LOJISTA: Negócios múltiplos

LOJISTA: Negócios múltiplos
Maio 02 17:03 2012

 A Songs Instrumentos Musicais, de Araguaína, TO, começou como uma loja franqueada, cresceu, ampliou suas atividades e já é referência, tanto na venda de instrumentos musicais quanto no ensino de música

 A Songs possui 12 anos de estrada no mercado de instrumentos musicais e áudio profissional da cidade de Araguaína, TO. O empresário Márcio Alessandro Parente (foto) é guitarrista, e como não encontrava os produtos de que precisava na sua cidade, viu que o setor de instrumentos musicais poderia ser um bom investimento.

Em 1999, abriu seu estabelecimento com espaço inicial de 80 m2. “Eu trabalhava no mercado de secos e molhados [armazéns e empórios]. A mudança para o ramo musical ocorreu porque, sendo guitarrista, eu via enorme dificuldade em adquirir instrumentos e acessórios”, conta.

Uma das surpresas de Parente ao entrar para o mercado foi descobrir as especificidades dos instrumentos de sopro. “Não tinha conhecimento das características desses instrumentos, ou de escolas de músicas que oferecessem cursos. Para falar a verdade, nem conhecia pessoas que os tocassem”, revela Márcio.

Diferencial: parceria garantida

Na época em que abriu a loja, a Songs era uma franquia com cinco estabelecimentos pelo Brasil — Vila Velha e Vitória, ES; Belo Horizonte, MG; Recife, PE; e Araguaína, TO. A marca Songs era da importadora Louwan, que encerrou suas atividades em 2004.

O fato de ser uma franqueada ajudou Márcio a superar as primeiras dificuldades. O lojista fechou uma parceria com a Songs de Vitória, ES, e vendia os produtos, sob encomenda, a partir do estoque de lá. E, com esse empurrãozinho, o negócio deu certo. Nos últimos quatro anos, a loja cresceu e ocupa atualmente 450 m2 no mesmo terreno em que iniciou as atividades.

Leia também:  5 PERGUNTAS: Segurança nas compras on-line

Pensando no futuro

Em 2011, a loja inaugurou o Instituto Musical Songs, organização sem fins lucrativos para ensino de música. “Temos capacidade para atender cerca de 200 alunos por mês. O Instituto já está construído e não visa lucro”, conta Márcio. Atualmente, cerca de 60 alunos matriculados recebem aulas de teclado, bateria, violão clássico e popular, violino, técnica vocal, clarinete, sax, trombone e trompete.  

 Na criação do Instituto foram investidos cerca de R$ 400 mil, com a aquisição de uma casa ao lado da loja e a adequação da estrutura. A única parceria de que o Instituto dispõe atualmente é da marca Roland, que oferece descontos e garantia estendida na compra de baterias.

Diogo Jucá, gerente comercial, afirma que tem buscado novos aliados para o projeto. “Estamos tentando outras parcerias para viabilizar melhor o negócio e conseguir incrementar a estrutura. Também estamos levando as propostas para as feiras Music Show das quais participamos pelo Brasil”, afirma.

Além dessa iniciativa, a loja promove, semestralmente, o projeto Despertando Talentos, nos quais músicos iniciantes podem apresentar seus trabalhos para toda a cidade. Segundo Márcio, o projeto foi desenvolvido junto à Secretaria de Cultura de Araguaína e também não prevê retorno financeiro para a loja. “Não existe premiação, nem é cobrada nenhuma taxa. O cliente faz seu cadastro e é inscrito no evento. Já foram realizadas duas edições, quando pudemos conhecer grandes promessas da música na cidade.”

Clientes, boas condições e interatividade

Com o passar dos anos e a insistência da loja em apresentar o que há de melhor no mercado, o perfil dos clientes tem mudado. Se no início a grande procura era por produtos mais baratos, hoje a loja conseguiu alterar esse aspecto. “O foco de nossos clientes estava muito centrado em instrumentos de valor acessível. Com o passar dos anos estão se atendo à qualidade e durabilidade”, confirma o empresário.

Leia também:  Martin Professional: Workshop no RS

No Facebook, a Songs Instrumentos Musicais já possui quase 5 mil amigos, número máximo permitido pelo site. Com o sucesso, a empresa precisou criar uma nova página, para suportar o número de assinantes. Na rede social, a loja posta promoções, fotos de compradores, vídeos de apresentações de produtos, entre outras inúmeras ações.

Em 2012, a Songs estará investindo no site da loja, que já está em construção. Segundo Diogo Jucá, a intenção não é criar uma loja on-line, mas expor produtos e promover ações institucionais. Destaque para o investimento na web: a empresa tem dois funcionários dedicados exclusivamente a fazer a divulgação da loja pela internet.

 Com tantas atividades, pode-se dizer que a Songs representa um novo modelo de loja física, que vem surgindo depois da intensa concorrência com os produtos vendidos pela internet: é baseada em múltiplas atividades e na relação íntima com a clientela. Exemplo para outras lojas do Brasil!

Comentários
view more articles

About Article Author

MM
MM

Música & Mercado é uma revista empenhada em promover e divulgar o mercado e negócios para a indústria de áudio profissional, iluminação e instrumentos musicais. Nós amamos o que fazemos.

View More Articles