Microfones sem fio em 700MHz deverão ser trocados. Saiba o motivo.

Microfones sem fio em 700MHz deverão ser trocados. Saiba o motivo.
novembro 17 13:04 2017

O switch-off da TV analógica, que vem se estendendo as diversas regiões urbanas do país, terá influência direta o segmento de áudio profissional, especialmente para microfones sem fio

O aguardado switch-off da TV analógica, que vem se estendendo as diversas regiões urbanas do país, terá influência direta o segmento de áudio profissional, especialmente para microfones sem fio, pois poderá haver conflito de frequências com os sinais de celular 4G.

Hoje, existem “vazios” no espectro usado pelos canais de TV analógico, que muitas vezes acabam sendo ocupados por microfones sem fio. Com a transição para digital, será preciso observar a frequência exata de transmissão. Mesmo que haja banda, estas estão reservadas para a telefonia celular.

A compra de microfones sem fio sem a homologação atualizada pela Anatel pode acarretar em prejuízo financeiro. Em outras palavras, lojistas que vem comprando produtos chineses diretamente por sites como Alibabá ou de fornecedores não homologados tendem a sofrer maiores consequências.

A pressão já se iniciou. Até os legalizados importadores de microfones tem alertado para o incremento da fiscalização por parte da Receita Federal nesta categoria de produtos e mencionando a validade do selo da Anatel.

Bandas de telefoniaNesta série de perguntas e respostas abaixo, feita pelo especialista Fernando Fortes, da Shure do Brasil, você terá as informações que necessita para não entrar em uma cilada na compra de seu próximo sistema sem fio. Confira.

1) Como funcionam os canais de TV e qual a relação deles com os sistemas de áudio sem fio?

Cada canal de TV ocupa um espaço de 6MHz no espectro eletromagnético, seja ele  digital ou analógico. A grande diferença entre os dois tipos é a forma como ocupam este espaço de 6MHz. A TV analógica não ocupa completamente este espaço e sobram alguns “pedaços vazios”, onde conseguimos colocar alguns microfones sem fio. O mesmo não ocorre nos canais de TV digital, onde com muita dificuldade conseguimos colocar 1 sistema sem fio.

Existem, basicamente, 3 áreas do espectro onde os canais de TV estão distribuidos: VHF baixo: de 54 a 88MHz (canais 2 a 6 da TV), a VHF alto: de 174 a 216MHz (canais 7 a 13 da TV) e UHF: de 470 a 806MHz (canal 14 a 69).

 

 

Figura 1.  Aqui vemos o canal de TV UHF analógico 34 (traço amarelo) e 9 microfones sem fio compartilhando o espaço deste canal (bandeiras verdes). O canal vai de 590 a 596MHz. 

 

Leia também:  Shure do Brasil com nova gerente de vendas e cursos online

canal de TV UHF analógico

Figura 2. Aqui vemos o canal de TV UHF digital 24 (traço amarelo / faixa lilás) e um microfone posicionado em 530,175MHz (bandeira verde). O canal vai de 530 a 536MHz.

2) Se antes tínhamos só a TV analógica, quando as transmissões de TV digital se iniciaram no brasil?

A primeira transmissão de TV Digital no Brasil ocorreu em 2 de dezembro de 2007, em São Paulo. Em julho de 2012 iniciaram as transmissões digitais nas últimas cidades que faltavam: Rio Branco (Acre) e Porto Velho (Rondônia).

3) Como os canais de TV analógico e digital convivem juntos?

De forma harmoniosa. Veja abaixo uma varredura do espectro de UHF de São Paulo feita em Fevereiro de 2017. É possível observar um grande número de canais de TV digital (cerca de 26 canais) e também de canais de TV analógicos (cerca de 20).

specrto

Figura 3. Espectro de 470MHz a 806MHz.

 

4) Agora que temos canais de TV analógicos e digitais, eles viverão juntos e felizes para sempre?

Não, não viverão. Até o final do ano de 2018 todos os canais de TV analógicos no Brasil serão desligados. Na realidade, eles estão sendo desligados desde fevereiro de 2016, quando o desligamento foi iniciado na cidade de Rio Verde, em Goiás. Veja abaixo o cronograma de desligamento desses canais:

Tabela 1. Cronograma de Desligamento dos Canais de TV Analógico

5) Então os canais de TV analógicos serão desligados e vamos ficar só com os canais digitais?

Sim, exatamente. Com o desligamento dos canais analógicos, teremos só os canais digitais sendo transmitidos.

6) Então significa que teremos mais espaço livre?

Sim e não. Sim por que ficaremos somente com os canais digitais. Não, por que junto com o desligamento, teremos o início do funcionamento do 4G na faixa de 700MHz. Chamamos “faixa de 700MHz” o espaço entre 698MHz (canal 52) até 806MHz (canal 69). Isto significa que não existirá mais nenhum canal de TV – analógico ou digital – do canal 52 ao canal 69, totalizando 18 canais, ou precisamente 108MHz de espaço do espectro. Esta faixa será usada pelas operadoras de telefonia para o serviço 4G.

7) Mas hoje eu já tenho 4G no meu aparelho celular, o que vai mudar?

O 4G que você tem hoje no seu aparelho celular funciona na faixa de 2.6GHz (banda 7 LTE), que possui limitações de alcance e banda – e ainda custam muito caro. O 4G em 700MHz tem alcance médio 4 vezes maior que o 4G operando em 2.6GHz. Por isso, necessitam de um menor número de antenas (mais barato e cobertura melhor). Além de taxas de transferência muitas vezes maiores.

8) O que isso tudo tem a ver com os sistemas e microfones sem fio?

Alguns microfones sem fio, monitores pessoais (in-ears), sistemas de comunicação sem fio (intercom) e outros usam a faixa de UHF (hoje de 470 a 806MHz). Como parte desta faixa será destinada ao 4G, não será mais possível usar sistemas como estes na faixa de 698MHz a 806MHz.

9) Então, quais sistemas de microfone sem fio serão afetados por esta mudança de espectro?

Simples de responder: todo e qualquer sistema que funcione de 698MHz a 806MHz.

10) Será ilegal usar microfones na faixa de 700MHz?

Resposta curta e simples: SIM

11) Mas eu terei problemas se continuar usando o meu microfone na faixa de 700MHz?

A longo prazo com certeza. A curto prazo, pode ser que tenha sorte e o 4G seja mais fraco na região onde você vai usar o microfone, ou mesmo a sua cidade pode levar um tempo maior para colocar o 4G em ação. Mas, quanto mais o tempo passar, mais pessoas usarão o sistema 4G em 700MHz, mais denso ficará este espectro e mais difícil ficará usar um sistema sem fio nesta faixa. Além de ser ILEGAL a partir do funcionamento do 4G.

12) Posso mandar o meu sistema sem fio  para a assistência técnica ou mesmo para a fábrica para que troquem a frequência?

Não. A troca da frequência requer a troca de centenas de componentes eletrônicos específicos e também uma reprogramação completa e ajustes. Isto custa muito caro – mesmo se fosse possível. Veja, muitos destes microfones e sistemas de monitor pessoal têm mais de 10 anos de vida e muitas vezes os componentes não são mais vendidos ou fabricados.

13) Terei que trocar os meus acessórios como antenas, cabos, distribuidores, combinadores, splitters?

Muito provavelmente não, pois estes equipamentos foram projetados para trabalharem na mesma faixa de frequência em UHF que teremos agora: 470MHz a 698MHz. 

 

Leia também:  Music Group compra a inglesa Turbosound

Shure JUNTA e CAI!

 

 

 

Para saber mais:

  • http://www.anatel.gov.br/institucional/ultimas-noticiass/1620-faixas-de-700-mhz-para-banda-larga-movel-liberada-em-sete-capitais
  • http://www.valor.com.br/empresas/4944858/anatel-libera-uso-de-faixa-de-700-mhz-para-4g-em-brasilia-diz-setor
  • http://www.anatel.gov.br/Portal/exibirPortalNoticias.do?acao=carregaNoticia&codigo=34711
  • https://m.tecmundo.com.br/mercado/120064-anatel-nao-vem-fiscalizando-cobertura-celular.htm

 

Agradecimento: Especialista Fernando Fortes, da Shure do Brasil.

 

 

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles