Mix variado e estúdio para testes dentro da Music Master

Mix variado e estúdio para testes dentro da Music Master
outubro 02 08:30 2017

A Music Master foi fundada em 2005 com a missão de trazer para Brasília uma loja com maior variedade de produtos, atendimento consultivo e foco no relacionamento

Eduardo Pedrinha, sócio-administrador da Music Master

Ela está situada na Avenida W3 Norte, Quadra 712, Asa Norte, em Brasília, que possui um comércio bem variado e ativo. Fica localizada no Plano Piloto, com bom acesso, estacionamento em frente à loja e próximo a vários bairros residenciais, como Noroeste, Lago Norte e a própria Asa Norte.

“Nosso foco é desenvolver ainda mais nossa operação para posteriormente pensar em uma estratégia de expansão”, disse Eduardo Pedrinha, sócio-administrador da Music Master. “Temos evoluído em diversos processos internos, focados no controle das operações e sistemas de inteligência, processos automatizados de compra e capacitação de pessoal. Nos últimos três anos, os impactos da crise econômica têm sido visíveis, porém estamos passando por isso sem redução de pessoal, buscando inovação, eficiência operacional e controle de gastos.”

Pensou-se, inclusive, em abrir uma loja on-line para aumentar o fluxo de vendas, mas a concorrência no mundo virtual está, talvez, mais acirrada do que no mundo real.  “Marketplaces de grandes varejistas representam um grande perigo. Estamos avaliando a possibilidade de fazer algo diferente e além de um mero site de compras”, explicou Pedrinha.

Instrumentos e equipamentos

A Music Master opera em praticamente todos os departamentos para atender às necessidades do público local, que pode encontrar equipamentos de áudio, cordas, sopro, bateria, percussão, acessórios, teclas, computer music e muito mais. “Comercializamos produtos da grande maioria dos distribuidores nacionais e tentamos manter um relacionamento cordial e profissional com todos eles. Temos também um estúdio montado para fornecer uma experiência diferenciada ao cliente”, detalhou Eduardo.

Leia também:  Harman do Brasil apresenta novidades na AES 2012

No catálogo, sempre há oferta de produtos nacionais para compor o mix de produtos em todos os departamentos, com bons resultados nas áreas de bateria e percussão contando com marcas como Contemporânea, FSA, Luen e Odery, entre outras.

Pedrinha disse: “As marcas internacionais são reconhecidas, mas algumas acabam saindo caras. As marcas nacionais estão sendo bem-aceitas e geram bons negócios”.

Os produtos que atualmente têm mais demanda na loja são os que compõem os projetos de sonorização, como caixas, potências, cabos, sistemas gerenciadores e periféricos. Em parceira com outras empresas locais, a Music Master oferece serviços de instalação e projetos de sonorização.

Sempre para a frente

Para ajudar na estratégia comercial, a loja utiliza o Facebook, que tem se tornado uma boa ferramenta de publicação de ofertas e relacionamento externo, além de trazer a vantagem do contato direto e da divulgação de promoções e eventos, chegando a clientes de todo o País.

“Sem dúvida o nosso atendimento consultivo e prestativo nos destaca. Em nossa percepção, o elemento humano é o grande diferencial. Vendemos um set de produtos muito similar às ofertas da concorrência e com preços competitivos. Portanto, no atendimento é que podemos fazer a diferença real e agregar valor ao cliente. Não falo apenas do atendimento comercial. Todas as outras áreas precisam trabalhar com a mesma excelência, como logística, compras, administrativo e financeiro”, contou Eduardo.

Dentre os planos para seguir crescendo, a empresa pensa em fortalecer seu marketing, realizar ações conjuntas com fornecedores estratégicos e melhorar continuamente os processos internos, sem esquecer a organização frequente de workshops e o patrocínio de eventos e artistas.

“O comércio musical no Brasil é diretamente afetado pela crise e pelo desemprego. Cultura e diversão competem com outras necessidades básicas, como alimentação, vestuário, saúde etc. Além disso, o setor está pressionado de um lado por impostos e encargos trabalhistas e, do outro, pela crise, inadimplência e desemprego. Empresas optantes pelo Simples Nacional agora convivem com outros impostos, como o diferencial de alíquota do ICMS, que onera ainda mais os custos. Estamos trabalhando em diversas frentes de inovação em marketing, comunicação e administração para gerar novas ofertas, serviços e condições comerciais”, concluiu Eduardo.

Leia também:  O adeus a Luiz Renato Moch da Casa Sutil

Mais informações: musicmaster.com.br

www.facebook.com/musicmasterdf/

 

Comentários
view more articles

About Article Author

Redacao MM
Redacao MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles