir e assumir o desenvolvimento de amplificadores e em negociação com outras marcas para assumir a gestāo”, finalizou Marco.

Mais informações: www.nucleomusical.com.br

 

Comentários
view more articles

About Article Author

Redacao MM
Redacao MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles